FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

GENKORLAC DESSERT - SISTEMAS PARA TEXTURA EM SOBREMESAS LÁCTEAS REFRIGERADAS

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 05/08/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

As sobremesas lácteas prontas para o consumo vêm ganhando espaço, pois, além da conveniência e praticidade, são produtos com forte apelo à sensorialidade e à indulgência e que aportam proteína e cálcio. Dentre as sobremesas refrigeradas, as versões popularmente consumidas no Brasil são flans, sobremesas cremosas e mousses. 

 Ingredientes inovadores, novos conceitos e sistemas tecnológicos estão sendo aplicados nas fábricas de laticínios proporcionando novas alternativas, que permitem a produção de sobremesas com novos sabores, maior digestibilidade e maior valor nutricional (NIKAEDO et al., 2004).

As sobremesas são comumente elaboradas à base de leite, gordura láctea, açúcar, amido e aditivos como os espessantes e estabilizantes, que conferem texturas características e são balanceados de acordo com as características desejadas para o produto final.

O amido é o espessante mais utilizado devido a sua performance e baixo custo. Proporciona consistência e textura, além de auxiliar no controle da sinerese, por possuir alta capacidade de retenção de água. Os amidos modificados são os mais indicados, por não apresentarem viscosidade excessiva a temperaturas altas, permitindo que o produto apresente boa fluidez durante o processamento e o envase.

Assim como o amido, a carragena é um hidrocolóide muito apropriado para aplicação em sobremesas lácteas, pois apresenta alta reatividade com a k-caseína, confere diferentes texturas e consistências dependendo do tipo utilizado e da combinação e interação com outros espessantes, é facilmente ativada nas condições de processo empregadas para o preparo desta categoria de produtos (NIKAEDO et al., 2004).

Outros hidrocolóides como goma guar, xantana e carboximetilcelulose são frequentemente incorporados as sobremesas para promoverem viscosidade e minimizarem a sinerese ao longo do shelf life, uma vez que possuem alta capacidade de retenção de água.

Em sobremesas lácteas do tipo flan e pudim, que requerem textura firme o suficiente para que possam ser moldadas em um recipiente, a presença dos hidrocolóides auxilia na saída do produto da embalagem e na manutenção da estruturação do gel após desenformar. Nas sobremesas cremosas, auxiliam na viscosidade e no comportamento tixotrópico (NUNES et al, 1998; CHANDAN et al., 2008).

Os hidrocolóides, quando combinados ao amido, propiciam melhorias de textura, viscosidade, consistência, mouthfeel e corpo, tão importantes quanto o sabor e o aroma, além de favorecerem a extensão de shelf life, evitando a separação de fases.

Os sistemas espessantes e estabilizantes disponíveis na linha GenkorLac Dessert combinam as funcionalidades de diferentes hidrocolóides e permitem a produção sobremesas com diferentes perfis de textura.

Além dos sistemas já disponíveis no portifólio, a Alibra Ingredientes desenvolve soluções para atender as necessidades e as exigências de processo de cada cliente visando máximo desempenho. Para isso, a Alibra Ingredientes conta com profissionais que somam conhecimento técnico, vivência industrial, experiência de mercado e um olhar crítico sobre tendências de consumo.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

CHANDAN, R. C., ‎ KILARA, A., SHAH, ‎N. P. Dairy Processing and Quality Assurance. Ed.John Wiley & Sons, Inc. 2008.

NIKAEDO, P. H. L.; AMARAL, F. F.; PENNA, A. L. B. Caracterização Tecnológica de Sobremesas Lácteas Achocolatadas Cremosas Elaboradas com Concentrado Protéico de Soro e Misturas de Gomas Carragena e Guar. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. vol. 40, n. 3, jul./set., 2004.

NUNES, M. C. D.; MURATA, L.T.F; ALCANTARA, M. R S.; GERMANO, M. I. S.; GERMANO, O.M.L. Avaliação das sobremesas lácteas: características que podem comprometer a garantia de qualidade. Higiene Alimentar, São Paulo, v.12, n.58, p.41-48, 1998.

Elaborado por:

Érica R. Alssuffi – Gerente Técnica 

Marcus W. Lempk   - Especialista técnico em laticínios

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint