ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Ferramenta Nova Para Gestão na Pecuária Leiteira

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 24/02/2021

2 MIN DE LEITURA

0
2

Já não é de hoje essa demanda, há muito tempo é um desejo do produtor de leite possuir certa previsibilidade do seu negócio de forma prática e simplificada, sem ter que analisar vários relatórios do segmento que são apresentados em vários meios de comunicação especializados no setor.

O Conselho Paritário Produtores e Indústria de Leite do Estado do Rio Grande do Sul, vêm preparando um projeto que há anos vem sendo gestado e foi apresentado ao Conseleite o plano de criação de um indexador de custo de produção do leite no Rio Grande do Sul, a metodologia que foi apresentada ao colegiado, vem sendo desenvolvida pela Emater em parceria com o Departamento de Economia e Estatísticas do governo do Estado.

A ideia é ter um levantamento robusto com dados coletados em todo o Rio Grande do Sul. O indexador seguirá o sistema de outros indicadores de preço. A expectativa é que, em um primeiro momento, o levantamento seja avaliado internamente e que a divulgação oficial ocorra ainda em 2021. Sendo que a partir de agora a proposição entra em fase de ajustes finos e o índice deverá ser divulgado mensalmente e deverá refletir a realidade do campo.

O índice é capaz de estabelecer, seguindo os níveis de variação do mercado, o poder de compra de uma moeda e segundo os pesquisadores responsáveis pela criação, desde já estão bem estabelecidos os diferentes valores que compõe o indexador, como serviços e insumos que formam o custo ao produtor. Tipo alimentação animal, mão de obra, medicamentos, combustíveis e energia elétrica.

Ainda existirá uma segunda etapa do projeto que será a identificação dos produtos e das quantidades utilizadas no sistema de criação dos animais e coleta de leite para pesquisa dos preços no mercado, a ideia da Emater nessa fase é de aplicar questionários junto a cooperativas e comercio varejistas.

Autoridades representantes do setor lácteo gaúcho comemoram a inciativa e o projeto ainda mais capitaneado por instituições competentes que estão elaborando o índice através de um levantamento técnico e metodológico.

“Esse é um projeto antigo dentro do Conseleite e será mais uma ferramenta, junto com o valor de referência, para que o setor possa avaliar e planejar as suas ações e auxiliar principalmente o produtor que tanto necessita de uma previsibilidade”, colocou o secretário-executivo do Sindilat, Darlan Palharini.

A notícia, informou o presidente do Conseleite, Rodrigo Rizzo, é um grande avanço na compreensão sobre a rentabilidade da atividade leiteira.

Aguardamos os avanços desta ferramenta que certamente será de grande valia ao produtor de leite em seu planejamento.

Boa lactação!

 

                                                                                    Lissandro Stefanello Mioso

Consultor Técnico/Comercial

Médico Veterinário

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint