ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

O desafio do pequeno produtor e a melodia da matemática

POR RODRIGO LUIS SECHI

RODRIGO SECHI

EM 04/12/2020

1 MIN DE LEITURA

11
5

Atualizado em 03/12/2020

Por muitos anos me dediquei a trabalhar com pequenos produtores de leite, pessoas com as quais aprendi muito mais do que ensinei. Sempre vi esta atividade pelos olhos de quem está em uma das pontas do negócio, o produtor. Há alguns anos me convenci, que a melhor alternativa para compensar a pouca produção de leite, é sem dúvida a qualidade do produto. Pensando assim, trabalhamos nesta linha: produto ótimo, preço bom, equilíbrio entre produção e renda. Hoje, porém – e não estou indo contra tudo que penso e que já escrevi a respeito deste tema – deparo-me com uma situação, a qual estarei compartilhando com todos que estão lendo minhas palavras.

Recorrente a algumas mudanças, atualmente trabalho mais com números do que com seringas, minha rotina passou a ser mais em escritório do que em fazendas. Consequentemente, tive que adaptar-me às novas mudanças, olhar a atividade por um outro ângulo, analisar a cadeia do leite pelo lado dos números. Neste processo que, todavia, estou aprendendo, uma expressão me chama muito a atenção: “os números cantam” dizem. Vejamos a propriedade rural como um conjunto musical e o nosso produto (leite) como uma linda música.  

No atual cenário que vivemos – e não somente me referindo a pandemia e toda a mudança que ela nos trouxe – produzindo leite no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, devemos estar bem afinados com os números da propriedade. Pensemos em uma propriedade assim como em um conjunto musical. Os instrumentos devem estar em perfeita ordem, os integrantes do conjunto devem estar em perfeita sintonia, as notas musicais devem ser executadas com extremo profissionalismo, dedicação, planejamento e entendimento das notas, afinal, ninguém paga entrada para um baile onde a música é ruim.

Assim como eu tive que me adaptar aos números, e aprender a escutar a melodia da matemática, tantos outros também a farão, ou já o fazem. Matemática não é um bicho de sete cabeças, temos que vê-la como uma linda música, em um baile cheio de pessoas na pista dançando. Já sabemos dançar, agora devemos aprender a comandar o baile.

E aí na sua propriedade, como a música está tocando? Compartilhe com a gente! wink

11

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

NEMOENIO BARBOSA DA SILVA

CACIMBINHAS - ALAGOAS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/12/2020

Gostei ótimo texto
SALVADOR ALVES MACIEL NETO

RIO PRETO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/12/2020

Parabéns Rodrigo pela sua postagem, quem aprender a ler os números consegue entender a propriedade e descobrir onde estão os gargalos da produção e como melhora-los.
Medir produção individual, relacionar com o tempo de parição, acompanhar o intervalo entre partos, dentre outros valores é muito importante, e o serviço de anotação e avaliação dos dados não é necessário apenas para o grande produtor, é necessário também para o pequeno.
quem não anota , não avalia e não melhora os índices vai sair do mercado
JOÃO LEONARDO PIRES CARVALHO FARIA

MONTES CLAROS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/12/2020

Gerenciar tem que ser constante na vida do produtor de leite, seja ele grande, médio ou pequeno!
JÚLIA D. LIMA DIAS

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 06/12/2020

Se me permite outra metáfora, se os números cantam, os pequenos produtores se juntem e formem uma orquestra. Trabalho a muitos anos com pequenos e médios produtores também, e o poder de compra e de negociação de produtores isolados é muito ruim. Tanto para a compra de insumos, quanto para negociação de venda do leite. As tradicionais cooperativas aqui em Minas Gerais estão com cada dia menos importância, pelo menos no sul do nosso estado. Mas associações dinâmicas e clubes de comprar têm ganhado algum espaço. Para o pequeno e médio produtor acredito que a saída passa obrigatoriamente por aí.
NELSON JESUS SABOIA RIBAS

GUARACI - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 05/12/2020

Pensei que ia dar alguma dica. Aqui faço conta de tudo, no máximo empato!!
RODRIGO LUIS SECHI

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 05/12/2020

Fico muito feliz que esteja fazendo os cálculos assim como estas comentando, se estas empatando, minha dica é, observe bem teus números, reveja todos os detalhes, mude o ângulo de visão, tenho certeza que está no caminho certo.
CARLOS ALBERTO MACHADO

PORTO ALEGRE - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/12/2020

Também pensei a mesma coisa que você Nelson. Que viria alguma dica!!!
ELIAS TUNON VILLARRETA

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 04/12/2020

Boa tarde Rodrigo, perfeita sua metáfora, ou matefora. Ou se aplica a matemática, ou estaremos fora.
RODRIGO LUIS SECHI

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 05/12/2020

Isto mesmo, vejo muitas propriedades evoluindo assim como os profissionais, matemática basica é o que tenemos fazer. Nada complicado.
MARIUS CORNÉLIS BRONKHORST

ARAPOTI - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 04/12/2020

Bom dia Rodrigo
Realmente a matemática não é difícil , hoje passo mais tempo fazendo contas do que outra coisa .
Como você diz o baile e a música , em muitos bailes já fui e muitas músicas dancei horas a fio , que coisa boa e muito saudável .
Podemos sim comparar com a propriedade rural .
Abraço
RODRIGO LUIS SECHI

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 05/12/2020

Assim mesmo, tentei mostrar aqui a importância de levar os registros e os números todos em ordem, uma grande dificuldade que vejo justamente é esta.
MilkPoint AgriPoint