FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

William Mazzucatto: "após pesquisas, lançamos o 1º whey que vira iogurte grego do país"

RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

EM 25/04/2018

4 MIN DE LEITURA

2
2

Atualizado em 25/04/2018

William Mazzucatto, 23 anos, desde criança sonhava em ser empreendedor. Começou a trabalhar muito cedo em uma empresa que distribuía queijos e depois dessa experiência, partiu para a área de suplementos alimentares. “Eu fui contagiado pelo estilo de vida saudável, a pratica de exercícios físicos e a suplementação. Foi quando eu conheci o whey protein e me encantei com o mesmo por ser uma ótima fonte de proteínas. Sempre fui muito crítico com os produtos já existentes no mercado, pois os encontrava com sódio demais, corantes em excesso, carboidratos em quantidades desproporcionais, entre outros. Comecei a pensar em um produto que seria interessante para mim e não achava nada no mercado que fosse tão natural quanto eu queria que fosse”.

Em um determinado dia, William estava degustando um iogurte grego e a extensa lista de ingredientes chamou a sua atenção, o que para ele, não parecia ser atrativo. Após isso, iniciou algumas pesquisas sobre a categoria de alimentos e notou – via comentários de consumidores em páginas de outras marcas – que existia uma demanda por um whey protein mais agradável e leve.

“Fui unindo os pontos e me questionando: por que não um whey com sabor de iogurte grego que não necessariamente precisa ser ‘tomado’? E se fosse um produto no qual os consumidores apreciassem de colher?” Assim, ele foi desenvolvendo a ideia inicial e lapidando o produto. “Quem não gosta de morango? E se colocássemos sementes de chia para gerar uma ‘crocância’ e explorar a funcionalidade desse ingrediente?”.

O produto começou a tomar proporções maiores e por que não torná-lo também uma fonte de minerais, como o cromo? A principal função deste mineral é auxiliar a insulina – hormônio secretado pelo pâncreas – na distribuição do açúcar proveniente dos alimentos.  “Passamos a estudar uma fórmula com um pouco mais de goma para que na hora que ela fosse misturada com a água, se tornasse um iogurte grego, bem cremoso e possível de ser utilizado em várias receitas. Foi assim que lançamos o primeiro produto da Forseek, o Grego Protein, idealizado para aqueles que recarregam as suas energias diariamente com uma boa dose de estilo de vida e informação”.

forseek - o whey que vira iogurte grego
William Mazzucatto, 23 anos, desde criança sonhava em ser empreendedor

William destaca que a Forseek servirá como uma plataforma para a criação de outros produtos na área de suplementação e - com relação ao grego - a equipe já está determinada na prospecção de novos sabores. “Com o nosso negócio, estamos tentando dar uma outra cara para o whey protein e aliar o fato de que boa parte das pessoas consome e se simpatiza com os iogurtes. Eu li várias pesquisas e o iogurte é o snack preferido das tardes, mas, ainda há uma lacuna no segmento dos lácteos com um maior teor de proteínas. Queremos mostrar que todos podem consumir proteínas de qualidade, não apena o pessoal fitness. Para quem malha, o produto ‘cai como uma luva’, mas, para quem não malha, nada impede de ser consumido com um acompanhamento nutricional adequado. De maneira resumida, estamos agregando valor aos lácteos”, completou.

forseek - o whey que vira iogurte grego

Para a produção do Grego Protein, a Forseek terceirizou uma indústria em Xanxerê/SC com todas as especificações técnicas necessárias, maquinários e padrões de qualidade exigidos. Atualmente o produto - que tem como fornecedora de matéria-prima a Glanbia Nutritionals - já está em mais de 150 pontos de venda no país, porém, com movimentos de expansão, visto que oficialmente a marca estreou no mercado há seis meses. “Para nós foi um ‘super boom’ já que o público se mostrou muito receptivo. A marca pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, empórios e nosso giro está sendo incrível”, comemora.

Mensalmente, a quantidade de Grego Whey produzida é de meia tonelada, mas com perspectivas de dobrar o volume muito em breve a medida em que a distribuição ‘alça voos maiores’. O investimento inicial necessário para o negócio, que é considerado uma startup, foi de R$ 20 mil, valor focado nas pesquisas e desenvolvimento e ações em pontos de vendas para ampliar a disseminação.

“Passamos a trabalhar o produto com profissionais da área de nutrição e apoiaremos eventos de esportes. Nosso vício é trabalhar com inovação e o lançamento do Grego Whey demonstra isso, já que somos pioneiros e a marca é 100% nossa. Temos um compromisso com a qualidade, somos muito fiéis às nossas lojas e buscamos pontos de venda com o nosso perfil. Nossa equipe é jovem, reduzida e todos fazem de tudo um pouco: marketing, vendas, finanças, logística e distribuição. O nosso escritório fica em São Paulo/SP, assim como, a empresa distribuidora”.

forseek - o whey que vira iogurte grego

Composição do Grego Protein

Ele é composto por nove ingredientes, não possui glúten, corantes e gordura saturada, é adoçado naturalmente com stevia e é uma fonte de cromo. Além disso, apresenta baixo teor de sódio e carboidratos de baixo índice glicêmico. As sementes de chia e a polpa de fruta são naturais. A embalagem escolhida é clean e contém apenas as informações necessárias.

Forseek não tem uma tradução literal. Segundo William, assim como as nuvens, ‘que nunca têm formato definido’, FOR - SEEK é PARA: antenados, engajados, determinados e idealizadores.

trofeu agroleite 2018

RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

Zootecnista pela FMVZ/UNESP de Botucatu e Coordenadora de Conteúdo do MilkPoint.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

NELSON JESUS SABOIA RIBAS

GUARACI - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/04/2018

Beleza! Tem leite na composição?
RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

PIRACICABA - SÃO PAULO

EM 25/04/2018

Olá Nelson! Tudo bem?

O whey protein é um derivado do soro lácteo. Abraços e continue participando conosco!
MilkPoint AgriPoint