FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Na produção de leite a pasto, uso cana ou silagem?

Em tempos passados fui chamado a uma propriedade rural produtora de leite. Quando cheguei lá, o proprietário me perguntou uma coisa. O que eu dou às minhas vacas no inverno? Primeiramente vamos esclarecer uma coisa. Vaca come. Vaca não dá leite e sim produz leite. Se ela não come ela não produzirá. Então é importantíssimo produzir alimentos para que os animais produzam leite. Segundo algumas pessoas, o leite entra pela boca. Mas em relação ao caso do produtor que me pediu a informação, no verão, os seus animais ficam no pasto, e no inverno, é necessário utilizar alimentos conservados. Sendo assim, partindo deste ponto, vamos aos itens importantes.

Senhores, quando uma vaca está em pasto, ela vai em busca sozinha do seu próprio alimento. Para tanto, o custo deste alimento é reduzido consideravelmente em relação ao custo de um alimento conservado, seja silagem ou até mesmo a cana.

Analisando as opções de alimentos conservados temos dentre eles a cana, a silagem de milho, de sorgo ou capim e, ainda, o feno. Senhores, não irei nem perder tempo em falar de fornecimento de feno para vacas que produzem leite em pasto, pois o feno é muito caro e uma vaca que produz leite em pasto provavelmente não o pagará com a sua produção de leite.

Vamos agora ser um pouco mais realistas e falar de silagem. Silagem é o produto da conservação de alimentos úmidos, em ambiente sem oxigênio, denominados silos. É verdade que para produzir silagem temos que ter certos ajustes, pois certos erros não são permitidos. Sendo assim, e, por este motivo, a silagem é cara. Para exemplificarmos, um kg de massa seca de pastagem custa por volta de R$ 0,12; o feno R$ 0,60 para produzir e para comprar, mais que R$ 1,00; silagem de milho por volta de R$ 0,36; silagem de sorgo R$ 0,24; silagem de capim R$ 0,21 e cana R$ 0,16.

Analisando esses valores acima, o que vocês acham que eu respondi ao produtor? Antes de finalizarmos a resposta, será que somente o preço deve ser avaliado?

Lá vamos nós brincar mais um pouquinho. Um carro 1.0 pode ser turbinado? Pode sim, mas ele não vai correr tanto assim. Não seria melhor turbinar um 2.0? Seria sim, mas este corre muito e vai gastar muito. Mas não quero que corra? Mas será que não gastando muito não é melhor ir com o 1.0 mesmo?

Calma, não estou querendo colocar mais dúvidas e sim soluções. Um animal em pasto, geralmente é um animal com produção máxima por volta de 25 a 30 kg de leite dia. Então não é um 1.0, mas sim um 1.6 sim, uma vaca que produz leite a baixo custo. Uma vaca mais rústica que exige menos e produz certa produção de leite. Então senhores, colocar feno para uma vaca de leite em pasto é o mesmo que turbinar um carro 1.0.

Ensino mas aprendo muito também com as minhas assistências. No caso citado acima, o produtor me perguntou e eu disse. Plante cana. No inverno, triture diariamente no cocho e acrescente ureia. Surpreendentemente, a resposta dele foi: “já comprei semente de milho e vou fazer silagem”. Eu sei que muitos podem perguntar o porquê não intervi na decisão. Senhores minha assistência é para ajudar e orientar e por isso devemos respeitar. O que fiz naquele momento é orientar, orientar e orientar. Mas qual foi a orientação?

Orientei naquele momento alguns pontos que descrevo agora. Primeiramente, silagem é cara. Sim caro para fazer. O produtor disse naquele momento que tinha trator e o óleo diesel, teria que comprar, mas era tranquilo. Depois falou que tinha uma máquina forrageira e eu disse: “Está boa?” Ele disse: “ótima”. Perguntei de novo: “E o adubo de plantio?” Ele disse: “eu já comprei”. Senhores, não ficarei aqui falando muito, mas devo salientar que quando a silagem ficou pronta ele já não tinha tanto ânimo assim. O trator quebrou, o adubo ficou caro, a forrageira estava péssima e ele cortou o milho em partículas grandes, ou seja, sem muito sucesso. A silagem ficou até que boa, mas o resultado final não foi o que esperavam. Sabe por quê? A silagem era o turbo e as vacas um carro 1.0.

Depois de algum tempo com assistência fui conversando com ele até que em determinado momento fui dispensado, não por erro e sim pelo fato de que o produtor desanimou. Mas para minha alegria ele me chamou outra vez na propriedade depois de um ano e quando cheguei lá, ele me levou na área gradeada e me disse assim: área pronta para a cana.

Para finalizar a conversa sobre o que escolher vai aqui algumas de nossas dicas: em primeiro lugar o custo é importante sim. Se a silagem é mais cara, a vaca precisa produzir mais leite para pagar o custo desta silagem. Se a cana é mais barata a vaca dará menos leite e então tenho que suplementar mais este animal, não somente em quantidade e, também, na porcentagem de energia e proteína no concentrado. Feno não deve ser uma opção pelo fato do preço. Deve ser a última opção e somente em casos extremos. Cana é muito bom para vaca de baixa produção, pois atende pequenos produtores por ser mais rústica, menos exigente e acessível a baixa tecnologia.

Grandes produtores não devem optar pela cana em função da grande mão de obra em cortar cana todos os dias, mas se tiverem trator, o processo facilita e muito, podendo ser uma opção. Com a cana bem picada associada ao concentrado bem formulado, uma vaca pode produzir 25 litros tranquilamente, se tiver genética. Assumo sem medo esta informação. Para vacas mais produtoras de leite, esqueça a cana. Silagem de sorgo é uma boa opção para leite? Na minha opinião, não. O grão de sorgo é pequeno e se não ser bem processado, passa direto no rúmen e não é aproveitado. Difícil trabalhar com o sorgo, principalmente em uma lavoura cheia de pássaros que comem o grão de sorgo. Sem contar que a qualidade da silagem diminui em função disso.

Silagem é ótima e fácil de trabalhar, mas o sistema precisa acompanhar. Já a cana, permite mais erros. Não faça silagem de cana ao menos que esta venha a se perder por algum motivo. Cana é um silo em pé. Corte-a todos os dias durante a seca. Por fim, planeje. Pense, analise e faça a coisa certa. Por favor, não se esqueça de pensar um pouco, combinado? Se não conseguir sozinho, chame um técnico.

Você tem alguma experiência na sua propriedade nessa área? Compartilhe conosco!

 

MARCO AURÉLIO FACTORI

Professor na UNOESTE - Presidente Prudente
Zootecnista, Dr. em Zootecnia pela FMVZ/UNESP - Botucatu SP. Manejo de Pastagens, Conservação de Forragens e Nutrição Animal com foco em nutrição de Ruminantes.

26

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 03/06/2019

Prezado Carlos

A silagem de milho é uma boa escolha, mas na sua região, tente buscar mais informações sobre a de sorgo em função da produtividade por hectare. Att. Marco Aurélio Factori
CARLOS SIDNEY OLIVEIRA SOUZA

IBICARAÍ - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 03/06/2019

Qual a melhor silagem para aumentar produção de leite?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 12/03/2019

Prezado José

Desconheço esta exigência. Att. Marco Aurélio Factori
JOSE L M GARCIA

AGUAÍ - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 11/03/2019

Por acaso está sabendo de algo com relação a exigência da DANONE para ter somente leite de gado a pasto ao invés de gado confinado ?

Agradeço

Jose Luiz M Garcia
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 21/01/2019

Prezado José Dias

Enviei um e-mail ao senhor e o mesmo voltou. Por favor entre em contato comigo pelo e-mail mafactori@yahoo.com.br Att. Marco Aurélio Factori
JOSÉ DIAS DA SILVA

SANTA FÉ DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 21/01/2019

Olá, Boa tarde! Estou pensando em criar vacas leiteiras. Como faço pra ter a sua assistência? Fico grato. Meu e-mail é josephdassa@hotmail.com
CARLOS ROBERTO DO NASCIMENTO

SÃO TIAGO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/07/2018

Olá Dr. Marco Aurelio,

Gostei muito da sua colocação a respeito dos volumosos.
Tenho um pastejo rotacionado de tifton irrigado, no inverno faço sobressemeadura de aveia e azevem.
Agora vou explorar um pouco seus conhecimentos:
Disponho de feno, ao meu ver, de ótima qualidade uma vez que que a pastajem é muito bem adubada e o corte é feito a cada 18 dias. A secagem é feita obedecendo os critérios para se ter qualidade.
Uma vaca que está produzindo/dia 44kg de leite tendo como volumoso exclusivamente esse feno pode melhorar sua produção? Gostaria que o Dr. me indicasse uma dieta, tendo em vista que o que disponho para concentrado é polpa cítrica, fubá, farelo de soja e caroço de algodão.

Desde já, sou grato
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 25/07/2018

Prezado Carlos

Dependendo do potencial genético e estádio de lactação, sim, pode aumentar a produção.
Mas quanto a dieta, por motivos éticos não poderei fornecer ao senhor. Neste caso, procure assistência técnica pois isto dependerá de muitos fatores de sua propriedade, como manejo e afins, necessitando de um acompanhamento mais de perto. Me desculpe. Att. Marco Aurélio Factori
AFONSO VOLTAN

JALES - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/07/2018

Olá, Professor Marco Aurélio! Parabéns pelo artigo e pelo raciocínio. Sou agrônomo, consultor para pecuária leiteira e tenho orientado meus clientes exatamente sob a mesma ótica que a sua. A vaca tem que produzir o máximo que pode ao menor preço possível. Além dos custos temos também um seríssimo problema que é a "segurança alimentar para as vacas". Uma boa roça de milho pode dar em nada pela ação do clima e já vi muita vaca passar fome por isso. A cana e a capineira são muito mais seguras, embora façam menos leite. Mais uma vez parabéns.
EDUARDO HADDAD

AMPARO - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 23/07/2018

O teor de açúcar(energia) muda com o passar dos meses na planta, por isso na minha opinião, para alimentar animais de menor potencial de produção, silagem de cana é mais eficiente que cortes diarios
WEDER DE LIMA VIEIRA

GOIÂNIA - GOIÁS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/07/2018

Bom dia. Artigo muito bem escrito, acredito que a abordagem ajuda e muito a compreensão. No entanto descordo da operação de não ensilar a cana, pois essa operação ajuda e muito no operacional da fazenda. O rendimento muito bom deste volumoso ajuda a melhorar o custo de fornecimento de volumoso, mas o corte diário costuma inviabilizar operacionalmente a propriedade em relação a mão de obra, e a ensilagem ajuda nesse aspecto.
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 23/07/2018

Prezado Weder

Concordo com você, sobre o ponto operacional. Aí sim a cana pode ser ensilada mas, de forma geral, concordo em analisar muito bem as opções pois o custo operacional deve ser levado em consideração, sempre. Att. Marco Aurélio Factori
MARCIO ROBERTO DE MACEDO OLIVEIRA

SÃO GABRIEL DO OESTE - MATO GROSSO DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 20/07/2018

Muito bom texto professor Marco Aurélio.
Acredito que em qualquer atividade, e na leiteira não é diferente, a visão final é o lucro. E para o pequeno produtor com certeza a cana é a que tem custo de produção menor.
DIOGO VALERIO KRAUSS REIS VIEIRA

HELIODORA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/07/2018

bom dia professor, a insegurança que eu tinha de plantar a cana acabou , depois que li seu artigo.
Fiz um curso rapido sobre o uso de uréia na cana, acho que pode ser um bom começo...
obridado !!!
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 23/07/2018

Prezado Diogo.

Eu que te agradeço pelas considerações. Att. Marco Aurélio Factori
ELIEZER FURTADO DE CARVALHO

GOIÂNIA - GOIÁS - PESQUISA/ENSINO

EM 20/07/2018

Artigo muito bom. Mas, no meu modo de ver, faltou orientar sobre as precauções quanto à possibilidade de ocorrência de diarreia, caso as vacas não sejam previamente adaptadas para alimentação com cana. E, caso ocorra a diarreia, o processo de tratamento e adaptação.
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 23/07/2018

Prezado Eliezer.

Você está certo. A adaptação não é feita só na cana, mas como temos a ureia junto, o processo de adaptação é muito importante. O foco do texto é sobre os volumosos, mas com certeza seu questionamento deve ser levado em consideração sim. Vamos pensar em escrever algo sobre isso também. Muito obrigado. Att. Marco Aurélio Factori
ELIEZER FURTADO DE CARVALHO

GOIÂNIA - GOIÁS - PESQUISA/ENSINO

EM 20/07/2018

Considero que foi uma boa orientação, que vale para todos os tipos de produtores de leite.
DÉBORA DE CARVALHO PEREIRA

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 20/07/2018

Silagem pode ser ótimo, mas não deveria nunca ser a opção para produzir queijo! Provoca alterações nos sabores altamente perceptíveis em testes de análise sensorial. O Feno pode ser o mais caro, mas o resultado é o melhor sem dúvidas! Para quem quer transformar leite em queijo, é um caro que sai barato, porque a qualidade, principalmente em queijos de longa maturação, pode ser comparada à um carro de fórmula 1!!! Não podemos esquecer que o melhor queijo só é possível com o melhor leite, e com vacas felizes!!
CIBELE MARIA DINIZ FIGUEIRÊDO GAZZINELLI

TEÓFILO OTONI - MINAS GERAIS

EM 20/07/2018

Débora, você fez essa consideração com relação à silagem de milho, acontece o mesmo com a cana?
CIBELE MARIA DINIZ FIGUEIRÊDO GAZZINELLI

TEÓFILO OTONI - MINAS GERAIS

EM 20/07/2018

Débora, você fez essa consideração com relação à silagem. Por favor, a cana também altera a qualidade do leite? Obrigada
CLEITON ADRIANO SCHOFFEN

SANTO CRISTO - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 19/07/2018

Eis uma questão que muito técnico esquece..o custo! Um dia discuti com um cara por isso....eu disse que é necessário achar o ponto de equilíbrio...porque a partir de certa produção forçada, na base de insumos caros, a margem diminui, e o cara insistia em querer apenas " ver até onde a vaca consegue chegar"! Quando o outro paga a conta é fácil lançar desafios....
LUCAS SAMPAIO

V.B.STSSMA.TRINDADE - MATO GROSSO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 19/07/2018

bom dia amigo,
e a respeito do capim elefante paraiso, qual o valor de custo da tonelada; é melhor fazer silagem, ou cortar in natura. obrigado
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 23/07/2018

Prezado Lucas

Eu acredito que a resposta pode ser as duas coisas. Cortar capim todo dia é uma boa opção no verão, pois temos produtividade em função das condições favoráveis do clima. No inverno o clima é desfaforável e ai sim devemos pensar em silagem, feita, neste caso, no verão. Mas o processo de ensilagem é cara e por este motivo o produto final (capim) se encarece e continua a ser capim. Pense nisso. O ponto custo é muito importante neste caso. Sendo assim, prefiro cortar e dar in natura e reservar outra coisa para o inverno. Pense neste ponto também, além do ponto pastejo deste capim no verão. Esta sim é uma boa saída. Att. Marco Aurélio Factori
THIAGO ABREU FONSECA

SETE LAGOAS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 19/07/2018

Concordo em praticamente tudo o que foi discorrido acima, exceto quando disse que a silagem de sorgo não é uma boa opção para vacas boas produtoras de leite. Em minha experiencia pratica como técnico não região central de minas gerais, sorgo é a melhor alternativa que temos quando comparado a cana principalmente quando não temos sistema de irrigação na propriedade para plantio de milho. Como a região não tem um bom índice pluviométrico a melhor alternativa para sequeiro é o sorgo.
ALISSSON MOURA DE SOUZA

ALEGRE - ESPÍRITO SANTO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 19/07/2018

Bom dia.
Gostei muito do artigo. Atualmente meu sistema de produção e na estação chuvosa pastejo rotacionado é estação seca cana com ureia . Estava pensando mudar a alimentação dos animais para silagem de milho no inverno, pelos custos da silagem de milho, melhor economicamente fornecer cana e ureia no inverno.