ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Quais os impactos da nutrição da vaca na formação de fibras musculares no feto?

EDUCAPOINT

EM 24/01/2019

2 MIN DE LEITURA

0
1
Diversas pesquisas têm sido realizadas para demonstrar que a nutrição de vacas durante a gestação tem impactos diretos no desempenho futuro dos bezerros. Entre eles, podemos citar os impactos no desenvolvimento fetal, na imunidade, no peso à desmama, no ganho de peso, na qualidade da carcaça, na fertilidade, entre outros.

Sabe-se que 75-80% do crescimento fetal se dá no último terço de gestação e, por este motivo, muitos acreditavam que este era o momento crucial para se investir na nutrição e suplementação das fêmeas gestantes, negligenciando os terços inicial e intermediário da gestação.

No entanto, o primeiro e segundo terços de gestação são muito importantes no desempenho futuro do bezerro. No primeiro trimestre, por exemplo, ocorre a formação da placenta – que é o “veículo” de transferência de nutrientes da mãe para o feto. É nesta fase também que os órgãos do feto são formados, e quando ocorre a primeira onda de formação de fibras musculares (miogênese).

No segundo trimestre de gestação ocorre uma segunda onda de formação de fibras musculares. Ou seja, a hiperplasia ocorre apenas nestes dois momentos da formação do feto: primeiro e segundo trimestres de gestação. A partir desta fase, não é possível produzir mais fibras musculares, como mostra a Figura abaixo.

Assim, depois que o bezerro nasce, não é possível aumentar o número de fibras musculares da sua carcaça, apenas proporcionar o crescimento das fibras já existente (hipertrofia). Desta forma, uma restrição nutricional da fêmea no primeiro e segundo terços de gestação reduz a miogênese, diminuindo o número de fibras musculares e massa do feto.

Já no terço final de gestação ocorre a hipertrofia muscular, bem como a formação da massa de gordura (adipogênese). Assim, uma restrição nutricional da fêmea gestante, nesta fase, reduz a adipogênese e, consequentemente, o marmoreio muscular. Além disso, reduz a hipertrofia e, com isso, o peso ao nascimento.

Assim, fica claro que qualquer restrição alimentar no primeiro e no segundo terço da gestação afeta o crescimento muscular desse animal em sua vida produtiva.

Se quiser saber mais sobre programação fetal, acesse o artigo abaixo:

Programação fetal: por que é importante entender?

Se quiser entender melhor como a nutrição e a suplementação das vacas - nos diferentes estágios de gestação - podem comprometer os resultados em produção, reprodução e sanidade da progênie, confira o conteúdo completo do curso on-line Impactos da nutrição materna no desempenho futuro do bezerro, ministrado pelo Pesquisador Associado da Oregon State University, Rodrigo Marques.

O curso faz parte da plataforma EducaPoint, que já oferece mais de 130 cursos diferentes! O melhor de tudo é que você pode garantir o acesso a esse curso e a todos os outros com apenas uma assinatura! Confira aqui como fazer isso.
 

Mais informações:

contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
www.educapoint.com.br
Baixe o aplicativo para celular

Dúvidas, críticas ou sugestões de temas? Envie um e-mail para  contato@educapoint.com.br

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint