FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

OnFarm recebe aporte de fundo de investimento

POR RAQUEL MARIA CURY PEREIRA

AGTECH GARAGE

EM 05/11/2019

2
8

A OnFarm, startup lançada há pouco mais de 1 ano (Interleite Brasil em 2018), residente na Agtech Garage, em Piracicaba/SP e que atua na detecção de agentes causadores de mastite bovina na fazenda recebeu recentemente um investimento do Fundo 10b, gerido pela Tarpon.

Previsões de expansão com o fundo de investimento

Com o capital recebido, cujo montante não foi divulgado, a OnFarm pretende fomentar a solução atual, expandir a produção dos equipamentos, fazer investimento em software, e principalmente aumentar e qualificar a equipe.

“Temos em nosso radar outros produtos, sempre focados no empoderamento do produtor para que ele tome as melhores decisões na fazenda. Inclusive, o nome OnFarm significa ‘estar dentro da fazenda’. Queremos que o homem do campo gere informações de maneira mais rápida na sua propriedade para que assim, tome decisões mais assertivas, ganhe mais dinheiro e produza um leite de melhor qualidade. Nosso intuito é aproximar as informações de onde elas realmente são utilizadas. Acredito que seja uma tendência algumas análises passarem a ser feitas diretamente dentro da porteira”, contou Laerte Cassoli, sócio-fundador e CEO da OnFarm, que possui como outros sócios fundadores Eduardo Pinheiro, atualmente diretor técnico, e Cristian Martins, diretor de pesquisa e inovação. O time ainda contou com a mentoria do Prof. Marcos Veiga dos Santos do Qualileite/USP, e que participa atualmente como membro do conselho de administração.  

Trajetória da OnFarm desde o lançamento

Segundo ele, o negócio vem crescendo de forma exponencial e em outubro, foram alcançados 299 clientes, com mais de 386 fazendas sendo atendidas pela solução. “Temos consultores que possuem a ferramenta para atender várias fazendas e sabemos que a tecnologia gera um benefício facilmente percebido pelos produtores. Lançamos no momento certo, temos um time com alta capacidade de execução, e agora o capital necessário para alavancarmos o negócio.”

Laerte afirmou que alguns episódios marcaram bastante a história da startup. “Alguns membros do time vinham trabalhando há mais de 4 anos com a tecnologia, com vários estudos científicos a respeito da técnica de cultura na fazenda. Fizemos a primeira reunião via Skype em Abril/18 para cogitar a possibilidade de levarmos algo para o mercado, e em alguns meses depois, estávamos com uma solução completa, envolvendo equipamentos e software. Conseguimos traduzir todo o conhecimento, num produto simples e fácil de ser utilizado”.

Para Laerte, uma das vantagens é que o produtor que se torna adepto à solução proposta pela OnFarm logo percebe o benefício. “Quando um produtor detecta mastite clínica em alguma vaca, geralmente faz uso de antibióticos. Esse inclusive era um dos cincos pontos do programa de controle de mastite proposto pelo NMC nos anos 60. Aprendemos dessa forma, mas hoje a tecnologia e a ciência nos mostram que podemos fazer diferente. Com a nossa solução, quando aparece uma vaca com mastite clínica, coleta-se uma amostra e em 24 horas temos o resultado. A partir dele, confirma-se a necessidade ou não de uso de antibióticos. Hoje com mais 15 mil casos de mastite clínica já monitorados, observamos uma redução potencial de 50% no uso de antibióticos. Vale esclarecer que não somos contra o uso de antibiótico. Muito pelo contrário, eles são fundamentais para a produção animal e por isso, temos de promover o seu uso racional. Nem mais, nem menos”.

Com relação ao diferencial da OnFarm, ele pondera que a cultura na fazenda não é algo novo, mas, a inovação proposta pela startup busca construir uma solução que traga simplicidade e segurança para a realização desse tipo de análise na propriedade, sem necessidade de investimentos e com baixo custo operacional.

A inovação também é percebida no modelo de negócio, ou seja, na forma como ela comercializada. O produtor opta por um dos planos disponíveis e a partir de então passa a pagar uma mensalidade para uso do sistema, não sendo necessário nenhum tipo de investimento em infra-estrutura ou equipamentos. ”Desde as primeiras reuniões de planejamento definimos que a OnFarm não ‘venderia placas’, mas sim ofereceria um serviço de monitoramento e diagnóstico”, destaca Laerte.

Para Marcelo Carvalho, CEO da AgriPoint e Co-Founder do Agtech Garage, onde a startup está localizada, o investimento do 10b na OnFarm tem vários significados: “o primeiro deles é o fato da cadeia do leite ser o foco, coisa que normalmente não ocorre quando se fala em agricultura 4.0. Isso atesta o que temos falado – o leite será a cadeia com a maior transformação tecnológica nos próximos anos. Segundo, valida a startup, que tem um serviço cujo benefício é mensurável e está apoiada em um time complementar e com experiência na área; e, terceiro, reforça a importância de se estar inserido em um ambiente de troca de experiências e muita conexão, representado pelo AgTech Garage, que hoje tem cerca de 23 startups do agro”, explica.


Marcelo Carvalho, CEO da AgriPoint e Co-Founder do Agtech Garage, Laerte Cassoli, sócio-fundador e CEO da OnFarm e José Augusto Tomé, Co-Founder do Agtech Garage. Créditos da foto: João Antônio dos Santos. 

10b e as perspectivas para a cadeia do leite

Para Marcelo Guimarães Lopo Lima, CEO da Tarpon Investimentos e sócio-fundador do 10b, as demandas dos consumidores impactarão cada vez mais as dinâmicas produtivas no agronegócio como um todo.

“Enquanto a indústria observa com atenção as mudanças nas tendências de consumo, a capacidade de adaptação e resposta do produtor rural a essas tendências têm sido limitadas pelos desafios da atividade e estrutura da cadeia. Na pecuária como um todo não é diferente, e no leite a escala desse desafio é ainda maior. O que observamos é que a adoção de tecnologias trará velocidade na capacidade de resposta do produtor de leite às demandas do consumidor e terá um papel importante na mitigação dos riscos e desafios da atividade. O futuro da cadeia do leite será marcado por um protagonismo cada vez maior do produtor em uma ponta da cadeia e do consumidor na outra, com tecnologias como as oferecidas pela OnFarm como principal elo entre eles”, opinou.

A pecuária leiteira é o setor onde o fundo enxerga as melhores oportunidades e é por isso que um dos objetivos é acelerar ainda mais o crescimento dessas soluções, garantindo a sustentabilidade desses negócios no longo prazo. O fundo visualiza a OnFarm daqui alguns anos como líder no desenvolvimento e fornecimento de soluções tecnológicas escaláveis focadas dentro do ambiente da fazenda, que empoderam o pecuarista e trazem ganhos econômicos diretos.

Marcelo não descarta o interesse do 10b em outras startups ou empresas envolvidas com a pecuária de leite e ressalta que contam cada vez mais com a expertise dos especialistas do setor, produtores e técnicos para o mapeamento de oportunidades. “Em linhas gerais, buscamos soluções focadas no produtor, que tragam ganhos econômicos diretos para o mesmo e que ofereçam um modelo de negócios que favoreça a adoção dessas soluções por produtores de perfis variados”.

Tarpon

A Tarpon atualmente administra R$ 4,5 bilhões e possui um histórico de 17 anos de investimentos em companhias de diversos setores. O 10b é focado em escalar soluções para problemas relevantes do agronegócio brasileiro e mundial a partir de inovações e, no agro, companhias como BrasilAgro, BRF e Kepler Weber são alguns dos exemplos que receberam seu aporte.

RAQUEL MARIA CURY PEREIRA

Zootecnista pela FMVZ/UNESP de Botucatu e Coordenadora de Conteúdo do MilkPoint.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MATOZALÉM CAMILO

ITUIUTABA - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 11/11/2019

Somos usuários da OnFarm e realmente agrega muito valor na nossa prestação de serviço ao produtor de Leite. A nossa empresa Consuppel tem obtido bons resultados com os produtos OnFarm. Parceria com via de mão dupla, onde quem ganha mais é o produtor de leite, que resolve rapidamente o seu problema de qualidade do leite sem sair da fazenda, com comodidade, eficiência e custo competitivo.
Matozalém Camilo
Med. Veterinário
Ituiutaba-MG
AMANDA NERI DE SOUZA

CARMO DO PARANAÍBA - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 06/11/2019

Empresa de grande sucesso! Obrigada por contribuírem tanto para a melhoria da qualidade de leite no campo!