FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Fundamentos para a produção intensiva de cordeiros

PRODUÇÃO

EM 28/01/2010

0
0
No Brasil, o agronegócio da carne ovina apresenta um enorme potencial de expansão, sustentada pela alta demanda do mercado doméstico e pela limitada oferta no mercado internacional. Dessa forma, a produção de carne ovina apresenta-se no contexto do agronegócio, como uma grande alternativa capaz de gerar emprego e renda, e competir com outras alternativas de uso da terra.

A cadeia produtiva da carne ovina é uma cadeia relativamente nova no Brasil, que possui um enorme potencial de crescimento horizontal e vertical, desde que o seu desenvolvimento ocorra naturalmente, buscando uma melhor coordenação e organização entre os elos, assim como, uma maior equidade na participação de seus principais agentes. No entanto, a concentração de forças é um processo praticamente irreversível, cabendo ao setor produtivo se mobilizar e se adequar à realidade vigente e vindoura.

Fundamentos para a produção de cordeiros

O processo de intensificação dos sistemas de produção não está relacionado apenas ao aumento de produtividade, mas também, ao encurtamento do ciclo produtivo, com liberação antecipada do produto para o mercado trazendo dinamismo ao giro de capital da empresa. Com isso, nos modernos sistemas de produção de carne ovina, buscam-se animais cruzados, com alto potencial genético para ganho de peso e um sistema de terminação eficiente, para obtenção de maior quantidade de carne com qualidade, no menor espaço de tempo e a custos competitivos.

O desempenho reprodutivo do rebanho materno, a taxa de crescimento de seus cordeiros e o nível nutricional disponível para ambos estão entre os principais componentes responsáveis pelo sucesso na produção de ovinos. No entanto, somente o aumento do número de cordeiros nascidos não é suficiente para o incremento da ovinocultura de corte. O nascimento de animais com maior velocidade de ganho de peso, mais eficientes na utilização dos alimentos e com qualidade de carcaça superior se faz necessário, podendo ser conseguido, utilizando-se cruzamentos e manejo nutricional adequado das ovelhas em suas diversas fases fisiológicas (crescimento, gestação e lactação).

Para ovinos destinados à produção de carne algumas características desejáveis precisam ser consideradas, destacando-se: o desempenho reprodutivo da ovelha, a velocidade de crescimento do cordeiro e, a conformação e rendimento da carcaça. Deve ser realizado um manejo adequado para a concretização dessas características e o instrutor Daniel de Araújo Souza do Curso Online Produção intensiva de cordeiros: do nascimento ao abate sugere três caminhos que podem ser adotados:

1 - Seleção dessas características dentro de um grupo genético disponível, buscando-se ovelhas com maior fertilidade, natalidade e produção de leite e cujos cordeiros tenham eficiência no uso do alimento disponível e apresentem boa conformação e rendimento de carcaça;

2 - Utilização de grupos genéticos com essas características já fixadas, ou a formação de um novo grupo genético, incorporando ao seu patrimônio genético estas características;

3 - Utilização de cruzamentos terminais.

Se você se interessou pelos conceitos expostos acima, e quer conhecer mais sobre todos os aspectos relacionados a produção intensiva de cordeiros do nascimento ao abate, conheça e participe do Curso Online Produção intensiva de cordeiros: do nascimento ao abate, que abordará princípios fundamentais para a produção intensiva de cordeiros, dicas de manejo pré e pós natal, manejo para terminação buscando características ideais de carcaça e uma visão sobre a produção de ovinos no Brasil e nos principais players mundiais.

Este trecho faz parte do módulo 1 e 2 do curso online Produção intensiva de cordeiros: do nascimento ao abate, que terá início no dia 22 de fevereiro e abordará os seguintes temas: mercado e cadeia produtiva da carne ovina, raças, cruzamentos e adequação aos sistemas de produção, manejo pré-natal de cordeiros, manejo pós-natal de cordeiros, terminação de cordeiros e características de carcaça.

O instrutor desse curso é Daniel de Araújo Souza, médico veterinário pela Universidade Federal da Bahia e consultor em sistemas de produção de carne ovina. Possui especializações em Administração Rural (UFLA) e em Manejo de Pastagem (FAZU). Atualmente é aluno de mestrado em Zootecnia (UFC), com área de concentração em Produção Animal. Possui sólida experiência prático-acadêmica nas áreas de reprodução, saúde e produção animal. Desde 2003 atua na consultoria em eventos agropecuários das Fábricas de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobrás. É também colaborador da seção Dicas de Sucesso e Conjuntura de Mercado do FarmPoint.

Conheça a programação completa desse curso.

Faça sua inscrição agora mesmo!

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.