ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Comparação de Métodos de Tratamento de Bezerros com Diarréias Severas

POR JOSÉ ROBERTO PERES

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/02/2001

3 MIN DE LEITURA

0
1
José Roberto Peres

A diarréia em bezerros recém nascidos é um problema contínuo e fonte de perdas financeiras na criação de bovinos. Nos EUA, estima-se que 6,6% das bezerras leiteiras nascidas anualmente morrem por causa de diarréia, sendo esta a principal causa de morte de bezerras antes da desmama. O custo financeiro não decorre somente dos animais perdidos, mas também do custo das medicações e trabalho extra necessários para tratar os animais doentes.

A administração de fluidos por via intravenosa é fundamental no tratamento de bezerras com diarréia, severamente desidratadas; todavia, a administração de fluidos é difícil e cara para ser praticada no campo, requerendo cateterização intravenosa, colocação de equipo, e acompanhamento constante. Os métodos tradicionais de administração de fluidos em bezerros recém nascidos requer grande volume de fluidos isotônicos como Ringer Lactato, o que não é prático de se realizar a campo. Sendo assim, um método prático e efetivo para administração de fluidos por via intravenosa combinado com eletrólitos orais seria de grande valia.

As soluções salinas hipertônicas induzem rápido aumento no volume do plasma, fluxo cardíaco, e pressão arterial média. Esta solução pode ser útil para os veterinários e criadores por se constituir num meio rápido, barato e prático para a reanimação inicial de bezerros desidratados por diarréia. A duração do efeito da solução salina hipertônica pode ser prolongado pela adição de dextrana-70, que aumenta a pressão coloidal do plasma e mantêm o fluido mobilizado intracelular e intersticial no espaço intravascular.

Para comparar os resultados dos métodos tradicionais de fluido terapia através de soluções de Ringer Lactato com as Soluções Hipertônicas Salinas com dextrana (SHD), pesquisadores acompanharam 15 bezerros leiteiros machos, entre 2 e 7 dias de vida, que foram induzidos a uma diarréia osmótica e desidratação pela administração de substituto de leite e solução de sucrose em conjunto com três diferentes agentes diuréticos a cada 8 horas, por 48 horas. Após as 48 horas, o substituto de leite e os agentes diuréticos foram cortados e os bezerros receberam somente solução oral de sucrose durante as 24 horas da fase de tratamento. Os bezerros foram aleatoriamente distribuídos em um dos três grupos (5 por grupo): grupo "C" (controle), que não recebeu tratamento; grupo "SHD", que recebeu solução salina hipertônica (7,2%, 2400 mOsm/L) e 6% dextrana-70 uma vez na taxa de 4 mL/kg intravenosa em 4 minutos mais uma solução isotônica eletrolítica alcalinizante oral de 60 mL/kg às 0 h, 8 h e 16 hs; e finalmente o grupo "RL", que recebeu solução isotônica de Ringer Lactato numa dose agressiva de choque para reanimação (80 mL/kg/h) por uma hora, continuando a uma taxa de manutenção de fluido (4 mL/kg/h) pelas próximas 7 horas. A administração intravenosa de fluidos foi interrompida às 8 hs, e a mesma solução oral isotônica eletrolítica alcalinizante (40 mL/kg) foi administrada das 8 às 16 hs (3,6 mM Na/ kg a cada alimentação).

Diversos parâmetros foram avaliados antes da indução da diarréia (nível basal) e após sua ocorrência. As alterações clínicas dos bezerros após 48 horas de diarréia osmótica foram: severa diarréia aquosa, profunda depressão, e desidratação marcante (na média, 14% do peso corporal). O fluxo sanguíneo diminuiu de 8,8 para 3,9 L/min.; o volume do plasma diminuiu de 3,4 para 2,5 L; a concentração de potássio no soro aumentou de 4,8 para 6,4 mEq/L e a concentração de lactato no plasma aumentou de 1,1 para 2,8 mEq/L.

Os bezerros no grupo controle permaneceram deprimidos e desidratados durante as 24 horas da fase de tratamento. O grupo SHD teve um aumento de 84% no fluxo sanguíneo, 27% de aumento no volume do plasma e diminuição na concentração de potássio no soro. O grupo RL teve 61% de aumento no fluxo sanguíneo, 15% de aumento no volume do plasma e resposta similar ao SHD na concentração de potássio no soro.

Os autores concluíram que embora respostas positivas tenham sido observadas em ambos os grupos tratados, a resposta foi mais acentuada no grupo SHD.

Comentário MilkPoint: O ideal é que se evite as diarréias neonatais através de práticas corretas de manejo como as vacinações, o correto fornecimento de colostro e higiene adequada. Mesmo assim, a diarréia ainda é uma doença que acarreta grandes prejuízos e quando ocorre deve ser tratada prontamente. Este método de tratamento é mais simples e aparentemente mais eficaz podendo representar importante economia para a propriedade leiteira.

********


fonte: Constable, P.D., et. al. An inexpensive, practical, and effective method for rapid resuscitation of severely dehydrated diarrheic calves.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint