FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Demanda por probióticos cresce significativamente

ESPAÇO ABERTO

EM 18/04/2018

0
3

Por Aslam Shaikh, analista sênior de pesquisa do MarketsandMarkets, para o Dairy Reporter

Fatores como idade, estresse e dietas inadequadas são responsáveis por problemas digestivos, inchaço e redução da resistência a infecções. O consumo de produtos enriquecidos com probióticos (contendo microrganismos vivos - probióticos) ajuda a aliviar essas condições.

Os probióticos são encontrados na forma de suplementos ou como componentes de alimentos e bebidas. Sua integração com alimentos saudáveis e de baixo custo, como iogurte, sucos de frutas e bebidas lácteas fermentadas, contribuiu para um tamanho de mercado significativo. As bactérias mais comumente usadas incluem Bifidobacteria e Lactobacilli, que são encontrados em vários produtos, incluindo iogurtes e bebidas lácteas. Na categoria de lácteos, o iogurte é a opção mais popular para o consumo de probióticos.

Desde 2016, houve um aumento de mais de 30% nas vendas de bebidas probióticas refrigeradas e sucos, incluindo iogurte, sucos HPP, leite de amêndoa, água com sabores, chá de ervas e até mesmo cafés. O mercado de produtos lácteos e bebidas não lácteas é calculado cumulativamente em US$ 32,3 bilhões em 2017. Espera-se que o segmento de bebidas não lácteas cresça a uma CAGR de 9,6% de 2017 a 2022.

Progresso probiótico: do iogurte a cereais e produtos de confeitaria

O iogurte é um alimento probiótico primário que é produzido pela fermentação do leite pelas culturas starter. Nos produtos lácteos, o iogurte tem sido amplamente aceito pelos consumidores em todo o mundo. Os consumidores europeus preferem iogurtes probióticos que estão disponíveis em convenientes “doses diárias”. Os iogurtes estão disponíveis em lojas de varejo e os fabricantes estão desenvolvendo iogurtes probióticos em uma variedade de sabores para atrair consumidores.

Semelhante ao iogurte há um produto lácteo fermentado conhecido como kefir, uma rica fonte de probióticos, que também está ganhando popularidade devido aos seus benefícios funcionais. O extenso escopo de aplicação de probióticos em bebidas não lácteas também está ganhando atenção internacional.

aumento no consumo de probióticos - kefir
Semelhante ao iogurte há um produto lácteo fermentado conhecido como kefir, uma rica fonte de probióticos, que também está ganhando popularidade devido aos seus benefícios funcionais

Os fabricantes estão comercializando uma variedade de bebidas probióticas com benefícios adicionais à saúde. Os principais players desse mercado, como a Yakult, fizeram grandes investimentos em pesquisa e desenvolvimento de produtos probióticos inovadores. Por exemplo, o iogurte probiótico está disponível em várias formas, como iogurte desnatado, iogurte sem gordura e iogurte grego.

As empresas líderes estão tentando atrair clientes potenciais desenvolvendo produtos com base na preferência do cliente. As inovações tecnológicas permitiram a adição de bactérias benéficas específicas a todos os tipos de bebidas e alimentos, incluindo cereais e produtos de confeitaria.

Produtos probióticos líquidos incluem iogurte e bebidas probióticas. Os probióticos líquidos são mais fáceis de misturar e proporcionam uma textura uniforme ao produto consumível e concentração consistente em soluções e, portanto, são altamente demandados para iogurte e bebidas.

Os fabricantes estão apresentando várias inovações em produtos de bebidas probióticas, oferecendo assim uma ampla variedade de opções para os consumidores. Por exemplo, iogurte probiótico com sabor está ganhando imensa popularidade nos EUA.

Avanços tecnológicos no campo dos probióticos permitiram sua inclusão em suplementos e outros produtos não baseados em leite. A integração de cepas probióticas em sucos permitiu que muitas empresas penetrassem no mercado global de sucos. A adição de probióticos em sucos de frutas é benéfica para pessoas alérgicas às proteínas do leite e produtos lácteos. A marca Ganeden, por exemplo, oferece sucos probióticos para várias populações-alvo, incluindo crianças, atletas e idosos.

Mercado competitivo

Os probióticos foram convencionalmente incluídos no segmento de bebidas lácteas devido à sua compatibilidade com os ingredientes lácteos. Probióticos são extremamente compatíveis com produtos lácteos - tradicionalmente eles têm sido usados como culturas vivas na fermentação de bebidas lácteas.

Os probióticos também são benéficos para a microflora intestinal humana, o que contribuiu para o sucesso de produtos lácteos probióticos, como iogurte e iogurte de beber, fabricados pela Yakult, Danone e Nestlé na Europa e Ásia-Pacífico.

Empresas como Yakult Honsha e Chr. Hansen desenvolveram cepas patenteadas de microrganismos, segundo afirmam as empresas, que fornecem benefícios específicos à saúde. Tem havido uma proliferação de fornecedores de probióticos que desenvolvem cepas personalizadas de microrganismos para integração com um conjunto diversificado de produtos.

Três principais fatores que impulsionam o aumento do consumo

O aumento de consumidores preocupados com a saúde em todo o mundo e o crescimento no consumo de alimentos e bebidas funcionais estão impulsionando o mercado de produtos probióticos. Existem três fatores principais que impulsionam o consumo humano de produtos probióticos: manutenção da saúde, promoção da saúde e redução do risco de doenças e distúrbios.

O nível de consumo de probióticos entre os diferentes grupos etários de pessoas também é impulsionado por vários fatores - sendo o principal a conscientização e a disposição para aceitar as bactérias como um ingrediente potencialmente benéfico à saúde.

O consumo rotineiro de probióticos em dietas resulta em melhorias funcionais na saúde dos consumidores. Observa-se que a integração de probióticos produz resultados positivos, especificamente no caso de produtos tradicionalmente associados a benefícios para a saúde, como iogurte, bebidas fermentadas e sucos de frutas, em vez de alimentos mais consumidos pelo prazer ao consumo, como chocolate ou sorvete.

O consumo regular de bebidas probióticas previne o crescimento de bactérias nocivas dentro do trato digestivo, o que leva a uma melhor absorção de nutrientes e evacuações. Além disso, os probióticos aumentam a contagem de lactobacilos nas mulheres e previnem a vaginose bacteriana, infecção por fungos e infecção do trato urinário. Eles melhoram o equilíbrio microbiano intersticial diminuindo os níveis de pH.

Uma das tendências recentes que estimulam o crescimento deste mercado é a disponibilidade de embalagens prontas de bebidas probióticas funcionais para consumo em movimento. Esses produtos são facilmente acessíveis e esse fator de conveniência desempenha um papel significativo ao influenciar as decisões de compra do consumidor. A crescente base de clientes para esses produtos exigiu um aumento na disponibilidade desses produtos em uma variedade de formatos de varejo, como supermercados, hipermercados e lojas pop-up, tornando o produto uma compra conveniente para os consumidores.

Aumento da demanda do consumidor nos mercados desenvolvidos

A demanda global por probióticos está aumentando significativamente devido ao crescimento da conscientização entre os clientes sobre sua relação direta com os benefícios para a saúde digestiva, aumento na demanda por alimentos nutritivos e aumento na demanda por produtos de qualidade. O aumento da população e o aumento da renda disponível nos países asiáticos em desenvolvimento estão impulsionando a demanda por bebidas funcionais, o que, por sua vez, serve como um direcionador para o mercado de probióticos.

Enquanto isso, de acordo com o American Dairy Products Institute, em 2014, a demanda por iogurtes à base de probióticos foi de US $ 2,404 bilhões; em 2019, o valor para iogurtes probióticos para a região da América do Norte deve atingir mais de US $ 4,600 bilhões. Os consumidores estão mais conscientes da importância dos probióticos no que diz respeito à manutenção de um forte sistema imunológico e da saúde intestinal, levando ao crescimento sustentado dos componentes probióticos no mercado.

Para atrair consumidores em potencial, esses produtos são disponibilizados em supermercados, farmácias e lojas de alimentos saudáveis nas economias desenvolvidas, como os Estados Unidos e o Canadá. Portanto, a conscientização dos consumidores sobre os benefícios para a saúde associados ao consumo de produtos probióticos é um fator importante que impulsiona a demanda geral do mercado de probióticos nas economias desenvolvidas.

O artigo é de Aslam Shaikh, analista sênior de pesquisa do MarketsandMarkets, para o Dairy Reporter, traduzido e adaptado pela Equipe MilkPoint.

Vale a pena ler também > Kefir e kombucha: eles são a bola da vez!

trofeu agroleite 2018

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.