FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Vacinar o rebanho contra doenças respiratórias aumenta a taxa de prenhez: fato ou mito?

Fato. Além disso, vacinas contendo vírus vivo atenuado conferem proteção mais duradoura, são muito seguras e garantem defesa mais potente que vacinas com vírus inativado. Saiba mais:

As doenças respiratórias, em geral transmitidas pela inalação dos vírus presentes no ambiente, são identificadas pelo produtor quando o animal apresenta sinais como febre, apatia, secreção nasal, tosse e dificuldade para respirar.

Mas o problema não se restringe apenas ao trato respiratório. O maior impacto se dá na queda de produção e aumento da incidência geral de doenças na fazenda, como diarreias e, em especial, perdas reprodutivas (morte embrionária e abortos). Essa situação pode comprometer a lactação, reduzir a concepção e elevar o número médio de dias em lactação do rebanho, combinação fatal para a eficiência produtiva e econômica de um sistema de produção de leite.

As doenças mais prevalentes no Brasil que podem levar a essas consequências são a Diarreia Viral Bovina (BVD) e a Rinotraqueíte Infecciosa Bovina (IBR), ambas causadas por vírus e, portanto, sem possibilidade de tratamento específico e eficaz. Então, a prevenção é a melhor opção disponível para evitar o prejuízo causado por essas doenças.

Dentre as estratégias de prevenção, certamente a mais eficaz consiste na vacinação. Vacinar os animais de forma correta e seguindo as boas práticas de manejo na fazenda permite a maior resposta vacinal possível, proteção adequada do rebanho e diminuição drástica das chances de novas infecções e surtos de problemas respiratórios. O resultado é a melhora dos índices reprodutivos: maior taxa de prenhez, diminuição das perdas de gestação e, finalmente, maior produtividade do rebanho.

Há no mercado diversas vacinas. São todas iguais? Quais as diferenças entre elas? Qual é a melhor?

Vacinas atenuadas ou Vacinas inativadas?

As vacinas comercializadas no Brasil podem conter vírus atenuado, vírus inativado e a mescla de ambos. Veja a seguir as diferenças e semelhanças entre estes tipos de vacina:

As vacinas com vírus atenuados promovem um maior nível de proteção pois induzem dois tipos de resposta imune (a celular e a mediada por anticorpos). A resposta mediada por anticorpos permite ao organismo combater agentes infecciosos na circulação sanguínea, enquanto a resposta imune celular permite reconhecer e destruir células infectadas, ou seja, contendo o agente infeccioso em seu interior. No passado havia o temor de que as vacinas atenuadas pudessem resultar em doença, porém hoje está totalmente comprovado que isso não acontece, mesmo se o animal vacinado estiver com o sistema imunológico enfraquecido. Portanto, as vacinas atenuadas são muito seguras para animais de qualquer idade, inclusive para vacas e novilhas prenhes.

As vacinas inativadas, por sua vez, induzem a produção de anticorpos mas não ativam a resposta celular, resultando em menor nível de proteção. Portanto, o custo/benefício de uma vacina atenuada em relação ao das vacinas inativadas tende a ser bastante interessante.

O produtor de leite sabe que a saúde e a reprodução do rebanho devem ser tratadas com seriedade e com informações precisas. É por isso que indicamos a vacina CattleMaster® Gold FP 5/L5, com vírus atenuado e que, aplicada de forma correta, garante proteção contra as principais doenças com consequências reprodutivas (e produtivas) do gado leiteiro: BVD, IBR, Leptospirose, PI3 e BRSV.

Você encontra mais informações sobre a vacina, as doenças e as boas práticas na pecuária leiteira no nosso site. Venha saber mais com a gente! Ou acesse o box abaixo.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.