ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Vedação do silo: os problemas das lonas ainda continuam

POR THIAGO BERNARDES

E RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

THIAGO FERNANDES BERNARDES

EM 26/01/2011

3 MIN DE LEITURA

33
0
Dentre as etapas que contemplam o processo de ensilagem, a vedação é aquela onde ainda encontram-se muitas dúvidas, seja pelo tímido investimento dispensado em pesquisa específica, como também pela cultura de descaso a essa fase do processo, geralmente subvalorizada, face à maior importância relativa das etapas de enchimento e compactação da massa ensilada e uso de aditivos.

Contrariando a expectativa geral, as falhas na vedação podem comprometer seriamente a eficiência na conservação de forragens devido ao ingresso de ar na massa, o que se traduz em aumento da temperatura, das perdas pela presença de fungos e possível contaminação de produtos de origem animal (exemplo: leite) com microrganismos indesejáveis.

Por esses motivos, a lona de cobertura passa a ter uma contribuição muito expressiva na etapa de vedação do silo, objetivando a redução da penetração de ar do ambiente externo para o interior da silagem. Em silos do tipo superfície, a presença da lona se torna mais relevante, quando comparado ao silo do tipo trincheira, devido à ausência de paredes laterais para proteção da massa.

O filme plástico destinado a vedação de silagens deve cumprir 3 (três) funções, as quais são consideradas essenciais:

a) apresentar resistência contra os raios ultravioleta (UV);
b) resistir a danos causados por animais ou efeitos metereológicos (granizo);
c) possuir barreira ao oxigênio (O2) atmosférico.

Em relação à primeira característica, como já foi mencionado aqui neste site, nós enfrentamos uma dificuldade que é a baixa vida útil do plástico, quando este é exposto ao ambiente. Como a aditivação contra os raios UV é considerada de alto custo pela indústria plástica, algumas lonas têm apresentado "rasgos" espontâneos quando exposta à radiação solar por um período ínfimo de tempo.

Observa-se na Foto 1, que a presença da abertura na lona não é devido ao ataque de animais (roedores, pássaros ou cachorro do mato), como geralmente ocorre, mas pela exposição do filme aos raios solares e uma possível ausência (ou pequena quantidade) do aditivo na face externa do plástico para que este pudesse resistir à presença da luz solar.


Foto 1. Rompimento espontâneo da lona após um período de exposição ao sol de três meses.

Quanto à segunda característica (propriedades físicas contra rasgos e furos), os filmes plásticos evoluíram razoavelmente com o passar dos anos, pois alguns fabricantes investiram neste parâmetro.

Contudo, o nosso maior problema é quanto à permeabilidade da lona ao O2 atmosférico. Os filmes plásticos produzidos aqui no nosso país são constituídos por polietileno, o qual não apresenta barreira ao ar, deixando o topo do silo exposto a deterioração.

Em 2010, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), por meio da ABNT NBR 15899 em associação com o Instituto Nacional do Plástico criaram requisitos e métodos de ensaio aos produtores de lona, o que pode ser considerado uma evolução. Entretanto, o documento não versa sobre os valores de permeabilidade ao O2 dos filmes plásticos, a qual é uma característica extremamente relevante (se não a mais importante) quando se pensa em estocar silagem.

Infelizmente, o assunto não foi debatido com as Instituições de Pesquisa que atuam na área de produção animal e que têm feito pesquisas relevantes sobre o assunto vedação no nosso país.

Para vocês leitores terem uma ideia, em países como a Alemanha, o filme utilizado na vedação de silos deve apresentar permeabilidade ao O2 inferior a 250 cm³/m²/24h para que a empresa produtora receba certificado de aprovação, ou seja, existem normas quanto a esse parâmetro lá fora.

Portanto, o objetivo deste artigo é para que os senhores possam refletir sobre este assunto e exigir qualidade do filme plástico no momento da compra. Enquanto a classe produtora não pressionar os fabricantes, não haverá melhora dos produtos internos, principalmente quanto à permeabilidade ao O2.

Infelizmente, quando somos abordados pelos produtores nos perguntando qual lona devem usar, a nossa resposta é: Procure comprar um filme de qualidade e que lhe demonstre garantia, porém não se esqueça de colocar algo sobre o plástico (terra, resíduos) para garantir a sua vedação, pois as lonas produzidas por aqui, não lhe irão garantir proteção segura da massa de silagem!

THIAGO BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

Zootecnista pela Unesp/Jaboticabal.
Mestre e Doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ/USP.
Gerente de Nutrição na DeLaval.
www.facebook.com.br/doctorsilage

33

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MANOEL AVELINO DA SILVA FILHO

MACAPA - AMAPÁ

EM 23/08/2017

Bom dia!



Gostaria de saber se existe algum tipo de cola para junção da lona de Polietileno? caso positivo me indique!
ADALBERTO ANTONIO DE OLIVEIRA

GOIÂNIA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/06/2016

Foi falado em colocar cascalho, não recomendo, pois mesmo sendo um cascalho bem fino os pedriscos irão perfurar a lona!!! Tem que ser terra pura!!!!
LUIZ HENRIQUE MENDES

POUSO ALEGRE - MINAS GERAIS

EM 29/02/2016

Olá Thiago. Sei que o assunto é sobre lona, vedação, mas gostaria de saber a relação entre metros cúbicos e peso da silagem? Largura e profundidade ideal de um silo?
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 26/11/2015

Caro Gerardo,

Recentemente eu escrevi um artigo para este site que retrata a maioria das dúvidas levantadas por você. Desse modo, segue o link abaixo:

http://www.milkpoint.com.br/radar-tecnico/conservacao-de-forragens/e-possivel-realocar-a-silagem-96675n.aspx



Ao reensilar não se justifica aplicar inoculante porque o processo fermentativo já ocorreu, ou seja, este procedimento deve ser feito na ensilagem. Se a opção for mesmo pelo inoculante, a dose a ser aplicada deve ser, de no mínimo, 100 mil bactérias por grama de forragem. Clique no link abaixo que ele lhe dará o passo a passo de como calcular a dose.

http://www.milkpoint.com.br/radar-tecnico/conservacao-de-forragens/como-aumentar-a-eficiencia-do-inoculante-bacteriano-na-ensilagem-46560n.aspx



Att,



Thiago Bernardes  
GERARDO MAGELA SOARES FROTA FILHO

FORTALEZA - CEARÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 26/11/2015

Senhores , bom dia



Devido a seca no nordeste , estou produzindo milho ,sorgo e ensilando no local do plantio ( onde tem agua) que fica à 165 KM do local onde as vacas estão estabuladas ( Free-Stal ), portanto é preciso transportar a forragem ensilada.

Gostaria por gentileza , ouvir a opinião dos senhores se é viável após a estabilização da massa ensilada ( 21 dias de ensilada ) , abrir o silo e transportar todo o material em caçambões basculantes e RE-ENSILAR no local onde fica a produção de leite.

Usar inoculantes para melhor estabilização da massa ensilada seria adequado ? .

Qual inoculante Usar ?. Qual a Dosagem ?

Devo ou não devo usar inoculante na Segunda ensilagem ?

Alguém conhece outra maneira de fazer esta operação ?



Agradeço antecipadamente a atenção dispensada.
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 20/11/2015

Caro Otavio,

Eu recomendo que você coloque a nova lona sobre a outra. Este processo é mais garantido quando comparado a retirada da lona antiga e colocação de uma nova.

Att,



Thiago Bernardes
OTAVIO

CONSELHEIRO LAFAIETE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/11/2015

Bom dia

fiz silagem e tenho certeza que a lona que cobri o silo nao tem qualidade alguma,pesquisando achei uma lona de 200 micras realmente  boa.

preciso saber se posso descobrir o silo colocar a lona boa sem prejudicar a qualidade da silagem,
ADERALDO SOUZA

LUIS EDUARDO MAGALHÃES - BAHIA - PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE

EM 11/03/2015

olá! Muito bom o artigo!

Gostaria de saber se a lona que utilizo para forra a base do silo é a mesmo de cobertura,? Minha duvida sobre forrar a base é em relação ao chorume, será se ele não vai apodrecer sem ter pra onder escorrer?

Pois vai ser a primeira vez que vou fazer silagem cerca de 20 toneladas para alimentar ovinos quero dividir em dois ou três pequenos silos trincheiras cavados manualmente. a ideia de dividir é pra tentar evitar perdas depois de aberto.
MESSIAS MEDEIROS DE ALMEIDA

SÃO JOSÉ DO CALÇADO - ESPÍRITO SANTO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 04/03/2015

Ola, boa noite, meu nome é Messias e  gostaria de saber se tem como colar esta lona , como se procede e qual material a ser usado. pois uma vaca pulou a cerca e furou o meu silo com 29 dias de coberto. Aguardo URGENTE pela resposta email. dealmeidamessias@hotmail.com    desde de já obrigado pela atenção.
DHYEGO FERREIRA

CAMPOS GERAIS - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 04/03/2015

Obrigado pela reportagem. Como o milho que estou usando para ensilar tinha como destino a produção de grãos, não deixei área aberta para entrada da ensiladeira, então vou colocar os pés de milho, que a mesma passou por cima para fazer a rua sobre a superfície da lona, mas me disseram que o pé de milho rasga a lona, confere ou posso estar usando ele mesmo? E após isso é aconselhável, complementar com terra? Desde já obrigado e no aguardo pela resposta.
ELISABETTA RAFFAELLI

BURI - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 21/01/2015

Ola, Edson, aqui na minha regiao temos muitas estufas e as lojas vendem um plastico autoadesivo de rolos de meio metro de largura que cola muito bem na lona do silo.

Eu uso quando fura a lona com bom resultado.
ELISABETTA RAFFAELLI

BURI - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/01/2015

Ola, continuo fazendo silo de tricheira , mas x compactar melhor contratei uma pa carregadeira e retro escavadeira que e bem pesada e ajuda bem a pisar mais pelo seu peso. A noite apos acabar o serviço um fica pisando mais 1 hora com meu trator e de manha ate recomeçar tudo pisa mais uma ou mais horas. No ultimo dia mando pisar ate nao ver mais o silo se levantar muito atraz do trator.

A lona que uso e a branca e preta de 200 micra com o branco exposto ao sol, ela nao rasga pelo sol dura muito , no meu caso ate um ano durou.

Quando posso mando cobrir com capim ou feno e terra emcima, que dessa maneira nao escorrega com achuva.
EDSON APARECIDO DE SIQUEIRA

EM 17/01/2015

queria saber se nao tem uma cola para colar essa lona, quando rasga, ou quando tem que fazer alguma emenda, e se tem , como faço para comprar. obrigado. meu email é: jbrlutecia@gmail.com.
RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 12/12/2012

Prezado,



A identificação pode estar relacionada com a quantidade de tratamento UV que a lona possui, pois caso seu tratamento for apenas para 6 meses a lona logo se desfaz. Outro ponto a ser verificado é o peso.



Att



Rafael & Thiago
AGROPECUARIA

SANTA ROSA - RIO GRANDE DO SUL - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 11/12/2012

como saber identificar uma lona de qualidade? porque hoje existe muita picaretagem na hora da compra deste produto.
RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 23/08/2011

Prezado Eduardo de Toledo Leite,





O uso de lona para proteção da base e laterais do silo é uma estratégia que pode ser utilzada, entretanto, raramente se consiguirá deixar o plástico intacto, sem danificações. Outro problema é no descarregamento do silo parte do plástico ir para a dieta dos animais.





Talvez o manejo na sua propriedade poderá dizer a melhor opção. Caso retire silagem no gadanho, provavelmente não haverá problemas.





Caso não opte pela proteção, a fermentação e qualidade de silagem não serão prejudicados, o único problema será levar silagem para o animal contaminada com grande quantidade de terra, caso utilze pá carregadeira para preparar a dieta dos animais.





Atenciosamente





Rafael
RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 23/08/2011

Prezado Willer Girardi,





A compactação com trator de esteira somente é recomendado pelo fato de seu peso ser extremamente elevado, pois a disposição de suas esteiras apresentam elevada superfície de contato, o que prejudica a compactação.





Com relação ao revestimento inferior do silo raramente não se danifica o plástico. Caso o silo não seja de concreto, não há o que fazer. O uso do trator com pneus será menos prejudicial.





Acredito que o fator de decisão será o tamanho e do tipo do silo que estará construindo. Geralmente, em silos de superfície as máquinas de esteira ajudam bastante para não permitir o alargamento da base do silo.





Atenciosamente





Rafael e Thiago
EDUARDO DE TOLEDO LEITE

ITATINGA - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE

EM 21/08/2011

comprei a lona de duas faces, vou encher um silo de trincheira com cana, eu preciso forrar a base com a lona, ou posso deixa-la na terra ?
WILLER CARDOSO GIRARDI

SANTA CRUZ DE LA SIERRA - SANTA CRUZ - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/03/2011

Senhores, o uso de um trator de esteira para compactação em silo trincheira revestido por lona seria adequado. Me preocupo em ser demasiado e provocar danos, furos rasgos no revestimento inferior.
Ou o uso do trator de pneu seria mais seguro?
Abraços.
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 21/02/2011

Prezado Fabio,

Agradecemos os elogios.
Nós já testemunhamos o uso de corda para manter o plástico aderido a massa de silagem, contudo este sistema não funciona bem, pois a corda não promove peso sobre a lona e também não a protege dos raios UV.
O ideal é usar terra ou cascalho ou resíduos para desempenhar as funções de vedação, conforme já havíamos discutido neste site.

Atenciosamente,

Thiago & Rafael.
MilkPoint AgriPoint