ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Silagens de grãos de milho: otimize o tempo de estocagem

POR THIAGO BERNARDES

THIAGO FERNANDES BERNARDES

EM 27/03/2017

2 MIN DE LEITURA

7
0
No último mês, nós discutimos sobre a estocagem de grãos de milho na forma de silagem, ressaltando a capacidade do silo bolsa. Neste artigo, abordaremos sobre o mesmo assunto, mas com o objetivo de caracterizar a digestibilidade desta silagem ao longo do armazenamento.

Então surge a questão: por que otimizar o tempo de estocagem? Ocorre que ao longo do período de conservação, microrganismos crescem na massa ensilada a cargo de nutrientes presentes na mesma. Recentes estudos mostraram que estes microrganismos e as enzimas presentes na planta ou nos grãos de milho são capazes de degradar a matriz proteica que recobre os grânulos de amido. Esta matriz impede que o amido seja degradado no rúmen e no intestino do animal. Portanto, a quebra dela durante a estocagem é considerado positivo. Para que esta quebra aconteça, é necessário um período de tempo mínimo, pois as mudanças na silagem ocorrem lentamente.

Uma pesquisa avaliou silagens de grãos úmidos e reidratados de milho sob dois tamanhos de partícula (grosseiro ou finamente moído, < 2mm) ao longo de 300 dias de conservação (Figura 1). O endosperma do híbrido utilizado para ambas as silagens é caracterizado como duro. Todas as silagens tiveram incremento em digestibilidade do amido durante o período de estocagem; contudo, elas apresentaram um ganho mais acentuado em diferentes períodos.

As silagens de grãos úmidos tiveram um primeiro pico aos 35 e 71 dias para picagem fina ou grosseira, respectivamente. Até estas datas, os incrementos em digestibilidade foram de 0,46% e 0,30%/dia, respectivamente. A partir destes pontos, o ganho foi de 0,03%/dia para ambas.

Em relação às silagens de grãos reidratados, os picos ocorreram aos 52 e 50 dias para picagem fina ou grosseira, respectivamente. Até estas datas, os incrementos em digestibilidade foram de 0,52% e 0,23%/dia, respectivamente. A partir destes pontos, os ganhos foram de 0,05% 0,03%/dia, respectivamente.

Figura 1. Degradabilidade das silagens de grãos úmidos e reidratados de milho com partículas grosseiras (linhas cheias) ou finas (< 2 mm, linhas tracejadas) sob diferentes tempos de estocagem. Em vermelho estão indicados os tempos que estas silagens tiveram o primeiro e mais intenso pico de digestibilidade. Fonte: Da Silva, 2017. 

silagem de grão de milho - estocagem

Portanto, esses resultados mostram que o tempo de estocagem em silagens de grãos de milho pode ser controlado de forma que o ótimo da digestibilidade do amido seja explorado. Caso o produtor não tenha demanda por silagens recentemente confeccionadas, quanto mais tempo o silo permanecer fechado, melhor. Quando a demanda ocorrer, silagens de grãos úmidos devem permanecer armazenadas por até 35 ou 70 dias, dependendo do grau de moagem. Para as silagens de grãos reidratados, o tempo mínimo seria de 50 dias, independentemente do tamanho das partículas.

Literatura consultada:

Da Silva, N.C. Características das silagens de grãos de milho influenciadas pela reidratação e pela inoculação com L. buchneri sobre o desempenho de bovinos de corte confinados. 2017. Tese de Doutorado.

"Se você aproveitou o conteúdo do MilkPoint durante o ano de 2016, saiba que nossa equipe o preparou com toda a dedicação para você! Vote em nós para o Troféu Agroleite: nos dê esse presente! Clique aqui para votar no MilkPoint como melhor mídia digital"



 

THIAGO BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

7

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MARCO FIGUEROA

CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 31/03/2017

Obrigado estimado Thiago
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 30/03/2017

Caro Marco,



Os resultados que conheço sobre silagem de grãos reidratados de sorgo (não de grãos úmidos) se referem a uma comparação entre 30 e 180 dias de estocagem. Como comentado no texto, a digestibilidade aumentou com 180 dias, mas não se conhece o pico porque não foram comparados outros tempos dentro deste intervalo. É possível que ele ocorra como nas silagens de grãos reidratados de milho.



Att,



Thiago Bernardes
MARCO FIGUEROA

CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 29/03/2017

Gracias estimado Thiago, se me olvidó incluir si tenía datos de granos húmedos de sorgo digestibilidades vs tiempo de estocagem, tienen experiencia en Brazil ?
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 29/03/2017

Caro Marco,



Os dados de digestibilidade das silagens de grãos úmidos em função do tempo de estocagem estão mostrados na Figura citada no texto.



Att,



Thiago Bernardes
THIAGO BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 29/03/2017

Caro João,



Agradeço pelas palavras de incentivo. Sem dúvida, estas silagens são muito adequadas para o plano alimentar dos animais, seja para a produção de leite ou corte.



Att,



Thiago Bernardes
MARCO FIGUEROA

CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 28/03/2017

Excelente artículo profesor, tiñen datos sobre digestbilidad en granos húmedos vs tiempo de almacenaje , saludos desde Venezuela
JOÃO LEONARDO PIRES CARVALHO FARIA

MONTES CLAROS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 28/03/2017

Excelente, essa é uma das melhores opções para os pecuaristas nos dias de hoje, tanto para pequenos quanto para os grandes!

Não há desculpa para não se fazê-lá!!
MilkPoint AgriPoint