FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Saiba como avaliar a silagem de milho da sua propriedade

POR THIAGO BERNARDES

E RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

THIAGO FERNANDES BERNARDES

EM 27/10/2010

2 MIN DE LEITURA

6
0
A silagem de milho é uma importante fonte de energia na dieta de ruminantes no Brasil e em diversas partes do mundo por reunir diversas características positivas, tais como: alta ensilabilidade, produtividade e elevado valor nutritivo. Contudo, apresenta custo moderadamente elevado, justificando o seu uso somente em dietas de animais que possuem boa eficiência alimentar e produtiva, ou seja, indivíduos de baixo potencial genético não devem ser alimentados com esse tipo de volumoso.
Devido às características peculiares deste alimento, expostas acima, é de extrema importância que a silagem tenha qualidade final bastante satisfatória, pois do contrário, a propriedade estaria negligenciando os fatores mais importantes que este volumoso apresenta, não justificando o seu uso.

Com o objetivo de avaliar se os critérios técnicos sobre a silagem de milho estão sendo obedecidos na sua propriedade, nós disponibilizamos uma tabela (Tabela 1), a qual pode ser utilizada para ranquear o seu alimento de maneira bastante prática e simples. Contudo, ressalta-se que a avaliação da composição química também é de muita relevância na avaliação de silagens, principalmente quando o interesse é realizar o balanceamento da dieta.

Abaixo se encontram algumas dicas que podem ser utilizadas para se fazer uso da tabela.

a) O item I (proporção de grãos) pode ser avaliado da seguinte forma: retire amostras da silagem, homogenize essas amostras e faça uma nova amostragem do material homogeneizado. Pese essa amostra e anote o peso. Separe os grãos da amostra, pese-os e anote o peso. Divida o peso dos grãos pelo peso da amostra e multiplique por 100. Desse modo, você terá a proporção de grãos na massa.

b) Os demais itens são observativos, ou seja, são de interpretação individualizada.

c) Procure não amostrar silagem que se encontra na região periférica do silo (topo e próxima as laterais), pois esta zona pode sofrer maior deterioração aeróbia (efeito da presença de ar) que a região central.

d) Atribua pontos, inserindo-os na coluna da direita, de acordo com o intervalo mostrado na coluna do meio. Terminada a aplicação dos pontos, some-os. O valor obtido deve ser comparado com os índices mostrados ao final da tabela, o que indicará se a silagem de milho produzida na sua propriedade é excelente, satisfatória, moderadamente satisfatória ou insatisfatória.

e) Caso a pontuação seja inferior a 80, é necessário que o manejo da ensilagem seja revisto (melhorado), ou que haja mudança de cultura para a produção de silagens, pois índice inferior a este não pode ser permitido em fazendas produtoras de volumosos conservados.

Tabela 1. Avaliação da silagem de milho com base em características físicas e organolépticas

THIAGO BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

Zootecnista pela Unesp/Jaboticabal.
Mestre e Doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ/USP.
Gerente de Nutrição na DeLaval.
www.facebook.com.br/doctorsilage

6

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 05/04/2011

Prezado João Rezende,

A avaliação pode ser realizada em qualquer momento durante a retirada da silagem.
Avaliações ao longo do tempo também é interessante, visto que a qualidade nutricional da silagem pode variar com a decorrer dos meses.

Atenciosamente

Rafael & Thiago
JOAO REZENDE

GOIÂNIA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 04/04/2011

Parabéns pelo artigo. Favor informar quando deve ser feita a avaliação.
NATALINO RASQUINHO - ZOOTECNISTA UNEAL

NOVA ODESSA - SÃO PAULO

EM 03/01/2011

Parabéns pelo artigo técnico, sem dúvida é sempre importante a veiculação de informações que possam ajudar produtores e técnicos interessados em desenvolver seus conhecimentos. Aproveitando a oportunidade, mando um grande abraço ao meu colega de graduação Antonio Tavares em Santana do Ipanema - AL.

Quanto ao incentivo que a Fundação ABC desenvolve é realmente muito importante e, mais importante ainda é que os produtores tenham consciência da seriedade de se produzir um volumoso conservado de qualidade para não só alimentar, mas nutrir seus animais para que seja traduzido em benefícios produtivos.

Como técnicos, infelizmente nem sempre os produtores nos dão a devida atenção quando falamos da importância da qualidade da pastagem e forragem conservada. Quando dão, é só por educação. Mas quando confeccionam uma silagem de qualidade, valendo premiação e depois vê o resultado que aquela silagem proporcionou ao seu rebanho, ai sim, espero que comecem a produzir um produto de qualidade independente de qualquer incentivo externo.

Parabéns a Fundação ABC e espero que está idéia disseminem por outras regiões, especialmente no Nordeste por onde estive e sinto saudades.

Obrigado
CARLOS GUPY SERRA BARGÃO ROBALO

CANARANA - MATO GROSSO

EM 19/11/2010

Parabens aos autores deste trabalho pela forma com que desenvolvem, maneiras praticas, e simples para que o pequeno produtor também possa desenvolver as suas atividades na propriedade, sendo assim poderão avaliar com facilidade a qualidade da silagem.

ANTONIO TAVARES DE OLIVEIRA

SANTANA DO IPANEMA - ALAGOAS - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 06/11/2010

Parabens aos autores deste trabalho pela simplicidade com que ele pode ser desenvolvido na propriedade, não apresenta dificuldades para ser realizado na fazenda, principalmente para pequenos produtores que poderão avaliar com facilidade a qualidade da silagem.
LISIANE ROCHA CZECH

TEIXEIRA SOARES - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/10/2010

A FUNDAÇÃO ABC, que engloba várias cooperativas, tem um trabalho ótimo em relação a qualidade de silagem, a fundação organizou 2 concursos de silagem um em 2009 e outro em 2010, onde participaram muitos cooperados no concurso. Analisando de fora, achei muito útil ao nosso negócio, pudemos ver como existem diferenças gritantes em silagens e como podemos tirar o maior proveito da forragem que vamos fornecer aos animais, recomendo quem tiver interesse em ver o resultado deste concurso está na página da fundação: www.fundacaoabc.org.br/forragicultura
PARABÉNS AO ENG AGR IGOR QUIRRENBACH DE CARVALHO POR ESTE TRABALHO.
MilkPoint AgriPoint