FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Os maquinários e a conservação de alimentos

No início do mês de maio estive presente em mais uma edição da Agrishow, feira que acontece em Ribeirão Preto (SP) com mais de 800 expositores e 150 mil visitantes. A feira nasceu em 1994 com a intenção de gerar negócios para fins agrícolas. Embora não fosse a atração principal, a pecuária sempre esteve presente ao longo destes 25 anos. Contudo, nesta última edição, dezenas de empresas ofertavam maquinários para pecuária, com particular atenção para aqueles utilizados para a produção de alimentos conservados (silagem e feno).

Isso mostra que a pecuária vem avançando dentro da feira com o passar dos anos, ou seja, mais equipamentos e também com melhor desempenho estão sendo disponibilizados para o nosso setor. Cabe ressaltar que também houve crescimento de maquinários de pequeno porte destinados à pequena e média propriedade. Outro fato interessante foi que algumas empresas brasileiras que produzem equipamentos mais ‘simples’ estão se associando as empresas estrangeiras com a intenção de disponibilizar máquinas mais ‘sofisticadas’ para o mercado nacional.  

Como o número de expositores está crescendo dentro da feira, isto significa que as vendas estão aquecidas. Com mais equipamentos no campo, a possibilidade de se avançar na confecção de alimentos (silagem e feno) também cresce. Não só em termos de eficiência produtiva, mas também quanto aos aspectos relacionados com a qualidade destes alimentos. Por exemplo: atualmente, há no mercado brasileiro enfardadoras de fardos redondos com dispositivo para a redução do tamanho de partículas para pré-secado. Uma dezena de exemplos poderiam ser citados aqui em termos de tecnologias disponíveis para a produção de silagem e feno (colhedoras, ceifadoras-condicionadoras, vagões misturadores e etc).

Por fim, eu gostaria que os leitores se atentassem para as seguintes mensagens: a mudança no cenário de máquinas traz mudanças no plano alimentar dos animais. Num passado próximo, quase a totalidade das vacas brasileiras eram alimentadas com silagem de planta inteira de milho produzida com colhedora de uma linha. Atualmente, as dietas vêm se transformando e, num futuro próximo, mais mudanças ocorrerão. Ou seja, outros alimentos conservados irão compor o plano alimentar e o grau de refinamento da formulação das dietas mudará na mesma proporção.

THIAGO FERNANDES BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

AMAURY MACHADO

JUNDIAÍ - SÃO PAULO - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 28/05/2019

O desenvolvimento de tecnologias adequadas a cada setor da atividade agrícola, propicia patamares de lucratividade sempre superiores e alguns aspectos precisam ser pensados. A lubrificação dos equipamentos merecem foco específico, pois os alimentos em algum momento da sua produção, certamente terão contato com as partes móveis das máquinas. A lubrificação aumenta a vida útil, com eficiência e os alimentos não podem ser contaminados por lubrificantes sem o "grau alimentício". Essa contaminação poderá afetar diretamente a saúde de humanos, dos animais e dos negócios.
ROMMEL JACINTHO DA SILVA

QUIRINÓPOLIS - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 28/05/2019

Excelente será próxima volumoso