FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Erros e acertos de manejo no planejamento alimentar de fazendas leiteiras

EDUCAPOINT

EM 16/08/2019

1
2
O manejo alimentar tem uma importância central em sistemas de produção de leite devido a um fato inegável: a base da pirâmide da atividade pecuária leiteira é a alimentação, independentemente do sistema de produção adotado.

Um animal bem alimentado terá melhores condições de saúde, melhores índices reprodutivos e certamente um bom desempenho na produção leiteira, que é o foco de qualquer sistema. Por isso, fazer o planejamento alimentar é um ponto chave para todas as fazendas que produzem leite, inclusive naquelas que fazem a produção a pasto.

Muita gente pensa que esse planejamento se resume ao uso de tecnologias caras ou programas de computador, mas a verdade é que trata-se de um conjunto de práticas de manejo que podem fazer a diferença no resultado final da fazenda.

Confira 4 exemplos de situações reais observadas em fazendas brasileiras, alguns exemplos bons e outros nem tanto, que mostram aspectos a serem modificados no manejo das vacas e que podem gerar resultados bastante significativos.


Exemplo #1: Bebedouros sujo x bebedouro limpo


Foto 1: Bebedouro limpo x bebedouro sujo

Alguns produtores de leite afirmam que, para limpar o bebedouro, gasta-se muito com mão de obra e com água. No entanto, deve-se sempre ter em mente que 70% do leite é composto de água, de forma que o fornecimento de água limpa aos animais é extremamente importante e está totalmente relacionado ao planejamento alimentar.

Exemplo #2: Limpeza das instalações


Foto 2: Limpeza das instalações

Deve-se ter em mente que a limpeza das instalações é essencial para a qualidade do leite. Lembrando que o leite ácido pode acontecer devido à presença de impurezas ou contaminações.

Exemplo #3: Vaca pisando no cocho


Foto 3: Vaca pisando no cocho

Esse animal da foto produzia 29 quilos de leite e está pisando dentro do cocho, algo que não deve ocorrer. A foto mostra a quantidade de perdas que ocorria nesse sistema. Essa situação ocorria, porque os funcionários da fazenda não limpavam ao redor do cocho,e a altura do piso ficava desbalanceada. Segundo trabalhos científicos, a altura do piso que a vaca fica para comer precisa estar no mínimo 7 centímetros abaixo da linha do fundo do cocho.

Exemplo #4: Fungo na silagem


Foto 4: Silagem sem fungo x silagem com fungo

A foto mostra duas situações diferentes: uma silagem boa e outra contaminada por fungos. Isso ocorreu devido a um erro no dimensionamento do silo. Todo dia é necessário que seja retirada uma fatia mínima de 20 centímetros do silo. No caso dessa foto, não se obedeceu a retirada mínima diária.

Esses exemplos deixam claro que o planejamento alimentar não é um bicho de sete cabeças, que exige um grande investimento de tecnologias caras. Trata-se muito mais de o produtor entender a enorme importância da alimentação das vacas para a produção de leite e de ter uma compreensão profunda do seu próprio sistema de produção.

Entender as características regionais da sua propriedade, bem como os aspectos intrínsecos à sua própria realidade é o primeiro passo para começar a fazer um planejamento alimentar perfeitamente adequado e adaptado à situação de cada produtor.

Para ajudar a todos aqueles que querem reduzir suas perdas e aumentar seus ganhos fazendo o melhor planejamento alimentar possível para seu sistema de produção, o EducaPoint acaba de lançar o curso on-line Planejamento alimentar para gado de leite em sistema de pastagem.

Neste curso, ministrado pelo Dr. Marco Aurélio Factori, Professor da UNOESTE e especialista no manejo de plantas forrageiras, você vai aprender como lidar com a estacionalidade na produção de forragens e como contornar isso da melhor forma possível.

Confira o convite feito pelo instrutor:


Se você cria vacas leiteiras em pastagem e está buscando melhorar seus resultados, não perca essa oportunidade! Aprenda a fazer o planejamento alimentar mais eficaz para sua fazenda a pasto e garanta vacas mais saudáveis, produção de leite de qualidade o ano todo, além de uma boa remuneração!
 
Você pode fazer a aquisição do curso individualmente ou optar pela assinatura que dá acesso a todos os cursos da plataforma. Hoje já são cerca de 155 cursos! Clique aqui para saber mais informações sobre os planos de assinatura!
 
Mais informações:
 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

PAULO ROBERTO ARAÚJO CAMELIER

SALVADOR - BAHIA - ESTUDANTE

EM 23/08/2019

É elementar em qualquer atividade os cuidados com a higiene, limpeza sanificação de todo área trabalhada para se obter um rendimento satisfatório.