FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Como fazer a detecção de cio em vacas para inseminação?

EDUCAPOINT

EM 31/03/2020

0
0
A identificação do cio é fundamental para aumento da eficiência reprodutiva. O ideal em termos reprodutivos seria que todas vacas emprenhassem após 80 a 90 dias do parto, com isso, a eficiência reprodutiva ficaria maximizada e teríamos um novo bezerro a cada 12,5 a 12,8 meses. Longos intervalos entre partos têm um efeito negativo na vida produtiva do animal.
 
Diante disso fica clara a importância da detecção de cio para se obter um bom manejo reprodutivo na fazenda, seja utilizando a inseminação artificial ou a monta natural. Em ambos os casos, anotações sobre datas de cio e inseminações são necessárias para predizer as futuras datas de retorno ao cio e datas do parto, para um melhor manejo dos animais.
 
A melhor estratégia para melhorar a taxa de prenhez e, consequentemente, a rentabilidade da fazenda, é utilizar inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e alta taxa de detecção de cio.
 
O que é o cio?
 
Cio é o período no qual a vaca aceita monta (receptividade sexual) que normalmente ocorre em novilhas depois da puberdade e em vacas, desde que estas não estejam prenhas. Este período de receptividade pode durar de 6 a 30 horas e acontece, em média, em intervalos de 21 dias. Porém, este intervalo entre dois cios pode variar normalmente de 18 a 24 dias.
 
Sinais do cio
 
A maiorias das vacas têm um padrão de comportamento que se modifica gradualmente desde o começo até o fim do cio. O melhor indicador de que a vaca está no cio é quando ela fica parada e aceita ser montada por outras companheiras de rebanho ou pelo touro (Figura 1). Uma série de sinais indicativos de que o cio está próximo e o animal deve ser observado mais cuidadosamente está resumido na Tabela 1.
 
Tabela 1. Sinais de cio em vacas de leite

Figura 1. Uma vaca está em cio quando ela fica em pé e parada enquanto estiver sendo montada por outra vaca ou touro. A vaca que monta a outra vaca pode ou não estar em cio
 
Porém, a detecção de cio nem sempre é simples. Dessa forma, o sucesso depende do tempo de observação e da eficiência da equipe na detecção de cio.

Existem diversas estratégias que podem ser utilizadas para auxiliar na detecção de cio. Esse é um dos vários temas trabalhados no novo curso que acaba de ser lançado pelo EducaPoint, Como aumentar índices reprodutivos utilizando protocolo de IATF

Confira no vídeo abaixo a explicação do o médico veterinário especialista em reprodução animal, Dr. Marcos Henrique Colombo Pereira:



Neste curso, o Dr. Marcos Henrique Colombo Pereira, aborda desde a importância do manejo reprodutivo para a rentabilidade de fazendas leiteiras até os protocolos mais indicados para IATF.

O curso pode ser adquirido individualmente, de forma vitalícia. Além disso, você pode aderir a um plano de assinatura semestral ou anual que lhe dará acesso a TODOS OS CURSOS oferecidos na plataforma durante o período de assinatura. Confira como assinar.
 
Se você já trabalha com IATF ou pretende começar a utilizar essa técnica para melhorar o desempenho reprodutivo do seu rebanho, não perca essa chance! Comece agora mesmo a aprender tudo o que precisa saber sobre reprodução de vacas leiteiras e protocolos de IATF.
 
Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.