ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Bebidas lácteas proteicas: P&D e seus desafios socieconômicos

INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 19/02/2021

3 MIN DE LEITURA

0
10

O desenvolvimento de bebidas lácteas proteicas tem ganhado destaque no mercado varejista, principalmente pelos praticantes de exercícios físicos. Trata-se de uma produto de fácil consumo podendo possuir sabores diversificados, além de resultar benefícios à saúde, como: ganho de massa muscular, redução da porcentagem de gordura e recuperação muscular.

Durante o desenvolvimento de produtos, diversas etapas devem ser realizadas pelo setor de Pesquisa e Desenvolvimento (p&d), como:

  • Realização de uma pesquisa de mercado
  • Avaliação da demanda do público alvo
  • Questões envolvendo logística e marketing 
  • Forma de como será feita a venda

Tais medidas são fundamentais, pois visam manter a marca no mercado, evitando assim, seu declínio no mercado. Partindo desse pressuposto, os desafios do desenvolvimento de bebidas lácteas proteicas não é apenas a inovação do produto, mas também a renda do público alvo, uma vez que estes alimentos apresentam alto valor agregado.

Fatores sociodemográficos

Assim, diferenças envolvendo estes fatores entre cidades grandes e de pequeno porte, resultam em grandes impactos na venda desses produtos, podendo ser um importante fator limitante no sucesso ou fracasso do produto.

Um exemplo desse fator limitante, foi observado em uma recente pesquisa realizada, onde foi avaliado a intenção de compras de bebidas lácteas proteicas em uma cidade do situada no Sudoeste Goiano, chamada Santo Antônio da Barra.

Nesta pesquisa foi observado que 31,04% (n=18) dos consumidores de Santo Antônio da Barra investiam entre R$150,00 a 200,00 reais em bebidas lácteas proteicas. Comparando esses resultados com dados obtidos em um estudo referente a São Paulo, pôde-se observar que as pessoas investiam em média de R$279,40 até R$400, além de 6,0% (n=12) investirem mais de R$400,00.

Este fato tem grande influência devido as enormes diferenças presentes nos dados sociodemográficos dessas cidades. Santo Antônio da Barra possui uma população estimada em 4.854 habitantes, onde 37,3% possui renda entre 1 a 2 salário mínimos.

Seu produto Interno Bruto (PIB) per capita é de  R$ 38.355,10, enquanto que o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), apresenta média de 0,691, conforme IBGE (2018). Enquanto que a cidade de São Paulo, possui um índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) 0,805, população estimada de 12.325.232, produto interno Bruto (PIB), 57.759,39 R$, salário médio mensal dos trabalhadores formais, 4,3 salários mínimos (IBGE, 2018).

Neste sentido, o planejamento do p&d torna-se uma ferramenta de extrema importância para a empresa minimizar seus prejuízos e garantir o sucesso da venda dos produtos, de acordo com o público alvo e as condições socioeconômicas da região.

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

Autores 

Igor Souza de Brito, Tecnólogo em Agroindústria, Mestre Tecnologia de Alimentos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde, GO, Doutorando- Higiene Veterinária e P.O.A- Universidade Federal Fluminense- UFF 

Givanildo de Oliveira Santos, Educador Físico, Mestre em Tecnologia de Alimentos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde, GO

Jéssica Silva Medeiros, Aluna do Curso de Bacharelado de Engenharia de Alimentos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde, GO

Adriano Carvalho Costa, Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde, GO

Marco Antônio Pereira da Silva, Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde, GO

Leandro Pereira Cappato, Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde, GO

Referências 

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), índice de Desenvolvimento humano (IDH), cidade de Santo Antônio da Barra- Goiás, Brasil, 2018. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/go/santo-antonio-da-barra/historico> acessado dia 02 janeiro de 2021.

BECKER, J.; FERNANDES, I. A.; STEFFENS, C.; STEFFENS, J.; VALDUGA, E. Obtenção e caracterização de concentrado proteico de soro de leite em pó. Revista Vivências, v. 16(31), p. 75-88, 2020.

CASSANEGO, D. B.; GUSSO, A. P.; MATTANNA, P.; DA SILVA, S. V.; DE PELLEGRINI, L.G. Características físico-químicas e sensoriais de bebida láctea de leite de cabra. Anais do XV Simpósio Paranaense de Ovinocultura, III Simpósio Paranaense de Caprinocultura, III Simpósio Sul Brasileiro de Ovinos e Caprinos. Anais. Pato Branco, PR, 2012.

ABIQ. Associação Brasileira das indústrias de queijo. Disponível em: https://www.abiq.com. br/associados/mercado/Mercado_2010a2014.pdf.

ROSA, S. A.M., ARAÚJO, C. G., perfil socioeconômico e nutricional de escolares em uma instituição pública de ensino em jaguaribara-ce. Revista de APS, v. 19, n. 4, 2016.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint