FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

MG: Mundial do Queijo do Brasil, em Araxá, receberá delegação de queijeiros franceses

ESPAÇO ABERTO

EM 24/07/2019

0
2

Associação de origem francesa que congrega mais de 6.500 profissionais do queijo no mundo inteiro, a Guilde Internationale des Fromagers vai estar presente no Mundial do Queijo do Brasil, de 8 a 11 de agosto, em Araxá (MG).

Uma delegação de 17 membros – sendo dois da Itália e dois do Japão, além dos franceses, incluindo a campeã Christelle Lorho – vai percorrer mais três outras cidades brasileiras: Natal, São Paulo e Rio de Janeiro.


A Guilde, em viagem ao Japão, em 2016. Foto: Débora Pereira/Profession Fromager

A programação do Mundial do Queijo do Brasil

Durante quatro dias, o Grande Hotel Tauá de Araxá será palco do Mundial do Queijo do Brasil. Haverá concurso, venda de queijos e uma ampla programação técnica gratuita – é preciso fazer inscrição prévia.

Entre as atividades está o debate que marca o lançamento do livro Dilemas do Desenvolvimento Agrícola no Brasil – Novos Cenários da Legislação do Queijo Artesanal Brasileiro, com a presença de representantes de instituições e produtores de diversos estados, convidados pelo autor da obra, o advogado e especialista em food law Marco Aurelio Braga, de São Paulo.


Salão do Tauá Grande Hotel de Araxá, que vai sediar o evento. Foto: Débora Pereira/SerTãoBras

O Instituto Mineiro Agropecuário (IMA) vai oferecer um treinamento para certificação em queijos artesanais, com duração de 8 horas. Já estão abertas as inscrições para técnicos e médico-veterinários de associações, cooperativas e iniciativa privada que desejam ser certificadores das novas regras da legislação.

Boas práticas para preservar a natureza de uma fazenda produtora de queijos será o tema da palestra “A Produção do Queijo Minas Artesanal e sua relação com o Meio Ambiente”, pela extensionista agropecuária Silvia de Lima Passos.

Para os que gostam de queijos mais intensos, o queijeiro João Bello, dos Queijos Bello de Belo Horizonte, vai contar seus segredos na conferência “Maturador, afinador, curador ou pajé: como levar o queijo ao seu melhor momento”.

Para os aventureiros dos queijos de cabra, Edson Cardoso, do Capril Rancho das Vertentes de Juiz de Fora, vai dar a palestra “Produção de queijos de cabra com leite da fazenda. Os desafios da cadeia da criação à comercialização”.

O Mundial não vai ter só queijo tradicional. O coletivo Caminho do Queijo Artesanal Paulista conta sua trajetória na conferência “Criatividade e inovação como pilares no trabalho do Caminho do Queijo Artesanal Paulista”.

Dois jantares de gala nos épicos salões do Grande Hotel serão palco de cerimônias da Guilde des Fromagers, que fortalece sua presença no Brasil. No primeiro deles, o lançamento da edição especial da revista Profissão Queijeiro, versão tupiniquim da francesa Profession Fromager.

Além disso, durante o dia, serão oferecidas degustações de queijos e vinhos franceses da Borgonha. Um espaço gastronômico no Salão do Queijo vai ter a animação de shows locais nos quatro dias do evento (Os Arachas, Jazz Street Band, Os Mouras, Vivoz, Blues Acústico, Trio Retrô e Banda Vinists).

Concurso público e formação para jurados

Uma oficina de análise sensorial está prevista para capacitar os jurados antes do concurso. Eles serão treinados em um método desenvolvido pela mestra queijeira francesa Claudine Vigier Barthélemy. “Como em uma mesa de três jurados é impossível conseguir analisar mais de 15 ou 20 queijos sem perder a integridades de nossas percepções gustativas, cada queijo começa concorrendo com ele mesmo, em quesitos como aparência externa, interna, textura, sabores e odores”, conta Claudine.

Em uma segunda etapa do concurso, aberta ao público, os queijos vencedores de cada mesa serão novamente julgados por uma equipe de dez jurados selecionados, que irão escolher os três melhores queijos do concurso, no auditório do cine-teatro Tiradentes. “Isso é inédito no Brasil! Cada um desses dez jurados fará uma defesa oral do seu queijo preferido, contando sua história e tentando convencer seu pares, na frente do público, com toda transparência”, conta Élvio Rocha, comissário geral do concurso. “O regulamento foi validado pelo presidente da Federação dos Queijeiros da França, Claude Maret, que estará presente para presidir o concurso”.


Queijos de cascas floridas, como o camembert, estão entre as categorias que serão julgadas no Mundial. Foto: Débora Pereira/SerTãoBras

Pontos de coleta de queijos

Para facilitar o acesso dos queijos ao concurso, pontos de coleta foram colocados à disposição nos períodos de 30 de julho a 6 de agosto. Para enviar seu queijo, é preciso primeiro fazer a inscrição no site até o dia 30 de julho e entrar em contato:

  • São Paulo: Trem Bom de Minas; agendar a entrega dos queijos com Élvio Rocha no telefone (11) 98236-6573;
  • Curitiba: entregas no Bonvivant Queijos do Mundo, dentro do Mercado Municipal (Rua Sete de Setembro, 1.865, Box 56 e 57); contato pelo e-mail flaviarogoski@queijosbonvivant.com.br;
  • Natal: entregar no Enel, dias 5 e 6 de agosto, para Adriana Lucena.

Encontre a delegação da Guilde pelo Brasil

Antes de chegar em Araxá, os queijeiros da Guilde estarão em Natal de 4 a 7 de agosto para conhecer suas belezas naturais e participar do Enel (Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados), no Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, a meia hora de Natal. O evento terá palestras técnicas, concurso de queijos, mini-cursos e espaço gastronômico.


Roland Barthélemy, presidente da Guilde, que se define como ‘criador de emoções queijeiras’. Foto: Favoreat Design/Savencia USA

“Pela primeira vez, estarei realizando meu sonho de fabricar queijo manteiga em uma queijaria modelo construída especialmente para motivar mais produtores a se lançarem nessa receita”, conta Adriana Lucena, chef de cozinha e pesquisadora potiguar. O Enel será também um ponto de coleta para os queijos do concurso de Minas Gerais.

Em São Paulo, eles visitarão a fazenda Pardinho Artesanal a convite da queijeira Vanessa Alcoléa, que é também membro da Guilde desde o Mundial do Queijo em São Paulo e que ganhou medalha Super Ouro no Mundial da França. Irão participar também do lançamento da nova gama Ile de France de queijos lácteos da Polenghi: brie, queijo cabra e camembert.

* O Mundial do Queijo do Brasil é realizado pela SerTãoBras, Sebrae e Faemg com apoio da Prefeitura de Araxá e Sacramento e da TV Globo Integração Triângulo Mineiro . Todas as informações para participar estão no site do evento.

As informações são do Blog Só Queijo, de Débora Pereira, para o Paladar, do Estadão.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.