ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Pandemia faz Nestlé aumentar vendas de alimentos especiais

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/12/2020

4 MIN DE LEITURA

0
0

A pandemia da covid-19 impulsionou o segmento de nutrição clínica e o mercado de suplementos para o público acima de 50 anos. De acordo com dados da Nielsen e IQVIA, a categoria de suplementos alimentares para o público adulto cresceu 23% em receita de vendas no acumulado de janeiro a outubro deste ano, em comparação com o mesmo intervalo de 2019.

As consultorias não possuem dados sobre as vendas de alimentação enteral (por sonda) e dietas para pacientes internados em hospitais e clínicas. Mas empresas do setor estimam que as vendas para esse segmento tenham crescido acima de 10% neste ano.

A Nestlé Health Science, dona de marcas como Nutren, Fiber Mais Isosource e Peptamen, cresceu acima da média do mercado. De janeiro a outubro, as vendas de Nutren Senior aumentaram 41,4% em receita. As vendas totais de Nutren cresceram 38,1% no período.

“Os consumidores entenderam que a alimentação adequada ajuda a garantir a imunidade. Houve muita procura, principalmente por produtos para nutrição de pessoas de mais de 50 anos, que são do grupo de risco”, afirmou Monica Meale, diretora de Nestlé Health Science para a América Latina. 

Um estudo do CLab, laboratório interno de pesquisa da Nestlé Brasil, sobre impacto da pandemia no público acima de 50 anos, revelou que 84% dos entrevistados estão mais preocupados com a saúde durante a pandemia e 65% relataram preocupação em fortalecer o sistema imunológico. Com a pandemia, 20% passaram a consumir algum suplemento nutricional. Monica também associou o crescimento a melhorias na distribuição de produtos e à implantação do serviço de vendas por telefone.

O segmento de nutrição clínica também apresentou uma demanda acelerada neste ano, por causa da pandemia, que fez crescer o número de pacientes nos hospitais recebendo alimentação por sonda. Para atender à alta procura, disse Monica, a Nestlé Health Science precisou da ajuda de outras fábricas da Nestlé. “Tivemos que negociar com os colegas das outras áreas de produção para fabricar as linhas de nutrição porque as fábricas já estavam em sua capacidade máxima”, afirmou a executiva. 

A divisão possui fábricas em Araçatuba (SP), São José do Rio Pardo (SP) e Araras (SP). Aproximadamente 80% dos produtos consumidos no Brasil são fabricados localmente. Parte da produção nacional é exportada para países da Europa, Ásia e América Latina. Monica disse que a Nestlé tem investimento previsto para ampliar a capacidade produtiva da área de nutrição clínica em 2021, mas o valor é mantido em sigilo.

Um dos investimentos da Nestlé Health Science será destinado a projetos de inovação aberta - conceito segundo o qual se acelera o processo de inovação dentro das organizações. Em 2020, os investimentos da Nestlé em inovação aberta somaram R$ 4 milhões.

A operação brasileira é a primeira no mundo a desenvolver inovações em conjunto com startups na área de nutrição clínica. A primeira iniciativa foi feita em 2019, com o lançamento do Beyond Food, um programa que oferece a startups apoio para acelerar o desenvolvimento de inovações. Na primeira edição do programa, foram inscritos 130 projetos. A Nestlé Health Science escolheu dois deles para investir, com recurso total de R$ 1 milhão.

Uma das startups é a Meplis, do Rio de Janeiro, que desenvolveu um aplicativo ligado a clínicas de tratamento oncológico, no qual o paciente inclui informações sobre sua alimentação diária. Se essas informações indicarem que o paciente pode estar desnutrido, a clínica recebe um alerta e pode marcar uma consulta para ver o paciente antes do retorno 

previsto. O serviço já é testado em algumas clínicas de São Paulo, segundo Monica. “É comum que pacientes com câncer tenham que paralisar o tratamento porque ficam desnutridos com a quimioterapia. Acredito que esse acompanhamento vai ser de grande valia para aprimorar os tratamentos e terapias dos pacientes”, afirmou Monica.

A Insight Technologies, outra startup, desenvolveu uma ferramenta para acompanhamento nutricional de idosos, com auxílio da telemedicina. A ferramenta fornece informações para que o paciente mantenha em casa a dieta prescrita pelo médico. Monica destacou que as duas inovações seriam desenvolvidas neste ano, mas os projetos atrasaram por causa da pandemia. A expectativa é que sejam concluídas e lançadas em 2021.

Enquanto isso, a Nestlé Health Science lança a segunda edição do programa, ainda sem orçamento fechado para investir nos projetos. No dia 18, a companhia anunciará a seleção de startups. Os projetos selecionados também serão desenvolvidos no ano que vem.

Segundo Monica, 70% das vendas da divisão vêm de inovações lançadas nos últimos dois anos. A companhia tem procurado investir em parceria com startups para acelerar a criação de produtos. Globalmente, a Nestlé Health Science registrou no acumulado de janeiro a setembro 9 bilhões de francos suíços em vendas, o que representou queda de 23% em relação ao mesmo período de 2019. Descontando o impacto de variação cambial, as vendas cresceram 1,5%.

As vendas globais de Nutren Senior cresceram a taxas de dois dígitos, sustentadas pela expansão de demanda na América do Norte e no Brasil. A área de nutrição clínica cresceu um dígito alto, segundo a companhia. A consultoria americana Research and Markets estima que o mercado mundial de nutrição clínica deverá crescer em média 6,64% de 2020 a 2026, atingindo vendas de US$ 77,54 bilhões no último ano.

As informações são do Valor Econômico. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint