FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Onda de otimismo valoriza commodities

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/12/2020

2 MIN DE LEITURA

0
1

A onda de otimismo que dominou os mercados financeiros globais nas últimas semanas, que levou bolsas de valores a alcançarem patamares recorde, estimulou um maior apetite ao risco e motivou ajustes para baixo do valor do dólar em relação ao de outras moedas, abriu espaço para uma alta generalizada das cotações das principais commodities exportadas pelo Brasil em novembro em Chicago e Nova York.

A liquidez represada por meses de pandemia transbordou para os mercados financeiros com as notícias de que vacinas eficientes contra a Covid-19 em breve permitirão que as economias retomem o ritmo. Assim, produtos como petróleo e minério de ferro, além das commodities agrícolas, também registraram altas. Embora a queda da moeda americana teoricamente desestimule exportações de vários países, inclusive o Brasil, confere maior competitividade a produtos americanos.

Commodity agrícola mais negociada no mercado internacional, a soja surfou a onda e voltou a patamares que não eram observados há mais de seis anos. Segundo cálculos do Valor Data baseados nas médias mensais dos contratos de segunda posição de entrega, a soja fechou o mês passado em Chicago com altas de 8,52% em relação a outubro e de 24,5% na comparação com novembro de 2019.

No mercado de milho, os ganhos foram de 4,4% e 10,13%, respectivamente. A aquecida demanda da China pelos grãos produzidos nos EUA animou um pouco mais as escaladas, que também encontraram apoio em problemas climáticos que afetam esta safra 2020/21 no Brasil e na Argentina. 

No caso da soja, foi o sexto mês consecutivo de valorizações, e a média observada em novembro é a maior desde julho de 2014. O milho também deu continuidade a uma tendência ascendente iniciada em junho e voltou ao degrau de julho de 2019.

Analistas consultados pelo Valor nas últimas semanas não veem motivos para perdas expressivas de sustentação em dezembro, embora movimentos de realização de lucros sejam naturais e o clima sul-americano esteja melhorando. Importadores chineses de soja também já indicaram, com o cancelamento de algumas compras do grão dos EUA, que as altas foram longe demais.

Entre as “soft commodities” mais exportadas pelo Brasil, o destaque em Nova York no mês passado foi a valorização do algodão, cujas cotações acompanham de perto as oscilações do petróleo por causa da concorrência entre fibras sintéticas e naturais. Segundo o Valor Data, os papéis de segunda posição de entrega do algodão fecharam novembro com altas de 2,77% ante outubro e de 9,14% sobre novembro de 2019.

No mercado de açúcar, outro ativo agrícola que guarda relação com o petróleo, sobretudo em consequência da força da produção de etanol no Brasil, o valor médio dos contratos em Nova York no mês passado foi 2,77% maior que o de outubro e de 10,01% superior à média mensal de novembro de 2019.

Como no caso dos grãos, as cotações do açúcar também vêm sofrendo a influencia do clima seco e quente no Brasil, da mesma forma que o café. Este também recebeu suporte da “onda altista” e fechou novembro com preço médio 4,32% superior ao de outubro. Na comparação com novembro de 2019, a variação ainda é pequena (2,22%), mas já é positiva. 

O suco de laranja, finalmente, não ficou de fora da festa e registrou valorizações de 6,24% ante outubro e de 20,78% em relação a novembro do ano passado.

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

As informações são do Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint