ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

O que o produtor vai medir em sua propriedade no futuro?

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 12/04/2021

3 MIN DE LEITURA

0
1

Atualizado em 09/04/2021

Os avanços tecnológicos alcançaram todas as áreas do agronegócio e da indústria de alimentos, afetando desde a produção até o consumo. O leite não ficou de fora destas atualizações e isso traz à tona o termo tão recorrente: “Mundo 4.0”. Com certeza, você já ouviu falar nesse conceito!

O “4.0” faz referência às inovações dos sistemas de produção ocorrida na 4ª revolução industrial, que teve início nos anos 2000. E, de fato, a utilização de tecnologias na produção agropecuária promoveu grandes mudanças e revolucionou a atividade.

A modernização de rotinas operacionais, o grande número de dados coletados e abertura de novas oportunidades trouxeram também alterações na pecuária leiteira, principalmente em áreas que exigem grande atenção do produtor, como os índices zootécnicos.

Uma das pessoas mais inseridas e estudiosas do mundo 4.0 para a produção leiteira é o Prof. Dr. Joao Costa, professor na University of Kentucky, em Lexington, Ky, USA. João trabalha com gado leiteiro desde o início da sua vida profissional, já trabalhou no Brasil e na América do Norte e têm experiência na área de Zootecnia, especialmente em Produção de leite, Pecuária Leiteira de Precisão, Manejo e Nutrição de Vacas e Bezerros.

O professor relata a importância dessa versão 4.0 dos índices zootécnicos: “Estamos sempre na procura de dados que possam nos auxiliar na tomada de decisão na fazenda. A Pecuária 4.0 nos traz a possibilidade de monitorarmos os animais individualmente, coletar dados com mais frequência ou até mesmos dados que não poderiam ser coletados de outra forma. Assim, dados zootécnicos que nunca foram considerados começam a ser fundamentais no manejo dos animais e da fazenda.”

Sabe-se que o manejo e decisões acertadas na fazenda são fundamentais para a lucratividade na atividade. A utilização de dados relevantes, é a base do alto rendimento na pecuária leiteira, praticamente o único jeito de encontrarmos pontos de aprimoramento. 

Ter um banco de dados repleto de informações é essencial para identificar gargalos de melhora produtiva de uma fazenda. Com a tecnologia, é possível ter esse banco de dados de forma eletrônica, o que permite que os dados sejam facilmente guardados e acessados.

João enfatiza que o monitoramento individual dos animais, será um avanço tecnológico importante na produção, mas relata a importância de somatizar os dados. “Creio que a integração de dados e a possibilidade que temos de manejar e gerenciar aspectos antes não possíveis é a grande oportunidade que nos está sendo apresentada.”

Quando falamos dessas inovações tecnológicas, a palavra “futuro” vem quase que automaticamente, mas a realidade já está “batendo na nossa porta”. Muitas propriedades já utilizam alguns desses índices que vieram para somar aos antigos padrões.

O Professor informa que já é uma realidade: “Temos diversos exemplos de iniciativas de sucesso no Brasil nessa direção e o fomento dessa discussão por diversas organizações, como algumas cooperativas e até mesmo a EMBRAPA, que estão criando um ecossistema muito dinâmico no País. A adoção por parte dos produtores e empresas do setor está cada dia mais comum e creio que a próxima década vai ser essencial para essa transição”.

Sabendo disso, se atualizar e trazer para a prática essas inovações, é cada vez mais importante para melhorar os resultados e a rentabilidade da propriedade.

Diante do exposto, o MilkPoint Feras da Gestão traz o professor João, que irá ministrar a palestra com temaÍndices zootécnicos e manejo de dados no mundo 4.0: o que o produtor vai medir em sua propriedade no futuro”, trazendo para os participantes uma imersão em novas tecnologias e seus benefícios práticos.

Para saber mais sobre esse e outros assuntos, entre no site e se inscreva para o MilkPoint Feras da Gestão, um evento com programação pensada para abrir mentes e ensinar o caminho do sucesso. Essa é a ultima semana do segundo lote. Não perca a oportunidade! 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint