FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Leite de Batom: comunicação feminina e positiva sobre a produção de leite

POR MAYSA SERPA

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 09/07/2020

3 MIN DE LEITURA

17
20

Sabemos que o leite é muitas vezes alvo de críticas sem fundamento que acabam viralizando e deixando a cadeia produtiva com uma imagem negativa diante do consumidor. Para reverter situações como essas, são cada vez mais necessárias ações que visem comunicar de forma positiva como funciona a produção leite e dar visibilidade, principalmente, aos atores principais nesta história: os produtores.

Uma dessas iniciativas surgiu entre um grupo de jovens do sul do Brasil, que são sócias e gerentes em propriedades leiteiras. As produtoras resolveram mostrar o dia a dia de suas fazendas, dar dicas de manejo dos animais e contar aos consumidores como é produzido o leite que eles compram no supermercado, além dos benefícios do consumo. O projeto leva o nome de Leite de Batom e quem conversou conosco para contar um pouco sobre foi a idealizadora: Jaqueline Ceretta.

leite de batom produção de leite

“Criei a #leitedebatom para o Dia Internacional da Mulher e gostei tanto que resolvi registrar a marca com a ideia de confeccionar produtos para venda”, disse Jaque. Ela participa de um grupo no WhatsApp criado por outro produtora – Amanda Nielsen – e comentou sobre o assunto. As demais gostaram muito da ideia e decidiram ampliar o projeto, criando conteúdos para promoção da cadeia produtiva do leite.

As responsáveis pelo Projeto Leite de Batom são:

  • Jaqueline Ceretta, 32 anos, sócia-proprietária na Agropecuária Ceretta, em Ijuí/RS (@cerettajaque);

leite de batom jaqueline ceretta

  • Amanda Nielsen, 28 anos, gerente-sucessora da Fazenda Amazonas, em União da Vitória/PR (@amandaknielsen);

amanda nielsen leite de batom

  • Aliny Spiti, 25 anos, produtora de leite no Sítio Boa Esperança, em Ivaiporã/PR (@spitialiny);

Aliny Spiti leite de batom

  • Glauciele Bürgel Pagnussatt, 25 anos, produtora de leite da Fazenda Pagnussatt em Xanxerê/SC (@glaucipagnussatt);

glauciele pagnussatt leite de batom

  • Marjori Ghellar, 30 anos, sócia-proprietária na Fazenda Bom Sucesso, em Tuparendi/RS (@marjorighellar).

marjori ghellar leite de batom

O projeto tem como objetivo atingir todos os elos da cadeia produtiva do leite, mas o foco são os consumidores. Utilizando suas influências nas redes sociais, as produtoras visam fomentar o consumo de leite e derivados por meio de vídeos e postagens, a fim de combater mitos e melhorar a comunicação direta com o consumidor. “Muitas pessoas da cidade nos seguem em nossas redes e, assim, conseguimos atingi-los”, explicou Jaqueline.

O projeto também conta com vídeos de conteúdo técnico, que têm como objetivo ajudar os demais produtores nas suas atividades diárias. A intenção também é incentivar outros produtores e pessoas envolvidas na área a gerarem conteúdo e comunicarem-se diretamente com o consumidor, gerando uma cadeia positiva sobre o leite.

O nome “Leite de Batom” e o fato do projeto ser conduzido por cinco produtoras também é uma mensagem. A ideia é elevar a autoestima das mulheres que trabalham no campo. “Na minha região as mulheres, para serem consideradas eficientes, precisam ter ‘cara de sofridas’ e nós queremos mostrar que não é bem assim”, comentou Jaque. Outro ponto importante que o projeto toca é a união entre homens e mulheres que trabalham na atividade, sobretudo casais. “Nós não queremos de forma alguma dizer que as mulheres são melhores ou que sabem mais que os homens, nosso objetivo é promover o trabalho conjunto entre eles”, finalizou.

leite de batom

Para a produtora, a cadeia leiteira ainda precisa evoluir muito e o projeto é uma forma de incentivar o crescimento. “Infelizmente ainda vemos muitos produtores com o hábito de terceirizar os seus problemas. Vejo que falta autoconfiança e atitude como a que vemos na produção de grãos, que cresceu muito nos últimos tempos. Queremos mostrar um pouco disso.”

Desde o lançamento do primeiro vídeo, o Leite de Batom já fez sucesso. “A repercussão foi ótima, tivemos mais de 30 mil visualizações no primeiro vídeo e a maioria dos comentários positivos”, contou. “Isso é muito gratificante e já que o nosso foco é o consumidor, pretendemos mostrar que o nosso produto é de boa procedência. Também queremos incentivar os outros produtores a mostrarem suas produções e a fazerem uma propaganda positiva da atividade.”

O projeto Leite de Batom também possui uma marca pertencente à Jaqueline Ceretta, que produz roupas e outros itens para produtoras de leite. Veja aqui os produtos.

MAYSA SERPA

Médica Veterinária e mestranda em Sanidade Animal pela UFLA, Editora Assistente de Conteúdo MilkPoint.

17

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

EILEEN VALERY DIETRICHKEIT

BLUMENAU - SANTA CATARINA

EM 27/07/2020

Que bom ver moças tão jovens, bonitas e tão entusiasmadas na produção agrícola! E como falam bem, se comunicam bem, inteligentes e instruídas, longe do estereótipo de "gente ignorante do campo". Parabéns pela iniciativa, meninas, que Deus as abençoe para alcançar seus objetivos!
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 28/07/2020

Muito obrigada pelo apoio e carinho. Grande beijo
GABRIEL ESNAOLA

PASSO FUNDO - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 13/07/2020

Meus PARABÉNS!!!!
Campanha que valoriza o profissionalismo e sutileza da mulher no campo; valoriza o produto que é por origem feminino; aproximar o público feminino a conhecer a produção desse nobre produto; direcionado ao público feminino que é diretamente responsável pela decisão de compra em itens nas gôndolas. Excelente iniciativa!!! Desejo sucesso!
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 13/07/2020

Muito obrigada pelo apoio ??. Grande abraço
DENIZE DA ROSA FRAGA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PESQUISA/ENSINO

EM 13/07/2020

Parabéns pela iniciativa gurias, em especial a Jaqueline! Precisamos fortalecer a cadeia do leite com ideias assim, mostrando o importante papel que a mulher ocupa! Já é sucesso e merecem todo destaque!
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 13/07/2020

Querida Denize! Obrigada pelo carinho e apoio (que não é de agora né!?), não é fácil, mas com o tempo vamos evoluir nosso setor. Obrigada mais uma vez. Bjo
EDUARDO GOMES DE SIQUEIRA E SILVA

VALENÇA - RIO DE JANEIRO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/07/2020

Que bela ideia!!! Parabéns e muito sucesso! Objetivos nobres e importantíssimos especialmente por ficar na parceria homem/mulher e não na disputa entre sexos. Não menos importante é o foco no consumidor e a divulgação do trabalho nobre do produtor de leite. Tem tudo para ser um enorme sucesso!!!
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/07/2020

Muito obrigada Eduardo. Realmente a disputa entre sexos não leva a nada, desgasta algo que é para ser bom. Espero que nosso projeto incentive a união e melhore o consumo. Grande abraço
ANDRESSA PEREIRA LAREDO

SÃO VICENTE DE MINAS - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 09/07/2020

Parabéns pela iniciativa!!! Valorizar o trabalho da mulher no campo e ainda incentivar o consumo desse alimento altamente nutritivo hoje em dia é muito importante, tendo em vista a persistência do julgamento machista e os escândalos baseados em "fake news" acerca do leite cada vez mais recorrentes.
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/07/2020

Obrigada Andressa! Grande abraço
LIBOVIS - UFRRJ

SEROPEDICA - RIO DE JANEIRO - PESQUISA/ENSINO

EM 09/07/2020

Adoramos a inciativa. Valoriza a produção de leite, o(a) produtor(a), mas principalmente traz o foco para mulher que trabalha na área! As mulheres já são muitas, quebram barreiras, mas ainda sofrem alguns preconceitos. O número de produtoras e demais profissionais só cresce, o respeito está longe de ser o ideal, mas são a força e a determinação da mulher, associadas a essas iniciativas que trazem o "feminino" para seu devido destaque e que fazem crescer a visibilidade para a competência. Parabéns!
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/07/2020

Muito obrigada pelo carinho e apoio, seguimos juntos. Grande abraço
GERALDO BORGES

BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/07/2020

Marketing positivo do leite! Valorização do produtor(a) de leite com demonstração de orgulho de ser produtor(a)! Parabéns!!!
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/07/2020

Muito obrigada Geraldo, ter teu apoio é fundamental. Seguimos no propósito de evoluir nosso setor, através do marketing positivo. Abraços
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/07/2020

Que orgulho ?? #leitedebatom
JUAN J PERRIER

CAPANEMA - PARANÁ - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 10/07/2020

PARABÉNS realmente podem se ORGULHAR MUITO!!!
Excelente ideia e ótima iniciativa. Nada melhor que ver concretizada uma ideia PROATIVA e POSITIVA, em prol do maravilhoso mundo do leite, sem lugar a duvida uma das atividades produtivas mais esforçadas e com um dos mais nobres alimentos para consumo humano. E muito bem ressaltado por tu e tuas amigas de jornada, atividade onde tanto mulher como homem tem destacadíssima participação.
SUCESSO e abraço.
EM RESPOSTA A JUAN J PERRIER
JAQUELINE PAIM CERETTA

IJUÍ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/07/2020

Muito obrigada Juan! Persistência é nosso sobrenome. Grande abraço