ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Tendências, recuperação econômica & consumo de lácteos: o que podemos esperar para 2018?

andrés padilla Rabobank Compartilhar uma visão geral do que está acontecendo com o mercado internacional, as projeções de preços para 2018 e as perspectivas sobre a oferta e demanda de lácteos dos principais mercados produtores e consumidores serão alguns dos temas abordados por Andrés Padilla, Analista Sênior do Rabobank, Brasil, no Dairy Vision 2017. Uma das ideias da apresentação é correlacionar esses fatores com o mercado brasileiro e como eles podem impactar o ano vindouro.

Segundo ele, os produtos lácteos fazem parte da alimentação dos brasileiros e culturalmente estão inseridos na dieta da população. “Infelizmente, a perda de renda real na recessão de 2014-2016 contribuiu para a redução no consumo de alguns produtos. Porém, o consumo de lácteos e alimentos em geral, têm sofrido menos do que outros produtos nos últimos anos, visto que os consumidores cortam primeiro o lazer e a compra de eletrodomésticos. Uma possível recuperação econômica sustentável por vários anos deve trazer uma melhora importante no mercado de trabalho, refletindo em salários maiores. Se as políticas econômicas adotadas pelo próximo governo (2019-2022) levarem à manutenção de inflação controlada e crescimento sustentável, o consumidor brasileiro deve voltar a consumir mais leite e seus derivados. Acreditamos que o potencial maior está nos queijos, iogurtes e outros produtos de valor agregado, dado que o consumo de leite fluido já é elevado”.

Além disso, o analista destaca que estamos vivenciando no Brasil um período de grande oferta de leite no mercado. “A produção local avançou com força e a demanda local ainda está enfraquecida como comentei acima. Dado que o mercado brasileiro é bastante fechado ao comércio internacional, com exceção do Mercosul, a indústria não consegue ser muito competitiva para colocar o excesso de produção em mercados importadores devido aos impostos que os produtos brasileiros carregam. Por outro lado, vale a pena lembrar que quando há excesso internacional de produção, os produtores de fora têm dificuldades para colocarem seus produtos no mercado brasileiro devido às barreiras de importação que existem”.

Andrés pontua que o mercado mundial tem apresentado maior equilíbrio ao longo de 2017, com preços mais estáveis na maioria dos produtos. “Está ocorrendo uma reação da oferta internacional por causa dos melhores preços ao produtor no primeiro semestre, o que acelerou a oferta internacional. Mas, vale lembrar que a demanda – principalmente dos mercados emergentes liderados pela China – vem crescendo junto, o que ajuda a manter o mercado em equilíbrio”.

Ele ressalta que os preços da manteiga e das gorduras lácteas têm fugido da estabilidade observada nas proteínas. “Isso ocorreu devido ao aumento expressivo e às mudanças estruturais com relação ao menor consumo de gorduras vegetais e aumento do consumo de manteiga em várias regiões. Acredito que essa mudança estrutural é de longo prazo”.

Tendências do mercado lácteo

Para Padilla, o leite e seus derivados continuam sendo uma fonte de proteínas importante na alimentação das pessoas de todas as idades, porém, há bastante ‘barulho’ e desinformação nas redes sociais e isso pode atrapalhar e influenciar os níveis de consumo, principalmente da geração Y (ou ‘millenials’).

tendência do mercado lácteo

“Os ‘millenials’ - por natureza - querem experimentar coisas novas e mudar os padrões de consumo com relação aos seus pais e às gerações anteriores. Devemos todos ajudar na divulgação de informações mais claras e direcionadas para que os novos consumidores continuem apreciando o grande valor que o leite e os derivados lácteos têm na nutrição do ser humano. Reforçando, o consumo de manteiga está aumentando globalmente e deve continuar em expansão no futuro. Várias pesquisas conceituadas têm comprovado as vantagens de consumir gorduras lácteas com moderação e os consumidores estão reconhecendo os benefícios dela para a saúde”, completa.

O Dairy Vision 2017 é um dos principais eventos mundiais da cadeia do leite no mundo que ocorrerá em Curitiba/PR, entre 30 de novembro e 01 de dezembro.

Confira a programação completa clicando aqui. As inscrições com desconto se encerram no dia 13/11!

O Dairy Vision 2017 é uma realização da AgriPoint e da Zenith Global. Esta iniciativa conta com patrocínio Gold da Beneo, ICL, Plastipak, PolyOne e Sealed Air. Participação das empresas ADI, Auto Analítica, Biomérieux, Dupont, Ecolean, Geiger, Quintiq e RMBPack. Apoio da ABIQ, ABLV, ABIS, Embrapa Gado de Leite, FEPALE e OCLA. Apoio de mídia da Revista Indústria de Laticínios e da Revista Mais Leite.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.