FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

MilkPoint Radar: dados de produtores apontam para fortes quedas no preço do leite

Os dados do aplicativo MilkPoint Radar, referentes ao leite pago no mês de outubro (e fornecido em setembro), já estão disponíveis para consulta pelos produtores e técnicos participantes. O sistema, gratuito, permite a comparação de parâmetros entre fazendas de leite. Inicialmente, o aplicativo avalia qualidade, preços e volume produzido.

Neste mês, o sistema contou com 478 produtores de leite, um acréscimo de 7,7% sobre o mês passado. O volume diário monitorado chegou a 1,04 milhão de litros/dia (+2%), com média de 2.173 litros por produtor, bastante acima da média nacional.

Esses produtores receberam, em média R$ 1,535 de preço líquido, redução de 17 centavos em relação ao pagamento de setembro, quando o preço líquido apurado pelo MilkPoint Radar foi de R$1,709/litro. Tal valor ficou acima da média apontada pelo Cepea para o leite pago em outubro (R$ 1,3961), reflexo certamente do volume maior por produtor na amostra em questão; entre os dois meses o CEPEA apontou queda de R$0,13/litro.

O gráfico 1 mostra os preços por média de volume de leite. Nota-se que houve queda no preço líquido para todas as faixas de produção, as quedas ficando entre 13 centavos (produtores de 1.000 a 3.000 litros/dia) a 21 centavos (produtores de 500 a 1.000 litros/dia).

Gráfico 1. Preços líquidos por faixa de volume.

Fonte: MilkPoint Radar

Os dados do pagamento de outubro mostraram que esta expressiva queda ocorreu para grande parte dos produtores: entre os usuários que inseriram os dados tanto de setembro quanto de outubro, 88% apontaram quedas nos preços enquanto 12% apontaram movimento de estabilidade ou alta.

Os motivos relatados pelos produtores que não apresentaram queda foram: a ocorrência de contratos de preços que, aliados a bonificações por qualidade, fizeram com que tais produtores não tivessem quedas. Além disso, alguns produtores alteraram para quem forneciam o leite devido a melhores ofertas de preço.

Gráfico 2. Tendência de variação do preço líquido – Outubro x Setembro. 

MilkPoint Radar
Os dados também indicam um aumento na oferta de leite: os produtores que inseriram dados em agosto e setembro apresentaram um crescimento de 5,8% no volume ofertado. Se analisarmos o crescimento dos produtores que reportaram dados desde o pagamento de julho, tais produtores já apresentaram um crescimento na oferta de 23,8%.

Entre os principais estados produtores de leite, a tendência de preço e produção foi semelhante: aumentos entre 3,7% a 5,4% na produção e quedas entre -4,8% e -15,8%, como pode ser visto no gráfico 3 a seguir.

Gráfico 3 – Variação de preço por produtor nos principais estados em produção de leite – Pagamento de outubro (leite de setembro) x setembro (leite de agosto). 

Fonte: MilkPoint Radar

Em relação à qualidade, o teor de gordura ficou estável em 3,67%, enquanto o teor de proteína teve leve aumento, de 3,24% em agosto para 3,27% no pagamento de outubro. Já os dados de CCS e CBT apresentaram redução: a CCS ficou em 330 mil/ml (-27,3%) e a CBT foi de 49 mil UFC/ml (-49,5%). Tais informações podem ser vistas na tabela 1 abaixo.

Tabela 1 – Indicadores MilkPoint Radar – Pagamento de outubro x Setembro.

* Preço líquido
** Considerando produtores que colocaram dados nos dois meses
Fonte: MilkPoint Radar


É produtor de leite? Faça parte do MilkPoint Radar! Acesse www.milkpointradar.com.br ou baixe o aplicativo para Android ou iOS na sua respectiva loja de aplicativos.


21

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOAO

CORUMBAÍBA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/12/2016

Meu leite foi pago 105$nova aurora goias pago pela italac média 250 l
SAVIO SANTIAGO

LAVRAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 17/11/2016



O Milkpoint Radar tem tudo para se tornar uma referência confiável;



A medida que aumentarem as informações e o número de participantes os dados serão muito confiáveis a a ferramenta indispensável;



Por enquanto com 478 fazendas que formam média de 2178 litros, a realidade é muito diferente da média geral tanto em volume produzido e qualidade do leite;



Já era de se esperar isso no início, que os produtores que fariam a adesão fossem mais tecnificados e antenados com o mercado;


SAVIO SANTIAGO

LAVRAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 17/11/2016

Oi Darlani;



Muriaé já é uma cidade de porte maior, tem grandes supermercados;



Nesses maiores com certeza os preços não passam de R$ 2,20, sendo a sua maioria comercializada abaixo de 2,00, exceto marcas premiun e mercados pequenos e de alto valor agregado;



Independente disso, temos que entender que quem faz o preço da gôndola é o supermercado e realmente existem muitas diferenças de markup por diversos motivos;



Regra geral o leite UHT está flutuando no atacado de 1,80 a 2,00 e no varejo de 1,89 a 2,20



Abraço

NICOLE ZANDONÁ

PIRACICABA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 17/11/2016

Oi Ricardo,



Entendo seu ponto. Mas você sabia que o Radar tem índices de preço para cada mesorregião do estado e por faixa de produção?



Na sua mesorregião, por exemplo, a média do preço pago em outubro por produtores com produção abaixo de 250 litros por dia foi 1,21, enquanto produtores acima de 6000 litros diários receberam em média 1,62.



Ao divulgarmos os dados enviamos os valores médios, mas no aplicativo você pode conferir os preços mais próximos de sua realidade.



Espero ter ajudado!


DARLANI PORCARO

MURIAÉ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/11/2016

Aquí não  Sávio , leite de caixa está mais ou menos 3,oo  reais, e o sacola a 2.70  , agora os latícinios  fazem alguma promoção em agrado aos mercados, mas não vai adiante, enquanto nós,  saimos agora de uma seca enorme, e os custos dos ingredientes de uma ração está alto.
SAVIO SANTIAGO

LAVRAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 17/11/2016

Amigo Darlani;



UHT não caiu??



Produto veio de quase 4,00 para até 1,89;



Realmente ele não caiu, despencou
DAYANA ADÉLIA

IBITURUNA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/11/2016

Obrigado Nicole pelas considerações. Realmente a participação e a inserção da correta informação fará com que tenhamos a geração de dados mais fidedignos. Realmente esse preço citado pela milkpoint radar não prevalece pelo menos na região que estamos. Obrigado.
DARLANI PORCARO

MURIAÉ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/11/2016

Gozado o prêço  do  leite   pago a nós produtores aquí em Muriaé, foi de  1,o5  centavos, e deve abaixar mais ainda, agora nos mercados  só o leite de sacola diminuiu o prêço, os outros produtos lácteos até aumentaram o  valor , é isso aí, taí,  um grande estímulo a parar com isso.
DERLEI JOSÉ BRANDAO

BOM REPOUSO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/11/2016

Obrigado Nicole.
NICOLE ZANDONÁ

PIRACICABA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 17/11/2016

Olá Derlei,



Os dados parciais do MilkPoint Radar apontam neste mês uma nova queda no preço pago em novembro. O índice até agora é de 1,43 R$/litro, 10 centavos abaixo do mês de outubro.
PASCOALIVANRIBEIRODALESSANDRO

SÃO JOÃO DEL REI - MINAS GERAIS - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 17/11/2016

Cepea um otimo balizador para a negociaçao de seu leite
NICOLE ZANDONÁ

PIRACICABA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 17/11/2016

Olá Ricardo, tudo bem?



Todos os dados colocados no Radar são checados para que possamos mostrar a real situação dos produtores participantes.



O valor mais alto em relação ao CEPEA tem relação com o fato de que os produtores participantes do Radar apresentam em geral, um volume mais alto de leite e, por isso, acabam recebendo mais (gerando a média de 1,53).



Mas quanto mais produtores participarem, melhor será a qualidade dos dados. Por isso, pedimos que você participe e convide outros produtores a participar.



Abraço,
DERLEI JOSÉ BRANDAO

BOM REPOUSO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 16/11/2016

Alguem ja recebeu este mes poderia postar aqui por favor ,obrigado.
DAYANA ADÉLIA

IBITURUNA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 16/11/2016

Boa tarde. Se esse comentário de preço do Sr. Salvador for real estaremos todos fritos.
AUSTREGESILO MIRANDA

EM 14/11/2016

Que bom se fosse...
SALVADOR BRANDI NETO

EM 12/11/2016

Pedralva-MG o leite entregue em novembro será pago em.dezembro o valor padrao de R$ 0,75 para o litro! Cooperita!
DAYANA ADÉLIA

IBITURUNA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/11/2016

Bom dia. Pelo menos em relacao a media CEPEA o preco pago ao produtor esta proximo da realidade. Valor pago em outubro 1,59 liquido apontado pelo MKP nao conheco nem pequeno nem grande que tenha recebido. Talvez os presidentes de cooperativa e donos de laticinios que tambem sao produtores de leite.
DERLEI JOSÉ BRANDAO

BOM REPOUSO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/11/2016

Eu recebi o de agosto entregue em julho 1.60 e o de setembro entregue em agosto 1.35 e o de outubro emtregue em setembro 1.20,esse cepea alem de passar o preço atrasado ainda passa errado,prejudicando o produtor que esta precisando que o governo tome medidas que possa ajudar,porque hoje o custo de produçao gira entorno de 1.00 a 1.20.


FREDERICO TADEU CALDAS LIMA

BAEPENDI - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/11/2016

Recebi da vigor em setembro pelo leite de agosto 1,597 e em outubro pelo leite de setembro 1,20, ou seja redução de  0,40 centavos  de um mês pra outro.

Sai da vigor pelo descaso que fui tratado.
SERGIO LOPES DE AZEVEDO

GUARANI - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/11/2016

estas avaliações são muito importantes para nós produtores . obrigado

  os faço parte do milkpoint radar desde o inicio.