ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

5 passos para o sucesso no leite

FABRÍCIO NASCIMENTO

EM 18/12/2020

2 MIN DE LEITURA

7
39

Das várias formas de se apresentar o que gera resultado e trás sucesso na atividade leiteira, vamos elencar cinco passos, baseados nestes, seguiremos produzindo rumo ao sucesso na produção de leite.

O primeiro passo sem sombra de dúvida são as PESSOAS.

Nosso leite é produzido por pessoas, transportado por pessoas, industrializado por pessoas e principalmente consumido por pessoas. Sabendo disto precisamos achar uma forma de satisfazer todas as pessoas envolvidas,  sem elas não existe a atividade.

O segundo passo seria a TECNOLOGIA, lembrando que a tecnologia não veio para dominar o homem e sim para ser dominada por ele. 

Geralmente se associa a tecnologia com coisas caras, mas nem sempre é assim, desde uma semente que você use, ela tem muita tecnologia por trás, medicamentos, inseminação artificial, enfim tudo o que vier a facilitar o manejo e melhorar a vida das pessoas, desde que se enquadre na realidade da propriedade, este é o papel da tecnologia.

Como terceiro passo vem a ALIMENTAÇÃO.

É preciso alimento de qualidade e em quantidade para as vacas, resolver o FDF (fim da fome), para aí sim pensar em ajuste fino da dieta, garantir que todas as classes de animais, desde terneiras até vacas secas estejam bem alimentadas.

Aí sim podemos partir para o quarto passo que é a REPRODUÇÃO.

O lucro está diretamente ligado aos dias em leite da vaca, vacas em pico de produção são as mais lucrativas, para termos o maior número possível de vacas em pico de produção a REPRODUÇÃO precisa estar bem ajustada, tudo correndo bem, com um  intervalo de partos de 12 meses.

Depois que você entende a participação das PESSOAS, sabe fazer bom uso da TECNOLOGIA, tem uma boa alimentação disponível para seus animais, a REPRODUÇÃO está alinhada, aí sim você pode dar o quinto passo que é a GENÉTICA.

A genética está no quinto passo não por ser menos importante, mas sim por exigir mais. Não adianta você investir pesado em  genética, produzir animais de altíssimo padrão, se você não tiver pessoas capacitadas para trabalhar com estes animais, se você não tiver tecnologia para oferecer a estes animais o que eles pedem, se você não tiver comida de qualidade – lembrando que quanto mais genética maior é a exigência alimentar – se você não tiver a reprodução alinhada, de nada adianta investir em um sêmen caro de alto padrão genético se sua vaca não vai emprenhar.

Então vamos lá um passo de cada vez, sem esquecer nenhum, seguimos firmes caminhando e produzindo rumo ao sucesso. 

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

FABRÍCIO NASCIMENTO

Produtor de leite em Jóia, Rio Grande do Sul, e palestrante.

7

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

EDINALDO DE SOUZA TEIXEIRA

SALVADOR - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 02/07/2021

Muito bom, nota 100. Mas acrescentaria mais um passo para o pequeno produtor:
Para quem produz pequenas quantidades em torno de mil litros e não está localizado numa bacia leiteira de grandes produtores , muito difícil vc vender seu leite mesmo com uma CCS ABAIXO DE 200.000. Eu tenho QUALIDADE mas não tenho QUANTIDADE, que são as duas pontes para se obter sucesso no leite.
Tenho quase certeza, de que os pequenos produtores de alguns Estados irao desaparecer , prinipalmente os que não tem um grande produtor como vizinho.
Muito obrigado.
JOSÉ MARCANO

CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 22/12/2020

Bom início
SEBASTIÃO ROSA DOS SANTOS

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 22/12/2020

Muito interessante São 5 passos fundamentais, para o produtor. Não se deve perder o foco, a melhoria e continua e compensadora.
EVERTON DANIEL GOELZER

QUINZE DE NOVEMBRO - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/12/2020

Belo texto concordo 100%, gostaria deixar meu comentário sobre os três últimos passos. Alimentação: temos que maximizar o consumo de MS, disponibilizar alimento 24 horas por dia se possível,ou seja manter sempre a vaca "cheia",se não estiver no cocho tem de estar no piquete pastejando, alta palatabilidade dos alimentos e água; reprodução: emprenhar a vaca o mais rápido possível, manter Dell baixo,usar iatf, fitas de cio ou outros detectores de cio.ter o máximo de animais iniciando nova lactação (0 a 120 dias pós parto) período em que há maior conversão (litros de leite produzidos por kg de MS consumida,)e por último genética: é a soma de genótipo e fenótipo, duas bezerras gêmeas idênticas nascidas do mesmo pai e mãe mas criadas de maneira completamente diferente, trazem resultados opostos na fase da produção de leite.
EVERTON DANIEL GOELZER

QUINZE DE NOVEMBRO - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/12/2020

Belo texto, perfeito, concordo 100%, gostaria de deixar minha opinião sobre as três últimas.ALIMENTACAO: temos que maximizar o consumo de MS, disponibilizar alimento ao animal 24hors
por dia," manter a vaca sempre cheia" se n
ELISIO ANTONIO DE OLIVEIRA

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/12/2020

Matéria muito legal mesmo.
Pessoas pensam em tirar leite, já quer mexer com sêmen e as vezes esqueceram que as vacas comem.
JUAREZ GONÇALVES MOREIRA

BANDEIRA DO SUL - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 18/12/2020

Parabéns
É isto mesmo, pena q muintos produtores, só pensão em reclamar.
Precisao se conscientizar q no leite se ganha em centavos.
MilkPoint AgriPoint