ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Planilha de Custo de Produção de Novilhas de Reposição: criação própria vs. Terceirização

POR CARLA MARIS MACHADO BITTAR

E LUCAS SILVEIRA FERREIRA

CARLA BITTAR

EM 16/11/2006

12 MIN DE LEITURA

29
0
Introdução

Conseguir novilhas de reposição entre 22 e 24 meses de idade representa uma das atividades mais onerosas dentro do sistema de produção de leite. Devido à natureza do manejo de novilhas de reposição, a atividade leiteria investe em alimentação, mão-de-obra e capital durante um período de 22 a 24 meses sem receber qualquer retorno financeiro.

Segundo Heinrichs (1993), a criação de novilhas representa o segundo maior custo na atividade leiteira (próximo a 20% despesas totais), perdendo somente dos custos em alimentação do rebanho em produção. Conseqüentemente, minimizar gastos na criação de novilhas, sem prejudicar o desempenho ou o potencial produtivo dos animais de reposição, deve ser o principal objetivo nos sistemas criação.

Vários trabalhos demonstraram benefícios na vida produtiva de animais de reposição com parição entre 22 e 24 meses da idade. Novilhas parindo aos 23 meses adquirem 107 dias a mais na vida produtiva, produzem 1.475 kg mais leite que animais parindo aos 26 meses. Embora a idade mais adiantada para a parição tenha benefícios comprovados, o peso na parição influencia a produção na primeira lactação quatro vezes mais do que a idade à parição sozinha.

Assim, o peso ideal à parição deve estar entre 544 e 567 kg para maximizar a produção na primeira lactação. Para a obtenção de novilhas de reposição parindo entre 22 e 24 meses, com um peso vivo (PV) aproximado de 544 a 567 kg, uma elevada taxa de crescimento é necessária. Entretanto, existem evidências na literatura de que taxas de crescimento acima de 900 g/d durante a fase pré-púbere de novilhas resultam em menores produções de leite à primeira lactação.

Embora a maioria das propriedades leiteiras continue realizando a criação de animais de reposição, um número crescente de produtores americanos está contratando suas novilhas a criadores especializados. Os benefícios produtivos e econômicos da recria terceirizada de animais leiteiros devem ser fatores considerados quando da tomada de decisão de contratação deste tipo de serviço. Entretanto, embora comum nos EUA, a terceirização ainda não é comum no Brasil, havendo poucas experiências e/ou tentativas de prestação de serviço, como apresentou reportagem na Revista DPA do mês passado.

Produtores têm uma variedade de recursos e objetivos, mas o método mais econômico de obtenção de novilhas de reposição deverá ser determinado somente através da análise dos custos de cada sistema de produção.

Assim, o objetivo principal do estudo de Gabler et al. (2000) foi o desenvolvimento de uma planilha de análise de custos flexível para acomodar várias operações, analisando os custos de criação de animais de reposição. Um objetivo secundário foi a validação da planilha de custos de criação de novilhas no Estado da Pensilvânia (EUA), comparando-se a criação realizada pelo próprio produtor ou terceirização.

Material e métodos

Desenvolvimento de uma planilha de análise de custos

Uma planilha de análise de custos foi desenvolvida em um arquivo do Microsoft Excel 97. Os custos são calculados, por cabeça, para alimentação, mão-de-obra, sanidade, reprodução, instalações, equipamentos, mortalidade e lucro, com cada um destes aspectos ocupando uma planilha individual dentro do arquivo. Todos os custos estimados são transferidos para uma planilha resumo que fornece o total e estimativa de custo diário na criação de novilhas de reposição.

Para fornecer flexibilidade para uma variedade de operações, as estimativas de custo também foram separadas em classes de idade, que incluem dos 3 dias de idade até desmama, da desmama até 6 meses, dos 6 meses até prenhez e da prenhez até o parto.

As estimativas de custo por classes de idade são transferidas a uma planilha sumária que fornece o custo total e o custo diário para as classes de idade. Relatando a informação de custo desta maneira permite que o usuário avalie despesas para diferentes períodos de criação e identifique oportunidades para melhoria.

As estimativas de custo com reprodução incluem a inseminação artificial e/ou o uso de um touro, o que inclui o custo na compra de um touro, os custos com alimentação e despesas relacionadas. As instalações e as estimativas de custo com equipamentos incorporam um valor atual da instalação ou do equipamento adquirido com uma depreciação linear dada a vida prevista da instalação ou do equipamento. As estimativas de custo de instalações e equipamentos incorporaram seu valor atual levando-se em consideração o valor de compra e a depreciação anual de cada um.

O custo também incluiu uma estimativa de vida útil restante da instalação ou equipamento, o número de dias que as novilhas ocupavam a instalação ou usavam o equipamento, juros, seguro e o imposto da propriedade. Os juros, o seguro e os impostos foram obtidos com o uso de taxas de porcentagem anual.

Os custos com mortalidade consideram o valor de uma novilha de reposição e a porcentagem de mortalidade para uma operação num período de idade especifica. Uma seção com custos variados ficava situada na planilha sumária, onde a operação incorpora o custo por cabeça por período de idade para cobrir todos os custos inestimáveis como combustível para o equipamento, água, mão-de-obra para manejar animais e custos com transporte.

Validação de uma planilha de análise de custos

Uma amostra com 16 produtores e 14 criadores de novilhas terceirizados foi avaliada usando a planilha de análise de custo descrita acima. Estas operações foram avaliadas no estado da Pensilvânia (EUA) entre outubro 1998 e maio 1999 para minimizar possíveis variações sazonais nos valores de mercado, que poderiam alterar a validade dos custos calculados. Os dados foram incorporados na planilha de análise de custo com os resultados individuais e colocados em uma série de dados coletivos.

Na planilha, o mês foi considerado com 30 dias. O período de avaliação dos custos associados com o estudo para produtores comerciais e criadores de novilhas terceirizados foi definido como 3 semanas antes da primeira parição prevista. O período de pré-parto, definido como 3 semanas antes da parição, foi utilizado para a igual comparação entre os criadores, embora a planilha tivesse a habilidade de calcular custos até após o primeiro parto. O valor pago por horas de trabalho foram aqueles aplicados de acordo com as operações individuais.

Todos os instrumentos e equipamentos tiveram sua expectativa de vida calculada com depreciação estimada para o valor atual (Tabela 1). Se um instrumento ou uma parte do equipamento prolongasse sua expectativa de vida, um custo de reparos anual foi determinado. O custo variado por classe de idade foi baseado de acordo com cada produtor individual. Os valores relacionados com mortalidade e custos de interesse eram dependentes do valor dos animais para os criadores individuais. A taxa anual de juros foi fixada em 4%, quando as taxas anuais e de seguro foram fixadas em 2%.

Tabela 1. Valores de expectativa de vida para instrumentos e equipamentos.


1Equipamentos não permanentes representam casinhas móveis individuais e em grupo;
2Equipamentos para alimentação com leite representam mamadeiras, bicos e outros.

Resultados e discussão

A planilha de análise de custos permitiu uma estimação justa do valor de mercado dos custos de criação de novilhas em várias operações. Resultados das operações analisadas são discutidos de maneira a demonstrar a funcionalidade da planilha, sendo os resultados relatados para custo total e diário. A simplicidade da planilha foi a componente chave na flexibilidade em estimar custos para uma variedade de operações, manejo da alimentação, instalações e mão-de-obra.

Dessa forma, as diferentes operações puderam identificar pontos fortes e gargalos do sistema dentro de seu programa de manejo de criação de novilhas. O segundo objetivo deste estudo foi validar a planilha de custos nas mais variadas operações. Este objetivo implica no fato de que decisões econômicas devem ser individuais e não baseadas em médias relatadas, que não permitem comparação estatística dos dados observados.

Os produtores avaliados estão descritos na Tabela 2. Dos 14 criadores terceirizados analisados, oito receberam as bezerras com até 3 dias de idade, assim o custo de criação de bezerras de 3 dias até desmama pôde ser calculado. Os seis criadores restantes receberam as bezerras com idade média de 132,5 dias. Dados destes criadores começam aos 6 meses de idade e continuaram até recém-paridas. Conseqüentemente há a separação dos dados de custo para os criadores, 3 dias de idade até recém-paridas e 6 meses até recém-paridas.

Tabela 2. Especificação dos produtores e criadores terceirizados.


1Média de produção de leite/lactação do rebanho
2Representa idade da bezerra desmamada recebida pelo criador terceirizado.

Produtores tiveram uma média de idade na desmama de 57,9 dias enquanto que os criadores terceirizados tiveram uma média idade na desmama de 53,5 dias (Tabela 2). Idade na desmama resultou em economia de 8,4% para os criadores terceirizados contra os produtores nos dados analisados conforme mostra a Figura 2.

O custo total de criação de uma bezerra durante o período de 3 dias até desmama é menor como mostrado na Figura 1, porém esta classe de idade é o período mais oneroso para todas as fazendas, como demonstrado pelo custo diário na Figura 2. O custo total médio para cria de animais de reposição da desmama até 6 meses foi de U$170,75 e U$172,06 para produtores e criadores terceirizados, respectivamente (Tabela 3).

Tabela 3. Custos médios totais para cada classe de idade específica com o custo total para cria de novilhas por produtores e criadores terceirizados.


1Custo total representa o total dos 3 dias até o parto.
2Custo total representa o total dos 6 meses até o parto.

O custo total médio de criação dos 6 meses até prenhez foi de U$313,27 e U$329,43 para produtores e criadores terceirizados, respectivamente (Tabela 3). A idade média a prenhez foi ligeiramente menor para criadores terceirizados (Tabela 2), mas o custo total médio foi maior.

O custo total estimado para o período de 6 meses até prenhez para produtores e criadores terceirizados, variou extensamente, o que pode ser atribuído à diferença entre uma menor idade à prenhez e maior custo médio total. Uma outra provável possibilidade é a tendência de que criadores terceirizados consigam crescimento mais consistente pela alimentação com rações com maior nível nutricional durante este período, na esperança de diminuir a idade a primeira prenhez e consequentemente a idade ao primeiro parto.

As classes de idade: desmama até 6 meses e de 6 meses até prenhez são os períodos com o maior custo de criação, como demonstrado pelos valores de custo médio por cabeça por dia (Figura 2). O custo total médio para cria da prenhez até a parição foi de U$501,77 e U$390,15, para produtores e criadores terceirizados, respectivamente (Tabela 3). A idade média na parição para produtores foi de 24,13 meses e 22,75 meses os criadores terceirizados. Para criadores terceirizados a idade média na parição apresenta-se 17% menor que a idade média na parição para os produtores.

Figura 1. Custo total médio cumulativo para produtores e criadores terceirizados.


Figura 2. Custos médios diários para produtores e criadores terceirizados por classe de idade.


Os custos totais médios foram quebrados em duas categorias devido à natureza dos criadores terceirizados. Como mostrado na Figura 3, a alimentação representa 60,3 e 64,0% do custo total médio dos 3 dias de idade até o parto para produtores e criadores terceirizados, respectivamente. A alimentação representa 52,9% do custo total médio dos 6 meses até a parição para criadores terceirizados.

Custo com mão-de-obra foi o segundo maior custo contribuindo com 13,8 e 17,0% do custo total médio para produtores e criadores terceirizados, respectivamente. Para os criadores terceirizados, novilhas dos 6 meses até a parição representam um custo com mão-de-obra de 13,4% dos custos totais médios.

O custo de interesse é um custo de oportunidade associado com a posse, a alimentação, o trabalho e o capital requeridos para criação de uma novilha de reposição, comparada com o investimento deste capital num banco. A posse da bezerra influencia a maior parte da despesa de interesse. Nenhum dos criadores terceirizados possuía as bezerras que criavam, assim os custos de interesse para estas operações eram mais baixos do que produtores (Figura 3).

O custo total com cama, instalações, equipamentos, reprodução, sanidade e mortalidade também são apresentados na Figura 3. Despesas com mortalidade para os criadores neste estudo eram menores devido à baixa taxa média de mortalidade para o período de cria inteiro; 0,95 e 0,76% para produtores e criadores terceirizados, respectivamente.

A Figura 2 mostra os 2 períodos com maior custo na criação de novilhas de reposição baseado no custo por cabeça por dia. Estas duas classes de idade são dos 3 dias até a desmama e da prenhez confirmada até a parição. Os resultados encontrados por este estudo enfatizam a importância do conhecimento da economia na criação de novilhas de reposição de maneira individualizada, ou seja, por produtor. Embora não existam sistemas de produção idênticos, figuras econômicas precisas desenvolvidas neste estudo podem ajudar propriedades leiteiras e propriedades de cria terceirizada a aumentar a lucratividade.

Figura 3. Custos totais médios por serviço para produtores e criadores terceirizados.


Conclusões

A especialização da indústria leiteria e a pressão por fazer de modo economicamente adequado, criaram uma necessidade em avaliar continuamente cada decisão no manejo leiteiro. Uma planilha que avalie o custo para criar uma novilha de reposição fornece apoio na habilidade de fazer decisões na reposição de novilhas baseados na exata avaliação econômica.

Uma larga escala de variação existe nos métodos e manejo na criação de novilhas de reposição. O conhecimento dos custos de animais de reposição é essencial para a avaliação da lucratividade e produtividade de uma operação. Resultados da planilha de análise de custo desenvolvidos neste estudo estimaram o custo médio total na criação de novilhas de reposição como sendo U$1.124 para aos produtores examinados e U$1.019 para os criadores terceirizados.

A média de custo diário foi estimada como sendo de U$1,55 e $1,49 para produtores e criadores terceirizados, respectivamente. Custo da alimentação contribuiu com 60% do custo total da cria de novilhas de reposição. A seleção da maneira mais econômica e do método de aquisição de novilhas de reposição tem influência importante sobre a lucratividade da operação leiteria, porém pode ser auxiliado pelo uso de uma planilha exata de análise de custo e informação como a resultada deste estudo.

Referências

Gabler, M.T., Tozer, P.R.; Heinrichs, A.J. Development of a cost analysis spreadsheet for a calculating the costs to raise a replacement dairy heifer. J. Dairy Science, v.83, p. 1104-1109, 2000.

Heinrichs, A.J. Raising replacement heifers to meet the needs of the 21st century. J. Dairy Science. 76:3179-3187, 1993.

Comentários

Embora o principal objetivo do trabalho tenha sido o desenvolvimento de uma planilha de custo de criação de novilhas de reposição, a validação desta planilha gerou dados interessantes com relação a comparação da criação própria ou terceirizada. De maneira geral, fica evidente a melhor eficiência econômica da criação de novilhas em operações de terceirização, as quais apresentaram menores custos totais e na maior parte dos custos nas diferentes categorias.

Da mesma forma, os criadores terceirizados apresentaram menor idade ao desaleitamento e menor idade ao primeiro parto, demonstrando além de eficiência econômica, uma eficiência produtiva. As experiências americanas demonstram algumas vantagens no que se refere a terceirização da criação de novilhas de reposição, muitas delas relacionadas ao maior foco nesta categoria animal, geralmente negligenciada em propriedades leiteiras, onde os animais em lactação recebem maior parte dos investimentos e atenção no manejo.

CARLA MARIS MACHADO BITTAR

Prof. Do Depto. de Zootecnia, ESALQ/USP

LUCAS SILVEIRA FERREIRA

Engenheiro agronômo formado pela UFSCar e Doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ - USP na área de nutrição e avaliação de alimentos para bovinos. Atualmente exerce a função de Nutricionista de Ruminantes na Agroceres MMX Nutrição Animal

29

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ALVIM CARVALHO

VIÇOSA - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 19/03/2021

Muito bom, trabalho íncrivel. Gostaria de receber a planilha, se possível, este é meu email alvimlucas16@gmail.com, sou estudante de agronomia da UFV.

Parabéns pelo trabalho.

Att
CESAR

PITANGA - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/07/2020

Ola, muito bom o artigo, gostaria de receber a planilha se possível.

cahoepers@gmail.com

Atenciosamente
César Augusto
CESAR

PITANGA - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/07/2020

Ola, muito bom o artigo, se possível, gostaria de receber a planilha.

Muito obrigado. Cesar Augusto
cahoepers@gmail.com
SILVANA RONCATO

CHAPECÓ - SANTA CATARINA - ESTUDANTE

EM 22/10/2019

Olá,
Gostaria de receber a planilha se possível.
silvanaroncato@yahoo.com.br

Att,
Silvana
ALFREDO CRUZ

MADALENA - CEARÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 14/10/2019

Ola, Excelente trabalho, Voce pode me enviar a planilha?
alfredocruznt@yahoo.com.br
FÁBIO DE SOUZA GUAGNINI

PASSO FUNDO - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 27/05/2019

Olá! Ótimo artigo. Poderia ter acesso a planilha? se sim, este é meu e-mail: fsguagnini@gmail.com
Muito obrigado.
FÁBIO DE SOUZA GUAGNINI

PASSO FUNDO - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 27/05/2019

Olá! Excelente artigo. Gostaria de ter acesso a planilha. fsguagnini@gmail.com
Muito Obrigado.
ROMARIO FOGAÇA DO PRADO

ALTA FLORESTA - MATO GROSSO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 03/07/2018

Boa tarde, Airton gostaria de ter mais informação sobre esses dados de terceirização de novilhas, estamos com um trabalho de assessoria técnica em propriedades de leite no norte de Mato Grosso, e essa demanda.
Eng. Agrônomo Romario Fogaça, técnico do Instituto Centro de Vida.
E-mail para contato: romario.prado@icv.org.br
CARLOS JOSÉ PEDROSA

MACEIO - ALAGOAS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/04/2018

Excelente artigo, demonstrando amplo conhecimento e profunda experiência profissional. Mas, eu gostaria de ter acesso a essa planilha. Para mim será muito valiosa como um aprendizado. Afinal, somos eternos aprendizes.
MARCIO ROBERTO SANTOS

DISTRITO FEDERAL - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 20/04/2018

olá, gostaria de receber essa planilha mrsvte@gmail.com
EULER GOMES DE PAULA

JOÃO PINHEIRO - MINAS GERAIS

EM 07/02/2017

Olá , excelente matéria . Gostaria de receber a planilha . E-mail eulernorral@hotmail.com
ELIANDRO BERWANGER

MONDAÍ - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/03/2016

Olá. Trabalho na atividade leiteira e gostaria de saber se existe a possibilidade de receber uma cópia da planilha.

Obrigado.

eliandro_berwanger@hotmail.com
EDUARDO

JATAÍ - GOIÁS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/09/2014

Trabalho na cooperativa de produção, Coparpa do municipio de Jataí-Go, pretendemos desenvolver a recria de novilhas leiteiras de nossos cooperados, caso tenha a planilha de custo e contrato de recria tercerizado, que precisa para conseguir as mesma. Se tiver custo, qual valor?



Att,



Eduardo Ozeda

eduardo@coparpa.com.br

(64)9947-9331
MARCUS MOL

VIÇOSA - MINAS GERAIS

EM 25/12/2013

Estou em Viçosa MG gostaria tambem de estar desenvolvendo a recria de  Novilhas leiterias adquiridas de produtores e de terceiros, caso tenha a planilha de custos e modelo de Contrato de Recria Tercerizado.Sendo possivel favor encaminhar.

Desde ja sou grato

att



Marcus Mol

marcusmol@yahoo.com.br

31.9722.9133 Vivo

Viçosa MG
CARLOS JOSÉ PEDROSA

MACEIO - ALAGOAS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 13/05/2013

Peço-lhes informar o link onde poderei fazer o download dessa planilha. Grato, Carlos José Pedrosa - carjope@gmail.com
CARLOS JOSÉ PEDROSA

MACEIO - ALAGOAS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 12/11/2012

Olá, Miguel,

É um artigo bem escrito e esclarecedor. Infelizmente não encontrei orientação sobre como fazer o download da planilha. Gostaria de receber informação a respeito.

Grato pela gentileza da atenção,





Carlos José Pedrosa


carjope@gmail.com


Maceió, AL


(82) 8885.5783
BERNARDO FAGUNDES

URUGUAIANA - RIO GRANDE DO SUL

EM 21/11/2011

Boa noite

Muito importante este artigo.

Este arquivo de controle, esta planilha, é disponível ao produtor?

Vocês podem fornecer esta planilha?

Se alguém tiver a disponibilidade de fornecer fico agradecido

Abraço
JONAS JR PASCHOALI

SÃO DOMINGOS - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 14/10/2011

Pretendo desenvolver um projeto de Criação de novilhas tercerizado, para prestar serviço para grandes produtores de leite da regiao oeste catarinense, e achei muito interessante este trabalho acima, por acaso alguem teria alguma planilha de custo de criação de novilhas?


Se alguem tiver, favor me encaminhar no email: jp@netbig.com.br
LUANA KAROLINE SPLENDOR

ITAPIRANGA - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/09/2011

Olá, o artigo é de excelente qualidade!

Sou estudante de Med. Veterinária! Meu TCC é sobre Recria de Novilhas da Cooperativa Agropecuária Castrolanda!

Há possibilidade de adquirir a planilha?

Grata
LUIZ CARLOS BRASIL

FLORIANÓPOLIS - SANTA CATARINA - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 27/12/2009

O artigo é muito bom e trata de um assunto que não tem sido considerado nas pequenas propriedades rurais.
Parabens Milkpoint
MilkPoint AgriPoint