FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

O que está acontecendo com o mercado?

POR LAVINIA MORAIS

E VALTER GALAN

PANORAMA DE MERCADO

EM 24/11/2020

4 MIN DE LEITURA

12
8

O mercado de lácteos vinha em retração desde setembro, resultado de uma demanda aparentemente em desaceleração e cada vez mais difíceis negociações da indústria com o varejo. Além disso, a partir de outubro/novembro, havia a expectativa de crescimento da produção no Sudeste e no Centro-Oeste (principalmente em Minas Gerais e Goiás), além do advento de crescimento das importações (que, sazonalmente, crescem nessa época do ano). O cenário apontava para um enfraquecimento do mercado e dos preços...

No entanto, nas últimas semanas, o que observamos foi exatamente o contrário! O leite UHT (principalmente) e os queijos vem se valorizando nas negociações de venda da indústria de laticínios ao varejo e como resultado deste cenário tivemos, agora na virada da segunda quinzena de novembro, uma forte valorização do leite spot. Alguns fatores parecem contribuir para esta guinada no cenário de mercado:

1. Forte seca no sul do país: como resultado do efeito climático La Niña, o sul do Brasil tem tido chuvas bem abaixo do histórico (como mostra o gráfico 1), trazendo sérias consequências presentes e futuras para o leite da região.

Gráfico 1 – Histórico de Precipitação em Passo Fundo – RS


Fonte: MilkPoint Mercado com dados do INMET


Também como efeito do La Niña, as chuvas no Sudeste e no Centro-Oeste têm tido alguns problemas de distribuição – por exemplo, no Mato Grosso, houve atraso no plantio da safra de verão em função deste atraso e, como consequência, podemos ter alguns problemas com o plantio do milho 2ª safra (que responde por mais de 70% da produção brasileira).

2. Além do fator climático, os altos preços dos grãos, que impactam no aumento de custo de ração (que pode representar 40% ou mais do custo de produção de leite) são outro ponto de atenção que pode desestimular a disponibilidade de leite no campo e, consequentemente, fazer faltar leite para a indústria. Os preços presentes e futuros tanto do milho quanto da soja indicam subida bastante forte destes preços aos produtores de leite.

Gráfico 2 – Preços do milho em 2019 e 2020 – com projeção


Fonte: MilkPoint Mercado, a partir de dados do CEPEA e SEAB/PR

 

Gráfico 3 – Preços da soja em 2019 e 2020 – com projeção


Fonte: MilkPoint Mercado, a partir de dados do CEPEA e SEAB/PR


3. Relação leite vs arroba de boi: 2020 tem sido um ano bastante desvantajoso para o leite em relação a arroba de boi (observe esta relação no gráfico 4), o que tem gerado aumento no abate de vacas leiteiras (proliferam nas mídias sociais fotos e vídeos de matrizes leiteiras indo para o abate). De um lado, este efeito tende a aumentar a eficiência dos rebanhos no médio prazo (as vacas que seguem para o abate normalmente são animais com problemas de produção e/ou reprodutivos, que geram ineficiências aos produtores) mas, no curto prazo, reduz a base produtiva do nosso rebanho.

Gráfico 4 - Litros de leite para comprar um arroba de boi – histórico e 2020



Fonte: elaborado pelo MilkPoint Mercado com base em dados do Cepea

 

E do lado da demanda, o que pode estar acontecendo? Apesar da redução do auxílio emergencial, podemos observar que alguns setores, como construção civil e automobilística, estão com procura acima da capacidade produtiva, o que já é um indicador de demanda e, também, já sinaliza melhores expectativas para economia como um todo. Consequentemente, o setor alimentício está fortemente relacionado com esta recuperação. Outro ponto que já se especula a respeito do possível aumento de procura de lácteos, é o retorno do setor de Food Service com a retomada da economia durante a pandemia.

Tendo em vista esse cenário, é preciso acompanhar todos esses fatores de perto ao longo das próximas semanas e verificar até que ponto ele se sustenta. Um ponto que certamente será impactado dado a atual situação do mercado é preço pago ao produtor. A expectativa era de que os preços se reduzissem tanto em novembro (do leite captado em outubro) quanto em dezembro (do leite captado em novembro). Porém, com a valorização do spot e uma possível desaceleração na produção de leite, é possível já esperar, no mínimo, estabilidade do preço do leite ao produtor no último mês do ano e alterações nas negociações do mês atual. Com isso, tende a mudar também o cenário de preços para 2021, já que normalmente o ano é lastreado pelo patamar de preços praticados nos primeiros meses do ano. É observar e conferir!

As situações e tendências de mercado no Brasil e no mundo serão tratadas com profundidade no Dairy Vision 2020. Em seu primeiro formato online, o Dairy Vision é o maior evento para o setor lácteo no mundo, e contará com 30 palestras distribuídas entre os dias 1 e 4 de dezembro.

Valter Galan, do MilkPoint Mercado ministrará a palestra "Situação e tendências para o mercado no Brasil", no painel "Tendências de mercado para 2021". No mesmo painel contaremos com outros analistas de mercado falando sobre Europa, EUA, Ásia, Rússia e Mercosul! 

Se você quer ser um protagonista no futuro do setor, precisa participar do Dairy Vision! Confira nossa programação completa no site, faça sua inscrição e vamos juntos! 

Dairy Vision 2020: Para quem quer ser protagonista em um mundo de grandes transformações

LAVINIA MORAIS

Analista de Mercado do MilkPoint Mercado

VALTER GALAN

MilkPoint Mercado

12

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOSE PAULO DAVID DE FREITAS

TAQUARI - MATO GROSSO DO SUL - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 30/11/2020

Boa noite na minha opinião se farelo de soja e milho ?? neste preço, a coisa vai ficar muito difícil para Produção de leite? Muito pouca chuva ?? esse ano vamos aguardar fina de ano mas mercado não acompanha o preço de de um kg de carne infelizmente sendo uma proteína tão boa qto !
ELEUSA GRASA

PATOS DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/11/2020

Leite sempre foi assim cheio de altos e baixos mais é muito gratificante gosto do que fazo
WAGNER BESKOW

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PESQUISA/ENSINO

EM 26/11/2020

Lavinia e Valter: excelente artigo! Parabéns.
VALTER BERTINI GALAN

SÃO PAULO - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA LATICÍNIOS

EM 26/11/2020

Olá Wagner,

Muito obrigado! Este ano o clima está novamente complicando para a produção aí no sul, não? Devemos ter impactos de maior longo prazo em função da baixa/ruim produção de silagem de milho para 2021, não?

Grande abraço!

Valter
EM RESPOSTA A VALTER BERTINI GALAN
WAGNER BESKOW

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PESQUISA/ENSINO

EM 26/11/2020

Afirmativo. Já, em função da safra anterior, as reservas de silagem não era boa, salvo algumas regiões. Agora se deparam todos com uma demanda muito acima da média e perda da safra atual de milho. Tudo indica que vamos ter alívios temporários, em função de que os pastos rebrotam quando eventualmente aparece uma chuva, mas as reservas para frente serão pequenas, quem tiver!

Grande abraço!
JOSE PAULO DAVID DE FREITAS

TAQUARI - MATO GROSSO DO SUL - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 25/11/2020

Qual é previsão de muçarela preço para dezembro alta baixa ou estabilização?
LENI SELL

CANGUÇU - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/11/2020

Gosto da minha profissão adoro trabalhar com vacas leiteira e pretendo aumentar a minha leitaria
VALTER BERTINI GALAN

SÃO PAULO - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA LATICÍNIOS

EM 26/11/2020

Olá Leni,

Ótimo! Os números mostram que o leite, bem gerenciado, é uma atividade com resultados financeiros excelentes e bastante competitiva vs outras atividades (como soja + milho, boi, café, etc.).

Abraço e sucesso!

Valter
FABIO TAVARES

LAGOA DOURADA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 24/11/2020

Mas na minha região teve uma queda de 20 centavos. Ta osso continuar no leite
VALTER BERTINI GALAN

SÃO PAULO - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA LATICÍNIOS

EM 26/11/2020

Oi Fabio,

De fato o leite de outubro (pago agora em novembro) caiu (para muitos produtores, neste patamar que voc~e menciona). Se puder te trazer algum alento, acredito que o preço do leite de novembro (pago em dezembro) não deve cair.

Abraço!

Valter
ANDRÉ QUINTO TURATTI

CAIBI - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 24/11/2020

Tomará quê se mantenha pelo menos ! Ou o setor lácteo aqui do sul e principalmente aqui do extremo oeste Catarinense vai tudo pro saco!
VALTER BERTINI GALAN

SÃO PAULO - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA LATICÍNIOS

EM 26/11/2020

Olá André,

Acho que novembro (pago em dezembro) deve se manter - ou, talvez aí no sul (em função das condições extremas de seca e falta de leite), até recuperar um pouco o preço.

Boa sorte e sucesso pra você!

Valter
MilkPoint AgriPoint