FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Mudanças na produção mundial de leite

POR LORILDO ALDO STOCK

E ROSANGELA ZOCCAL

PANORAMA DE MERCADO

EM 16/08/2013

3 MIN DE LEITURA

6
0
O IFCN (em inglês, para a Rede Internacional para Comparação de Sistemas de Produção de Leite) realizou sua 14ª conferência anual na Turquia em junho de 2013. O Brasil é membro e é representado anualmente por intermédio de intercâmbio técnico-científico com a Embrapa Gado de Leite, pelo Projeto CBLeite. A seguir, o resumo de alguns resultados desse evento, que teve a participação de representantes de 90 países.

Mudanças rápidas na demanda

O setor lácteo é determinado pelo mercado consumidor. A última década caracteriza-se pelo crescimento no poder aquisitivo em muitas regiões do mundo, incluindo algumas não tradicionais na produção de leite e, dessa forma a demanda por lácteos está sendo pressionada.

A procura por produtos lácteos é impulsionada por uma combinação de vários fatores, além do crescimento da população. Mudanças na estrutura na pirâmide populacional e nos hábitos de consumo e melhoria no poder aquisitivo e nas condições de bem-estar das pessoas têm aumentado o consumo per capita de lácteos nos países emergentes.
De modo geral, a produção de leite não tem conseguido reagir à mesma velocidade da demanda. Esse descompasso motiva oscilações de preço do produto e no mercado internacional. A Figura 1 ilustra a evolução do crescimento anual da demanda e oferta de leite no mundo.


Figura 1. Crescimento anual da demanda e oferta de leite no mundo.
Fonte: 14th IFCN Dairy Conference 2013.

Produção com mudanças estruturais intensas

O ano de 2012 foi considerado um ano particularmente difícil para o produtor de leite. Todavia, a produção está em rápido crescimento nos países emergentes, principalmente devido ao aumento do tamanho médio do produtor.
Nos países desenvolvidos os produtores procuram maximizar as margens e há uma visível tendência no crescimento do tamanho médio da fazenda e do rendimento por vaca.

O mercado como fator determinante

Há a expectativa de que no longo prazo haja um aumento contínuo do preço internacional do leite. O curto prazo é de aumento da volatilidade, como consequência da redução de estoques para serem utilizados para enfrentar escassezes temporárias.

Mudanças nos modelos de produção

Modelos de produção extensivos são capazes de lidar com um ambiente atualmente mais competitivo, desde que consigam manter margens suficientes para renda mínima, bem como espaço para ampliação dos investimentos.

A Figura 2 ilustra, de forma agregada, o status da lucratividade de fazendas de algumas regiões, em 2012. As cores das barras indicam o número de fazendas (em percentual) classificadas de acordo com três níveis de lucratividade, em US$ 1,00 por 100 kg de leite.


Figura 2. Estimativas da distribuição percentual do número de fazendas típicas por região, de acordo com três classificações de níveis de lucratividade, para o ano de 2012. Em US$ 1,00 por 100 kg de leite.
Fonte: 14th IFCN Dairy Conference 2013.

O modelo de produção mais intensivos em capital está mais exposto à redução de margens, devido à combinação de aumento na volatilidade de preços e aumentos dos custos de produção de leite (alimentação, terra, capital, energia e mão de obra).

Expectativas para 2014

O volume mundial de leite produzido atualmente ultrapassa a 730 milhões de toneladas e nos países emergentes o crescimento é mais forte, principalmente em decorrência do aumento do número de fazendas produtoras de leite.

Na Figura 3 são mostradas as previsões de crescimento da produção de leite em alguns países, para 2014. Como se observa, os principais países produtores, como Índia, China, Nova Zelândia e Argentina têm estimativas de aumento superiores a 3%. Para os Estados Unidos, que é o maior produtor mundial de leite de vaca, estima-se uma taxa de crescimento de 1,4%, representando um volume superior a 3,5 milhões de toneladas.


Figura 3. Previsões de crescimento da produção de leite (%) em 2014 em alguns países.
Obs: A taxa de crescimento da Europa representa a média de 27 países.
Fonte: 14th IFCN Dairy Conference 2013.

Expectativas para os próximos dez anos (2023)

Para os próximos dez anos (2014 a 2023) é esperado um adicional de produção de leite de 230 milhões de toneladas, que elevará o volume mundial para o patamar de um bilhão de toneladas.

A demanda por leite apresenta um crescimento de 20 milhões de toneladas por ano. Isso é equivalente à produção total anual da Nova Zelândia. O desafio está em conseguir essa adicional, num patamar de demanda impulsionada pelo crescimento da população e aumento das condições de bem-estar da população e crescimento do consumo per capita.



 

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do MilkPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

LORILDO ALDO STOCK

Eng. Agr. PhD - Embrapa Gado de Leite; coordenada as atividades do IFCN no Brasil.

ROSANGELA ZOCCAL

Trabalho na Embrapa Gado de Leite, na área de socioeconomia, em estudos voltados para a administração da atvidade e estatísticas conjuntural da produção de leite.

6

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LORILDO ALDO STOCK

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 20/08/2013

Prezado José Coelho,

Sim, temos tido oscilações nos preços, provocados por diferentes origens. No último dia 06 de agosto apresentamos um texto sobre o assunto, nesta coluna, intitulado "Novo ciclo de crescimento do preço do leite no mercado internacional." Poderá observar, no gráfico, ciclos de crescimento e de baixa nos preços em intervalos de aproximadamente 24 meses.

Na conferencia IFCN, da qual participamos em junho, houve consenso - de acordo com estudos realizados - que a demanda atua em primeiro lugar: puxa os preços, especialmente porque os estoques não têm sido muito grandes; e também porque a oferta não consegue responder na mesma velocidade.

O crescimento da demanda varia de região para região. Praticamente estagnado na Europa, atualmente a China liderada o crescimento pelo consumo de lácteos.

A oferta é dificultada também pelo preço dos grãos, como foi o caso de 2012. Aqui o impacto também difere de região para região, em função do tipo de sistema de produção tipicamente vigente. Preços mais altos - como neste momento - viabilizam sistemas do tipo confinado.

Todavia, responder à sua indagação sobre estas oscilações: são muitas variáveis; a expectativa de 2013 como um ano excepcionalmente bom em termos de preço ao produtor, levando em conta estoques baixos atualmente.

Um abraço,

Stock
JOSÉ COELHO PINTO

ARAPUTANGA - MATO GROSSO

EM 20/08/2013

Confirme para mim de acordo com a figura nº 1 durante estes 10 anos de previsão a oferta e a demanda de leite oscilarão de ano pra ano, isto significa que teremos anos de preços melhores e anos de preços menores, continuaremos sem estabilidade de preço como sempre, gostaria de pedir para os autores deste artigo uma opinão sobre estas oscilações, será muito bom para o produtor se preparar e planejar sua produção.
ROSANGELA ZOCCAL

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 19/08/2013

Samuel

Obrigada
ROSANGELA ZOCCAL

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 19/08/2013

Ricardo

O percentual de crescimento do Brasil tem sido de 4 a 5% ao ano, porém o Mapa estima que nos próximos dez anos essa taxa será menor, aproximadamente 2% ao ano.
SAMUEL JOSE DE MAGALHAES OLIVEIRA

PORTO VELHO - RONDÔNIA - PESQUISA/ENSINO

EM 19/08/2013

Parabéns ao trabalho dos colegas da Embrapa Gado de Leite!



Samuel Embrapa Rondônia
PORTO REAL

UBERABA - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 19/08/2013

Qual o percentual de crescimento do Brasil ?
MilkPoint AgriPoint