ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Balança comercial: estabilidade nas importações lácteas em agosto

POR AMANDA QUINTÃO

PANORAMA DE MERCADO

EM 09/09/2021

2 MIN DE LEITURA

0
0

Segundo dados divulgados nessa quarta-feira (08/09) pela Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), o saldo da balança comercial de lácteos foi novamente de -61 milhões de litros em equivalente leite no mês de agosto, indicando estabilidade quando comparado a jul/21.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o saldo foi menos negativo, sendo que o valor em equivalente leite no mês de ago/20 foi de -131 milhões de litros. Confira a evolução no saldo da balança comercial láctea no gráfico 1.

 

As importações ficaram praticamente estáveis em relação a julho, com pequeno aumento de 3% e volume de 74,8 milhões de litros (equivalente). A média do preço nacional do leite spot coletado pelo MilkPoint Mercado em agosto foi de R$ 2,49/litro; enquanto o leite importado foi internalizado a um preço médio equivalente de R$ 2,26/litro — considerando o valor médio do leilão GDT em agosto (US$ 3.575/ton — leite em pó integral) e a média do dólar no mês de ago/21 (R$ 5,25).

Os produtos com maiores volumes importados em agosto foram creme de leite, leite condensado e leite em pó desnatado que, somados, responderam por 49% do volume total importado. Os produtos que tiveram maior variação de volume em relação a julho de 2021 foram o doce de leite (+91%) e manteiga (+28%).

Já o volume exportado em agosto foi de 14,2 milhões de litros de leite (equivalente), aumento de 24% em relação a julho. Em relação ao mesmo período do ano passado o aumento foi ainda mais expressivo, de 61%. A baixa demanda interna que vem sendo observada nos últimos meses pode ser um dos motivos para este aumento do volume de exportações.

Ainda que a disponibilidade de leite interna venha sendo menor que os números históricos observados, a baixa adesão da demanda também vem sendo muito abaixo do que é normalmente relatado. No acumulado do ano foram exportados 112,5 milhões de litros em equivalente leite, contra 63,7 milhões em litros equivalentes do mesmo período em 2020.

A tabela 2 mostra as principais movimentações do comércio internacional de lácteos no mês de agosto deste ano.

Tabela 2. Balança comercial láctea em agosto de 2021.


 

O que podemos esperar para os próximos dias?

Considerando os resultados do leilão GDT, desta terça-feira (07/09) (US$ 3.691/ton — leite em pó integral) e o fechamento do  dólar no dia 08/09/21 (R$ 5,30), chegamos a um preço interno máximo de R$ 2,15/litro para que as exportações continuem competitivas.

Ao compararmos esse valor com o preço spot na primeira quinzena de setembro (R$ 2,53/litro) e, também, com o preço do leite pago ao produtor no mês de agosto - fechado na média de R$ 2,35/litro (CEPEA/ESALQ) -, conclui-se que o envio do leite brasileiro ao exterior não se mostra atrativo.

Por outro lado, se considerarmos os mesmos valores para a  análise de importação, chegamos a um preço máximo a ser pago pelo leite importado de R$ 2,23/litro — isso pode significar um aumento nas importações para os próximos meses, dependendo da taxa de câmbio (que tem se mostrado bastante oscilante) e dos preços internacionais.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint