FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Como explorar o mercado de alimentação saudável no Brasil?

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 15/02/2018

6 MIN DE LEITURA

5
3

Os consumidores estão cada vez mais exigentes com a alimentação e dispostos a desembolsar um pouco mais para que esta seja saudável e natural. Nesse contexto, a pesquisa Brasil Food Trends 2020 destaca a tendência saudabilidade e bem-estar na alimentação. Para que os pequenos negócios do setor de alimentos e bebidas possam acompanhar essa tendência, este relatório explora os nichos desse segmento, os dados sobre faturamento e o público-alvo, além dos casos de sucesso e ações recomendadas.

O mercado (Fonte: Euromonitor Internacional):

  • R$ 93,6 bilhões movimentados em 2016 no Brasil;
  • 12,3% é a média de crescimento ao ano no Brasil;
  • 8% é a média de crescimento em outros países;
  • 5º lugar no ranking mundial desse segmento;
  • Orgânicos é o nicho com maior crescimento em 5 anos (18,5%).

Nichos do segmento

Com base nos resultados das pesquisas da Euromonitor e Mintel, podemos subdividir o segmento de alimentos saudáveis em quatro nichos:

alimentação saudável

Crescimento do mercado e suas oportunidades

Em contrapartida ao crescimento do mercado de alimentos saudáveis, o número de obesos também chama atenção: um em cada cinco brasileiros está acima do peso, segundo dados do Ministério da Saúde. Porém, ao analisar os fatores que são responsáveis pelo crescimento da obesidade, observa-se que muitos deles podem ser combatidos com uma alimentação saudável e com possibilidades de novos negócios que surgem. A seguir, listamos alguns dos fatores que podem ser combatidos com oportunidades de negócios:

mercado de alimentação saudável

Faturamento

O grande número de adeptos de uma alimentação saudável cresce a cada ano e, com isso, o faturamento de empresas que atuam com os nichos do segmento de alimentos naturais e saudáveis aumenta também. Só em 2016, o setor faturou R$ 93,6 bilhões, distribuídos nos seguintes nichos:

mercado de alimentação saudável

Perfil do consumidor de alimentos saudáveis

Tendências do Consumidor (APAS)

A pesquisa Tendências do Consumidor feita em conjunto com os institutos Nielsen, Kantar Worldpanel, GfK e Ibope, apresentada na 33ª edição da APAS Show em maio de 2017, apontou o perfil do consumidor de alimentos e bebidas saudáveis:

  • Mulheres e consumidores de maior idade dão mais importância a hábitos alimentares mais naturais e saudáveis;
  • Dão mais importância à ausência de componentes nocivos (aditivos, conservantes, corantes, entre outros) do que à existência de componentes benéficos (vitaminas, ingredientes naturais, entre outros);
  • Alimentos mais procurados por esses consumidores: ricos em proteína, de origem orgânica e livre de transgênicos;
  • Bebidas mais procuradas por esses consumidores: chá, chá gelado, iogurte/smoothie e bebida energética.

tendências alimentares - smoothies

Tendências em alimentos e bebidas 2017 (Mintel)

O relatório da Mintel Tendências em Alimentos e Bebidas 2017 destaca que no Brasil a motivação pelo consumo de alimentos saudáveis pode ser maior por exigência médica do que por automotivação. O relatório ainda aponta que quase dois terços (64%) dos brasileiros adultos nos grupos socioeconômicos D e E comeriam mais alimentos saudáveis devido a dietas restritivas, do que ao desejo de levar um estilo de vida saudável.

Características que os consumidores valorizam nos produtos

O relatório Brasil Food Trends 2020 elenca uma lista de características que os consumidores valorizam em produtos, ao considerar a tendência de saudabilidade e bem-estar, que pode servir de insights e oportunidades de negócios para os pequenos negócios que já trabalham ou desejam trabalhar com este ramo:

  • Produtos benéficos ao desempenho físico e mental;
  • Produtos benéficos à saúde cardiovascular;
  • Produtos benéficos à saúde gastrointestinal;
  • Para dietas específicas/restritivas/alergias alimentares;
  • Com aditivos e ingredientes naturais;
  • Funcionais (com valor nutritivo agregado);
  • Isentos ou teor reduzido de sal, açúcar e gorduras (better-for-you);
  • Fortificados;
  • Diet/light;
  • Orgânicos;
  • Energéticos;
  • Para esportistas;
  • Minimamente processados;
  • Vegetais (frutas, legumes, verduras, hortaliças, flores e plantas medicinais);
  • Com propriedades cosméticas;
  • Com selos de qualidade de sociedades médicas.

Ao compreender a situação atual do mercado, o público-alvo, o perfil dos consumidores e as características que eles valorizam, é possível pensar em estratégias para o seu negócio atual ou então criar novos negócios com ideias inovadoras para esse mercado. A seguir, exploramos algumas oportunidades de negócios para esse segmento de mercado. 

Oportunidades de negócios com alimentos saudáveis e naturais

  • Venda de refeições prontas e saudáveis ou saladas em potes separados, que podem ser retornáveis ou não. Ao pensar no critério sustentável, podem aderir a embalagens de vidro e trabalhar descontos para consumidores que devolverem as embalagens. A comercialização das refeições pode ser para retirar no local ou por delivery;
  • A comercialização de comida congelada pode ser focada para alimentação em casa ou no trabalho, pois é muito prática e pode ser trabalhada com preços mais acessíveis para compras com pacote fechado, compra coletiva etc;
  • Delivery para frutas e verduras ou pacotes de assinatura para frutas e verduras; uma opção é a entrega semanal do produto na comodidade da casa do consumidor com produtos saudáveis ou orgânicos com selos de origem e procedência; 
  • Lojas próprias ou específicas para alimentos naturais, sem glúten, sem lactose, entre outros.
  • Lojas do tipo açougue vegano;
  • Lojas para o público fitness; os produtos podem ser os mais variados possíveis (sorvete de whey protein, brigadeiro funcional, entre outros), visando ao objetivo deste público específico;
  • Se já tem um negócio de alimentação, é possível adaptar o cardápio com alimentos vegetarianos, veganos, oferecer opções sem glúten e sem lactose, e diversos tipos de saladas. Caso sinta necessidade, pode aplicar uma pesquisa de mercado com seus consumidores antes de implementar as mudanças, assim é possível verificar a aderência do cardápio com os objetivos de seus clientes;
  • A variação do valor das refeições é importante para torná-las mais acessível a todos os públicos, é possível criar pacotes com valores diferenciados e que ainda assim tenham alto poder nutritivo e que sejam saudáveis.

Curiosidade: a exemplo da França e de outros países, o incentivo ao consumo de alimentos considerados “feios” (amassados, com crescimento anormal ou com deformidades), porém comestíveis, como frutas, verduras e legumes, é importantíssimo para a redução do desperdício. Uma forma de estimular o consumo é a redução do valor desses alimentos.

Tendências do mercado de alimentos saudáveis

Pesquisa Fiesp/Ibope

A Fiesp/Ibope, no relatório Brasil Food Trends 2020, apontou que as seguintes tendências de consumo convergem para as tendências atuais internacionais:

Tendências do mercado de alimentos saudáveis

Pesquisa Mintel

O relatório da Mintel Tendências Globais em Alimentos e Bebidas 2017 elenca diversas tendências que se confirmam ao que os consumidores buscam:

  • A influência da tradição da marca na confiança dos consumidores: consumidores tendem a confiar mais em marcas que mostram tradição e história, podendo inclusive continuar com a confiança em atualização de produtos antigos;
  • Preferência por dietas baseadas em plantas (vegetarianas e veganas);
  • O foco em sustentabilidade está em alta, sendo assim, a redução do desperdício é uma das tendências para os alimentos. Desde a compra de menos alimentos até o reaproveitamento dos alimentos para outros pratos;
  • Por causa da rotina, a falta de tempo faz com que surja essa demanda por alimentos prontos, de rápido ou fácil preparo, e que sujem pouca louça;
  • Alimentos e bebidas para período noturno que façam com que as pessoas se acalmem, tenham uma noite de sono tranquila e se sintam saciados por mais tempo para evitar que se alimentem durante a madrugada. Com uma rotina muitas vezes corrida que provoca estresse e ansiedade, essa é uma tendência que tem muitos adeptos em vários países do mundo;
  •  A última tendência do relatório diz respeito a alimentos e hábitos saudáveis e defende a ideia de que não é “luxo”, e sim, muitas vezes, necessidade.

Tendências apontadas na feira Summer Fancy Food

Karyna Muniz, consultora do Sebrae-SP, esteve presente na feira e apontou as principais tendências cotadas durante o evento.

  • Personalização: uma ferramenta que, por meio de um questionário e inteligência artificial, identifica o perfil alimentar das pessoas e torna possível a escolha dos alimentos em um painel para depois fazer a entrega;
  • Superfoods: podem ser chamados também de alimentos funcionais, são ricos em nutrientes e podem ser também industrializados;
  • Praticidade: além da alimentação saudável, a praticidade é uma necessidade, e um dos produtos apresentados foi a sopa fria. Vem em garrafas ao estilo das de sucos, são sopas naturais para serem servidas geladas;
  • Produtos free: alimentos livres de glúten, lactose, açúcar, alergênicos, entre outros;
  • Embalagens verdadeiras: rótulos mais visíveis e verdadeiros, e a presença das certificações nas embalagens são sinais de valor agregado ao produto.

As informações do do Relatório de Inteligência do Sebrae/SC. Para ter acesso a mais informações sobre o tema, clique aqui e tenha acesso ao relatório integral.  

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LUCILIA CRISTINA DE OLIVEIRA

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS

EM 30/06/2020

Informações muito úteis, conteúdo muito apropriado. Parabéns.
JÔNATAS ANDRADE MARTINS

MUTUM - MINAS GERAIS - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 10/06/2020

Excelente matéria! Muito esclarecedora tanto para quem quer aprender sobre alimentos saudáveis, quanto para quem quer empreender nesse nicho de mercado.
FERNANDO MELLO

EM 13/09/2018

Parabéns a todos envolvidos nessa pesquisa excelente fonte de informação
SAMUEL DIAZ

EM 31/07/2018

Parabéns a todos envolvidos, neste ótimo trabalho, de grande informação e grande importaria.
SAMUEL DIAZ

EM 31/07/2018

Grande artigo, parabéns para os realizadores deste trabalho, de grande informação.