ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Milho: cinco fatores que podem levantar o preço em 2021

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 04/01/2021

1 MIN DE LEITURA

0
1

As perspectivas de preço para o milho seguem altas no Brasil. Com o cenário dos insumos prevendo alta, os custos para o produtor de leite tendem a aumentar, impactando sua rentabilidade.

O que se pode ver no horizonte do mercado de milho é o seguinte:

  • suspensão de embarques de milho para exportação durante os meses de janeiro e fevereiro na Argentina, é possível que a demanda internacional se volte para o Brasil, elevando os preços internos de arrasto. Este é um fato novo, que foi implantado dois dias antes do término do ano;
     
  •  Os estoques de milho no Brasil estão baixos e, por isto, os preços já vinham subindo novamente. A estes estoques baixos deve-se juntar a seca que atingiu o Oeste do RS e de SC e que reduziu ainda mais a oferta do produto nestes dois importantes estados consumidores. Assim, se esta demanda se confirmar, impulsionada por altas no dólar como a do último dia do ano, é provável que os preços internos do milho em nosso país também se elevem proporcionalmente, para poder reter o pouco de disponibilidade ainda existente;
     
  •  A área plantada de milho de 2020/21 no Brasil deverá ter uma redução de 9,6%, segundo o último relatório da Conab de dezembro. E, embora o USDA e algumas consultorias estimem a produção brasileira em 110 milhões de toneladas, a Conab a estima em apenas 102,59 MT, um acréscimo de apenas 0,1% sobre a safra anterior;
     
  •  A demanda por carnes pela China está subindo acentuadamente, o que fará aumentar a demanda por milho no mercado interno e, consequentemente, manter os preços elevados em 2021;
     
  •  A lucratividade do milho da primeira safra está por volta de excelentes 80,64%, devendo ser aproveitada. Já para o milho Safrinha, a lucratividade cai para 41,25% (ainda assim, acima dos 30% que os agricultores consideram excelente), mas que dará mais dinheiro ao produtor porque tem quase o dobro do volume.

As informações são do Agrolink.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint