ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

FAO: produção global de leite está em crescimento rápido

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 28/09/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

A produção global de leite está aumentando rápido, devendo crescer 1,6% com relação ao ano anterior (para 997 milhões de toneladas em 2029) nos próximos 10 anos.

De acordo com o relatório Outlook Agricultural 2020-2029, da OCDE-FAO, este crescimento é mais rápido do que a maioria das outras principais commodities agrícolas. O relatório afirma que, embora o crescimento médio mundial dos rebanhos (0,8% anual) seja maior do que o crescimento médio da produtividade (0,7%), as médias variáveis são o resultado de rebanhos crescendo mais rápido em países com produtividade relativamente baixa. Na maioria das regiões do mundo, espera-se que o crescimento da produtividade contribua mais para o aumento da produção do que o crescimento do rebanho.

O crescimento da produtividade pode estar relacionado a fatores como a otimização dos sistemas de produção de leite, melhoria da saúde animal, maior eficiência na alimentação e melhor genética.

Espera-se que a Índia e o Paquistão contribuam com mais da metade do crescimento da produção mundial de leite e respondam por mais de 30% da produção mundial em 2029.

A produção na União Europeia deverá crescer mais lentamente do que a média mundial. Os rebanhos leiteiros devem diminuir (-0,6% anual), mas a produção de leite deve crescer a 1% na próxima década.

O maior rendimento médio por vaca é observado na América do Norte, já que a participação na produção a pasto é baixa e a alimentação é focada em vacas de alto rendimento de rebanhos leiteiros especializados. Os rebanhos leiteiros nos Estados Unidos e Canadá permanecerão inalterados e o crescimento da produção deverá se originar de novos aumentos de produção.

A Nova Zelândia tem visto um crescimento muito lento na produção de leite nos últimos anos. O crescimento da produção será definido para exportação, que enfrenta maiores incertezas, devido a medidas comerciais após a pandemia de Covid-19.

A África é vista como um caminho que leva a um forte crescimento da produção, principalmente como resultado de rebanhos maiores. Durante o período de projeção, cerca de um terço da população mundial do rebanho deverá estar localizada na África, respondendo por cerca de 5% da produção mundial de leite.

As informações são do Dairy Global, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint