ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Creme de leite: variações, processo produtivo e equipamentos utilizados

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/09/2016

4 MIN DE LEITURA

0
1
O Brasil é destaque mundial em produção de leite. Considerando a crescente busca por produtos mais saudáveis, gerando demanda pelo leite desnatado e viabilizando a produção de creme de leite, esse produto se torna uma grande oportunidade de mercado a ser explorada pelos produtores. O Relatório de Inteligência do Sebrae deste mês apresenta dados do mercado leiteiro, características do creme de leite, seu processo produtivo, leis e normas associadas ao setor, bem como ações recomendadas aos produtores de leite.

A saudabilidade e o bem-estar são tendências mapeadas pelo Brasil Food Trends 2020. A tendência está associada a uma busca por produtos mais saudáveis, com propriedades que contribuem para a saúde das pessoas. Considerando o grande volume de leite produzido no estado e a tendência que movimenta o mercado de leites desnatados, a produção de creme de leite pode gerar oportunidades de agregação de valor para os empresários do setor.

Características do produto creme de leite

Existe uma série de variações do creme de leite, com diferentes texturas, níveis de gordura e outras características. O produtor deve conhecer os tipos de creme de leite que podem ser produzidos, a fim de verificar o mais aceito no mercado.

creme de leite - características do produto

As variações de sabor, textura e outras características do creme de leite estão associadas aos seguintes fatores: nível de gordura, tratamento térmico, criação das vacas e sua alimentação, tipo de bactéria cultivada, entre outros.

Processo produtivo e equipamentos utilizados

Após conhecer os tipos de creme de leite existentes no mercado e os fatores que influenciam suas características de sabor, textura e demais aspectos, os produtores interessados na agregação de valor devem conhecer os métodos de produção do creme de leite.

processo produtivo do creme de leite

Visando maior rendimento e qualidade do creme de leite, o processo de desnatamento deve ser realizado imediatamente após a ordenha, em que a temperatura do leite varia de 33 a 35ºC.

equipamentos utilizados creme de leite

Legislação: normas e leis que afetam o mercado

Estabelecimentos que trabalham com creme de leite estão submetidos a uma série de normas e leis, que serão apresentadas a seguir.

1) Regulamento da inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal – RIISPOA: normas relacionadas à inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal. A inspeção abrange: higiene dos estabelecimentos, embalagem e rotulagem, classificação de produtos, meios de transporte, entre outros aspectos.

2) Portaria nº. 146, de 7 de março de 1996: aprova os regulamentos técnicos de identidade e qualidade dos produtos lácteos. Os anexos IV e V tratam do creme de leite e do creme de leite a granel de uso industrial. Abordam a classificação dos diferentes tipos de creme de leite, ingredientes e padrões microbiológicos do produto.

3) Regulamento técnico de identidade e qualidade do creme de leite: anexo da Portaria nº. 146/96, fixa a identidade e os requisitos mínimos de qualidade para o creme de leite. Trata de requisitos físicos e químicos para o produto, aditivos e coadjuvantes, contaminantes, requisitos microbiológicos, pesos e medidas, rotulagem, métodos de análise e amostragem.

4) Instrução Normativa nº. 23, de 30 de agosto de 2012: estabelece o regulamento técnico de identidade e qualidade da nata. Traz definições, composição, requisitos físicos e químicos, acondicionamento, condições de conservação e comercialização, aditivos e coadjuvantes, contaminantes, aspectos associados à higiene, rotulagem etc.

5) Instrução Normativa nº. 22, de 24 de novembro de 2005: regulamento técnico para rotulagem de produto de origem animal embalado.

Ações recomendadas 

- Mantenha-se atualizado e conheça mais sobre o mercado. Busque saber qual tipo de creme de leite tem mais saída no mercado, qual a estrutura necessária para montar sua produção, que investimentos devem ser realizados para isso, quais os pontos de atenção para atuar no setor e outras informações. Considerando o alto investimento para obtenção do Selo de Inspeção Federal, é interessante cogitar o cooperativismo como estratégia para agregar valor à produção. Além de corroborar com menores custos associados ao SIF, o cooperativismo contribui para o acesso do produto ao mercado, autorização de produção e venda do produto, entre outros aspectos.

- Desenvolva embalagens e rótulos atrativos ao consumidor. Para isso, fique atento ao Brasil Food Trends 2020 e Brasil Pack Trends 2020, que abordam tendências na área de alimentos e embalagens. Contrate um designer para o desenvolvimento dessa embalagem, respeitando o Regulamento Técnico para rotulagem de produtos de origem animal embalados, da IN nº. 22/2005.

- Capacite-se e participe de eventos da área. Além de se manter atualizado, essas oportunidades possibilitam o networking e podem resultar em parcerias e negócios. Confira os cursos oferecidos pelo Sebrae EaD e Senar/SC e esteja atento ao calendário de eventos que ocorrem no país. Seja como expositor ou participante, sua presença é necessária para a divulgação do negócio e de seus produtos.

- Caso necessite, busque a unidade do Sebrae mais próxima para obter informações acerca desse mercado e dicas sobre comercialização de seu produto. Uma alternativa é o agendamento de consultoria online ou o contato pelo telefone 0800 570 0800.

As informações são do SIS (Sistema de Inteligência Setorial do Sebrae). Para mais informações acesse https://sis.sebrae-sc.com.br/


0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint