ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

CMN deve votar hoje medida de apoio ao setor lácteo

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 25/02/2021

1 MIN DE LEITURA

1
0

Nesta quinta-feira (25/02), o Conselho Monetário Nacional (CMN) deve votar a medida de apoio ao setor de leite. Foi o que disse o secretário de Política Agrícola do Ministério da Economia, Rogério Boueri, durante reunião, nessa terça-feira (23), com o deputado Heitor Schuch (PSB/RS) e o vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-RS), Eugênio Zanetti.

Porém, Boueri não adiantou qual o teor da medida que será apreciada pelo CMN, tendo em vista atenuar a crise enfrentada pela cadeia produtiva do leite em virtude dos altos custos de produção e da queda do preço do produto ao produtor.

O deputado Schuch informou somente que o secretário de Política Agrícola do Ministério da Economia se comprometeu em encaminhar ao CMN medida para apoiar os produtores de leite. “A medida para os produtores de leite é outra questão urgente, que deverá ser anunciada ainda esta semana", complementou  o vice-presidente da Fetag-RS.

A base produtora da cadeia leiteira, parlamentares que atuam em defesa da agropecuária e entidades representativas do setor rural, como Abraleite e a Fetag-RS, entre outras, defendem alguma medida para conter as importações de lácteos, especialmente as do Mercosul, que estão causando desequilíbrios no mercado interno.

Ademais, os produtores querem a diminuição de impostos sobre insumos e equipamentos e outras medidas com o objetivo de estabelecer uma política sustentável, com renda justa para os pecuaristas, visando frear o crescente abandono da atividade leiteira.

Nesta semana, a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) também propôs a prorrogação do pagamento dos financiamentos destinados à produção de leite e a criação de uma linha de crédito para aquisição de insumos, por meio dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste.

Se for realmente criada, a linha de crédito não contemplará os produtores das regiões Sul e Sudeste, onde estão RS, SC, PR, SP e MG, que, junto com a Bahia e Goiás, são os principais estados produtores de leite.

As informações são do AGROemDIA, adaptadas pela Equipe MilkPoint. 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

PAULO ROBERTO DE OLIVEIRA

JOVIÂNIA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 26/02/2021

1-quero parar de entregar leite e sim vender o meu leite.
2-no Brasil a indústria manipula todos os setores lácteos, políticos, judiciário, mídia, maís está certo eles pega o nosso produto faz o que quiser depois de cinquenta e cinco dias manda alguns centavos para nós..
MilkPoint AgriPoint