ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Fatores relacionados com a ocorrência de parto gemelar em vacas leiteiras nos EUA

A gestação de gêmeos em vacas leiteiras é indesejável, o evento que custa ao setor leiteiro dos EUA um valor estimado de US$ 96 milhões por ano (Mur-Novales et al., 2018).

O parto gemelar está associado à redução da produtividade, ao aumento da das doenças metabólicas e infecciosas, redução nas taxas de concepção subsequente (Bicalho et al., 2007), perda de gestação (López-Gatius et al., 2004; Martins et al., 2018), e aumento do risco de abate até 800 dias depois do parto (Andreu-Vázquez et al., 2012a).

Gestações de gêmeos têm maiores taxas de aborto e natimorto, e bezerros gêmeos têm maiores taxas de morte e pode resultar em fêmeas freemartins (Andreu-Vázquez et al., 2012a).

Alta produção de leite foi identificada como um fator de risco para a ovulação múltipla e gestação gemelar (Kinsel et al., 1998; Wiltbank et al., 2006; Sawa et al., 2015). Como a produção de leite das vacas americanas aumentaram, e devem dobrar nos próximos 50 anos (Britt et al., 2018), o entendimento dessa relação será crucial para minimizar o efeito negativo da gestação gemelar.

Como aproximadamente 95% das gestações gemelares em vacas holandesas são dizióticos, múltiplas ovulações são consideradas a principal causa (Silva del Río et al., 2006). Várias ovulações ocorrem quando 2 ou mais folículos codominantes ovulam, e sua incidência em vacas leiteiras lactantes varia de 10,3 a 22,4% (Fricke e Wiltbank, 1999; Lopez et al., 2005b; Stevenson et al., 2007).

Vacas com múltiplas ovulações têm claramente diferente dinâmica folicular e hormonal, incluindo maiores concentrações de FSH e LH e um atraso na redução da concentração de FSH antes do desvio do folículo dominante (Kulick et al., 2001; Lopez et al., 2005a).

A progesterona faz feedback negativo no eixo hipotálamo – pituitária-gônada pela supressão de dos neurônios produtores de GnRH no hipotálamo, resultando supressão na liberação de LH e FSH na glândula pituitária (Plant, 2015).

Em vacas com múltiplas ovulações, a baixa concentração circulante de progesterona pode minimizar o feedback negativo, permitindo um aumento em na concentração de LH, resultando em folículos codominantes subsequentes. Adicionalmente a concentração circulante de progesterona esta baixa mesmo antes do desvio folicular.

A baixa concentração de progesterona circulante, está associada com aumento da produção de leite, em vacas com múltiplas ovulações, em comparação com vacas com ovulações únicas (Lopez et al., 2005a,b). Estudos anteriores, reportaram que a baixa concentração de progesterona em vacas de alta produção, é resultante do aumento da metabolização hepática da mesma, devido ao aumento do fluxo sanguíneo hepático causado pela alta ingestão de matéria seca (Parr et al., 1993a,b; Rabiee et al., 2001a,b,c; Sangsritavong et al., 2002).

Vacas de alta produção consomem grande quantidade de matéria seca para manterem a alta produção de leite, assim elas podem simultaneamente ter baixa circulação de progesterona, levando altas taxas de dupla ovulação.

O presente estudo retrospectivo, teve como objetivo identificar associações entre a produção de leite e a prevalência de partos gemelares subsequentes em vacas leiteiras dos EUA, usando um grande conjunto de dados.

Neste estudo, a paridade ou lactação anterior refere-se à lactação durante a qual a vaca concebeu gêmeos ou um bezerro único, portanto, o parto estudado é o resultado dessa concepção. Assim, a  produção de leite da vaca é o que ela produziu durante a lactação durante a qual ela concebeu.

O objetivo principal com o estudo foi a determinar a associação entre a produção de leite durante a lactação da concepção e o risco de nascimento de gêmeos. Esse objetivo foi baseado na evidência fisiológica de que a produção de leite perto da concepção está positivamente associada com o risco de ovulação múltipla (Lopez et al., 2005a).

E os objetivos secundários foram identificar associações entre (1) nascimento gêmeos e produção de leite subsequente, (2) nascimento de gêmeos e intervalo de parto subsequente e (3) nascimento gêmeo e a prevalência de parto gemelar subsequente.

O conjunto final de dados incluiu quase 2,9 milhões de registros de partos e produção de leite nos EUA entre 2001 e 2020. As variáveis consideradas foram paridade, raça (Holandesa, Jersey e Vacas mestiças das raças leiteiras), produção de leite, intervalo de parto subsequente, mês e ano do parto.

Modelagem de regressão logística e linear foi usada para avaliar os efeitos dos preditores sobre os resultados. Rebanho dentro do estado foi usado como um efeito aleatório em todas as regressões.

Antes da remoção de animais sem dados da lactação prévia ou subsequentes, a taxa de parto gemelar observada foi de 4,4% (n = 6.258.157), sendo de 4,7% para vacas Holandesas e de 2,6% para vacas Jersey. As vacas de 1, 2 ou 3 ou mais lactações apresentaram 1,1, 4,7, e 7,2% de parto gemelar, respectivamente.

Este texto é parte do artigo: A retrospective study investigating the association of parity, breed, calving month and year, and previous parity milk yield and calving interval with twin births in US dairy cows, publicado no J. Dairy Sci. 104, https://doi.org/10.3168/jds.2020-19421, por Schambow et al. (2021), da equipe do Professor Joao Paulo Martins, da Universidade de Wisconsin.

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint