FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Tamponantes: gasolina do rúmen para vacas de Fórmula 1

POR GESTÃO PEC

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/10/2020

1 MIN DE LEITURA

1
1

Na pecuária em geral, normalmente buscamos resultados positivos e exigimos alto desempenho do sistema. O confinamento é um bom exemplo de sistema intensificado e, na maioria das vezes, a vaca tem que ser um verdadeiro carro de Fórmula 1. Caso contrário, vamos perder essa “corrida”.

O que isso significa? O que precisamos entender?

O confinamento tem suas peculiaridades e devemos conhecê-las bem. Afinal, somos aqueles engenheiros que ficam como fone de ouvido na frente dos monitores.

Por exemplo, as dietas ricas em concentrados podem ser muito efetivas para produção de leite. Mas e o pH ruminal como fica?

Os carboidratos rapidamente fermentáveis no rúmen (por exemplo: amido) reduzem rapidamente o pH ruminal, afetando drasticamente o funcionamento do rúmen dependendo da severidade. Aí já viu.... vamos perder a corrida.

E o que eu faço para minha vaca ser um "Ayrton Senna"?

A utilização de tamponantes pode ser uma arma poderosa, tipo um aerofólio especial para aumentar a aderência do carro na pista.

E eles tampam alguma coisa? De certa maneira, sim. Os tamponantes são substâncias que são utilizadas com objetivo de evitar que o pH do rúmen diminua (torne-se mais ácido), mantendo os parâmetros equilibrados em relação com a fermentação ruminal.

E tem outro probleminha... A ração concentrada não estimula a salivação de forma tão efetiva quanto o volumoso. A saliva dos bovinos é rica em tamponantes, o que ajuda a regular o pH. Problema em dobro.

E o que isso quer dizer?

Significa que devemos parar no pit stop.

Neste pit stop iremos adicionar substâncias tamponantes como: bicarbonato de sódio, bicarbonato de potássio ou carbonato de cálcio. Se não fizermos este pit stop, as consequências são fatais para os nossos animais e para o nosso bolso.

Os animais podem desenvolver um quadro de acidose aguda, resultando em danos à parede do rúmen e intestino, diminuição do pH do sangue e desidratação. Final de corrida.

Então, é melhor prevenir, pois ninguém quer escutar o Galvão Bueno falando: “Hoje, não. Hoje, não. Hoje, sim. Hoje, sim."

Leia também > Aditivos alimentares: a gasolina aditivada do rúmen - Parte 1, ionóforos

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOÃO HENRIQUE DE SOUZA DUARTE

SÃO DOMINGOS - SANTA CATARINA - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 13/10/2020

Otimo artigo. Simples e esclarecedor.
MilkPoint AgriPoint