ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Cana-de-açúcar: análise bromatológica

POR MARCO A. A. BALSALOBRE

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/06/2001

2 MIN DE LEITURA

1
0
A cana-de-açúcar é utilizada no Brasil, principalmente, para produção de açúcar e álcool. Essa planta forrageira, no entanto, tem lugar de destaque também como volumoso para a produção de bovinos, apesar de apenas pequena parte da sua produção anual ser destinada à alimentação de animais.

Sendo assim, os trabalhos de melhoramento em cana-de-açúcar visam sempre a produção industrial, ficando a nutrição animal defasada de valores de qualidade das novas variedades. Além disso, há como agravante o fato da cana-de-açúcar não ser considerada um bom volumoso, sendo seu uso, portanto, indicado apenas para unidades produtoras pequenas e de baixo uso de tecnologia

Apesar das características da cana-de-açúcar citadas acima não serem verdadeiras, poucas instituições de pesquisa em nutrição animal se interessam em estudar, com maiores detalhes, as variedades de cana-de-açúcar que são lançadas no mercado. Como a pesquisa na área de produção de açúcar e álcool é muito intensa, novas variedades entram no mercado todo ano. Uma propriedade com atividade em pecuária, que utiliza a cana-de-açúcar como volumoso, geralmente não faz reforma de canaviais todo ano, pois as áreas são relativamente pequenas e isso torna as reformas anuais desnecessárias. O problema surge quando essa propriedade vai fazer a reforma de seu canavial e aquela variedade que foi cultivada por alguns anos, com um certo sucesso, não mais possui mudas disponíveis no mercado, pois não é mais cultivada pelas usinas. A solução é plantar o que a indústria sucro-alcooleira está cultivando. As variedades que as usinas plantam sempre têm a tendência de produzir mais e terem maiores teores de açúcar, mas... e o teor e a qualidade da fibra e, em segundo plano, o teor de proteína? Pois bem, esses valores não existem.

A tabela abaixo traz alguns dados bromatológicos de variedades originárias do Centro de Ciência Agrárias da UFScar e a CO 413. Essas variedades foram cultivadas pelo Departamento de Fitotecnia da Faculdade de Ciências Agrárias de Jaboticabal, foram cortatadas com 17 meses do plantio e avaliadas em relação a matéria seca (MS), fibra em detergente ácido (FDA), fibra em detergente neutro (FDN), extrato etéreo (EE), extrativo não nitrogenado (ENN), matéria mineral (MM), estimativa de nutrientes digestíveis total (NDT) e a energia bruta em bomba calorimétrica (EB).

Tabela


A escolha da variedade de cana-de-açúcar para alimentação animal deve estar relacionada, principalmente, aos teores de fibra. Nesse caso, as melhores variedades seriam as RB 855156 e a RB 855065, pois apresentam os menores teores de FDA e FDN e, conseqüentemente, maiores valores de NDT e, certamente, apresentarão maior potencial de consumo pelos animais.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ROMÃO MIRANDA VIDAL

PALMAS - TOCANTINS

EM 31/12/2009

Romão Miranda Vidal.
Médico Veterinário. CRMV-PR-0039
E-mail: romaovet@uol.com.br / romao@cemaer.com.br
Serviços disponíveis aos pecuaristas: planejamento de fazendas; adequação a novas atividades; implantação de projetos agro-silvo-pastoris; implantação de Programas de Rastreabilidade, com base na ISO 9000/14000/26000 e Inmetro.

Cursos, palestras, assessoria e consultoria em Meio Ambiente (www.cemaer.com.br).
MilkPoint AgriPoint