ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Rentabilidade segue apertada no leite, mas expectativa é positiva para próximos meses

POR STEPHANIE ALVES GONSALES

E VINÍCIUS NARDY

PANORAMA DE MERCADO

EM 01/04/2022

1 MIN DE LEITURA

0
3

O preço do leite captado em fevereiro e pago em março foi divulgado pelo Cepea-Esalq/USP. O valor subiu 3,3% em relação a fevereiro, chegando a R$2,2104/litro na “média brasil” liquida – alta de 7 centavos/litro.

Em relação ao mesmo período de 2021, o valor teve uma alta de 4,1%, registrando um valor recorde para o mês de março segundo a série do Cepea, iniciada em 2004. (valores deflacionados pelo IPCA de fev/22).

Os custos de produção apresentam maior peso em relação à alta dos preços do leite no campo, comprometendo investimentos e limitando oferta. O Índice de Captação Leiteira (ICAP-L) do Cepea refletiu esse cenário de oferta limitada e registrou queda de 0,63% de janeiro para fevereiro.

Com a queda na captação do leite, as indústrias de laticínios enfrentaram dificuldades para abastecimento, o que gerou a alta de preço do leite para o produtor e aumentou a procura pelo leite spot. A média brasil do leite spot saltou de R$2,55 na primeira quinzena de março para R$2,95, na segunda (confira os valores na página de preço do leite).

 

Comentários MilkPoint Mercado  

Apesar da elevação de preços, a rentabilidade segue apertada para o produtor. A expectativa para os próximos meses, porém, é positiva neste momento.

Contudo, a atenção fica para três fatores principais:

  • Os grãos, que podem ter redução de preços, em caso de resolução nos conflitos entre Rússia e Ucrânia, o que favoreceria o produtor, ou podem ter novos aumentos, em caso de aperto na oferta x demanda mundial, resultado a ser divulgado pelo USDA hoje;
     
  • As importações que, em caso de maior disponibilidade (principalmente no Mercosul), podem voltar a acontecer, já que a valorização do real e o aumento nos preços internos devem devolver competitividade ao produto estrangeiro;
     
  • E, principalmente, a resposta do consumidor aos aumentos nas gôndolas: o varejo ainda não repassou todo o aumento dos últimos meses na ponta. Caso o consumidor reaja com um “não-consumo” quando isso acontecer, o mercado pode se retrair.

STEPHANIE ALVES GONSALES

Zootecnista formada pela Universidade Estadual de Maringá e pós-graduada em Gestão do Agronegócio, Assistente de Conteúdo MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint