ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Minuto Mercado [vídeo]: cenário internacional continua com preços baixos mesmo com a valorização do último GDT

PANORAMA DE MERCADO

EM 20/04/2016

MENOS DE 1 MIN DE LEITURA

5
0
Com o intuito de oferecer aos leitores informações de qualidade sobre o mercado lácteo, o MilkPoint estreou neste mês o Minuto Mercado, que disponibilizará vídeos curtos e periódicos com os principais fatos que mais têm impactado setor. O intuito é que os vídeos sejam publicados periodicamente acompanhados de um resumo sobre os principais tópicos citados.

Na segunda edição, Valter Galan, analista do MilkPoint Mercado e sócio do MilkPoint Inteligência, fala sobre o cenário do mercado internacional que continua com preços baixos, ameaça das importações e sobre o leite vindo de outras origens. 



Principais tópicos:

- cenário do mercado internacional continua com preços baixos mesmo com a valorização das cotações do leite em pó integral do último leilão GDT (19/04) - alta de 7,1%;
 
- apesar da taxa de câmbio desvantajosa, as importações começam a ameaçar;

- o leite em pó trazido do Mercosul está entrando no mercado com um preço mais competitivo;

- visto que o Mercosul não tem alíquota de importação, uma das preocupações é com relação ao leite vindo de outras origens, como por exemplo, os Estados Unidos. 

Equipe MilkPoint

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ÂNGELO MÁRIO LACERDA

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/04/2016

Valter, só nos resta torcer para que haja uma recuperação do preços no mercado internacional e que o governo de Michel Temer olhe um pouco para os produtores do brasil. Crie uma política de médio e longo prazo para o setor poder se recuperar de forma sustentada.

Grande abraço.
VALTER BERTINI GALAN

PIRACICABA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 26/04/2016

Olá Valter.



Obrigado pela sua observação. O momento de turbulência política certamente tem tirado o setor do "radar" do nosso governo.



Quanto a largar a atividade, certamente depois de 31 anos você viveu vários momentos de altas e baixas do leite no mercado - não sei se vale a pena deixar de produzir depois de tanto tempo na atividade ou mesmo se encontrará outra atividade agropecuária sem estes altos e baixos.



Abraço,



Valter
VALTER BERTINI GALAN

PIRACICABA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 25/04/2016

Olá Ângelo,



Muito bom retomar o contato e muito obrigado pelos comentários!



Forte abraço!



Valter
VALTER JOSE VON KRUGER SOBRINHO

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/04/2016

Boa tarde!

Faço uma pergunta seria.

Onde está Dona Katia de Abreu?Onde está nossos representantes?

Ando com uma vontade de largar a atividade depois de 31 anos.

Abraço
ÂNGELO MÁRIO LACERDA

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/04/2016

Walter, parabéns pelo seu comentário. Nele você retrata a mais pura realidade do mercado nacional. A indústria de laticínio nacional não consegue competir com o leite importado vindo mo Mercosul e também dos EUA. Isso vem acontecendo em ralação ao Mercosul desde o ano passado e de alguns meses para cá, piorou com a entrada de leite dos EUA.

Sou o Ângelo que representa a Italac e já nos falamos na época da Pepsico.

Abraço.
MilkPoint AgriPoint