FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Arroba de boi e o leite: como fica esta estória?

POR MARCELA MORELLI

PANORAMA DE MERCADO

EM 27/11/2019

6
10

A pecuária de corte tem vivido bons momentos, com aumentos sucessivos no valor da arroba do boi; recentemente o valor atingiu seus patamares históricos, chegando a R$ 200/arroba (segundo monitoramento diário de mercado do Cepea) pela primeira vez desde novembro de 1991! Segundo os especialistas deste mercado, esse cenário é resultado do maior volume de exportação de carne bovina, em particular para a China. No entanto, como a pecuária de leite se encaixa nesse contexto? As recentes quedas no preço do leite associadas a este aumento da arroba do boi farão muitos produtores direcionar suas vacas leiteiras para o abate? Como este cenário impacta a produção e a cadeia leiteira?

Buscando entender melhor essa situação a equipe do MilkPoint Mercado analisou a relação de troca entre o leite e a arroba bovina. Basicamente o gráfico 1 traz a informação de quantos litros de leite são necessários para “comprar” uma arroba de boi – quanto maior o número, mais o leite estará “desvalorizado” em relação ao boi e maior a tendência de direcionamento de fêmeas leiteiras para o abate. Observando o gráfico, nos últimos meses de 2019 verifica-se o aumento da relação leite/arroba, o que poderia indicar uma maior tendência de direcionamento de vacas para o abate.

Gráfico 1. Relação de troca litros de leite/arroba de boi gordo. Fonte: ESALQ/B3 e MilkPoint Mercado.

Apesar da situação da relação de troca ter aumentando bastante nas últimas semanas/meses, ela não é extraordinária se comparada a de outros anos - 2014 e 2015 por exemplo, quando os preços da arroba bovina também atingiram patamares elevados por diferentes motivos, seja em função de uma seca severa e também da elevada demanda interna em 2014, em função da Copa do Mundo, no país do futebol. A ser ressaltado também um efeito claramente sazonal da relação de troca (no final do ano, quando o leite normalmente perde valor, a relação de troca sobe).

Pelo cenário atual do mercado de leite (gráfico 2), com preços tendendo a estabilidade em plena safra e com um cenário de recuperação econômica em 2020, não é clara uma tendência de abate radical de fêmeas produtivas - o produtor já está olhando para frente e vendo que o cenário de mercado pode melhorar em poucos meses.

Gráfico 2. Preços (R$/litro), deflacionados, pagos ao produtor de leite. Fonte: CEPEA.

No entanto, há um incentivo, no curto prazo, para descarte de vacas velhasanimais menos produtivos (muita ração, pouco leite) o que não deixa de ser positivo para cadeia leiteira, já que melhora a eficiência do sistema como um todo e racionaliza eventuais rebanhos carregados com muitas vacas secas/novilhas que se alimentam e não geram receita e poucas vacas em lactação, que sustentam a atividade do produtor.

6

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

FIDÉLIS ITAMAR DE QUEIROS

ARAPUTANGA - MATO GROSSO

EM 28/11/2019

Esse momento de euforia nos preços da arroba, sem duvidas será uma forma forçará de o produtor de leite fazer uma melhor seleção no gado leiteiro, ou seja, será benéfico para a cadeira produtiva, o produtor tem mania de apego pessoal em vacas ruins, agora chegou a hora de perder o amor e transformar esse fundo de gado em carnes. Não tem como o leite continuar nessa baixa relação de troca sob pena de desabastecimento,- frente a soberania do mercado não tem como pegar queda de braço com ele!!! Obrigatoriamente leite terá que subir para que haja equilíbrio. Mate somente as vacas fracas e trate melhor as produtivas, essa é a lógica matemática, não tem como fugir.!! Bons tempo para o leite também se aproxima.
MARCELO BRANQUINHO PEREIRA

TRÊS CORAÇÕES - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/11/2019

Faltou correlacionar com os preços dos grãos. Arroba cara X leite barato X grãos caros. Acho que muda um pouco esta análise.
MARLUCIO PIRES

EDEALINA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 28/11/2019

Exato, essa variável ficou fora do cálculo.
LUCIA HELENA ANTUNES BOHRER

SÃO JOÃO DE MERITI - RIO DE JANEIRO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/11/2019

muito bom para nossa reflexão- com a arroba em alta e o leite em baixa, com dificuldade de cobrir custos , necessitamos avaliar nossa posição
GISMAR SILVA VIEIRA

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/11/2019

ultimo valor recebido referente o mes de outubro, foi 77 centavos por litro de leite, valor liquido, isto em MG. Impossível não ter vendido as vacas de leite pro corte.
CARLOS LINDENBERG SPÍNOLA CASTRO

EM 02/12/2019

É fácil demais atribuir valor da arroba a exportação. Há o fator abate de matrizes, carne e leite, em função de preços baixos do lácteo e seca em diversas bacias leiteiras do país.