FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Principais causas e dicas para prevenir a hiperqueratose

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 03/09/2020

3 MIN DE LEITURA

0
1

Atualizado em 03/09/2020

Principais causas e dicas para prevenir a hiperqueratose

Ações a serem implementadas a fim de evitar a hiperqueratose e aumentar a saúde e o rendimento do seu rebanho.

Fatores-chave para monitorar

Já se sabe uma pequena quantidade de queratina nas pontas dos tetos é inevitável, e até desejável para a proteção dos animais. Porém, é importante conhecer as causas para limitar e controlar sua ocorrência na propriedade, para evitar o risco de evolução em casos mais graves. Muitos fatores influenciam a saúde dos tetos das vacas de leite, alguns são fisiológicos e outros não dependem diretamente dos animais. Vamos tentar listar os mais recorrentes:

Fatores relacionados aos animais

Forma e comprimento da extremidade dos tetos (tetos pontiagudos são mais suscetíveis a ocorrência de hiperqueratose);

Posição do teto em relação ao úbere e aos outros tetos;

Produção de leite (alta produção com maior fluxo de leite, acarretando tempo de ordenha mais longo que pode contribuir para um aumento da hiperqueratose);

Estágio de lactação (lactação tardia, pode causar mais formação de hiperqueratose);

Velocidade de ordenha (vacas de leite mais lentas, com fluxo menor, e mais tempo de contato com o equipamento = maior risco de hiperqueratose);

Paridade (vacas mais velhas que foram mais ordenhadas têm maior risco de desenvolver hiperqueratose).

Fatores relacionados ao equipamento de ordenha

Vácuo de ordenha e de pulsação (alto vácuo, fluxo de leite mais rápido);

Tempo de ordenha (mais contato dos tetos com o equipamento);

Tipo de teteira. As teteiras redondas são conhecidas causadoras de hiperqueratose pela forma de massageiam os tetos. A teteira triangular com entrada de ar na cabeça é uma excelente aliada no combate à hiperqueratose.

Fatores relacionados à gestão

Frequência de ordenha (2x para 3x por dia aumenta o tempo de contato com o equipamento de ordenha em 40%);

Estímulo de descida do leite adequado (procedimento de preparação da vaca), e o tempo correto de colocação das unidades de ordenha (cerca de 90 seg);

O fator de tempo de contato com o equipamento de ordenha é chave no gerenciamento de surtos de hiperqueratose. Aqui está o que nossos especialistas têm a dizer sobre este assunto:

"Geralmente, o tempo mais longo de contato com o equipamento de ordenha é o principal contribuinte para a hiperqueratose excessiva da extremidade do teto. Embora uma alta produção de leite seja desejável e exija que a máquina de ordenha permaneça na vaca por mais tempo, certifique-se de que sua rotina de ordenha permita minimizar o tempo de uso da máquina de ordenha. Primeiro, use de 10 a 20 segundos de limpeza dos tetos e retirada dos três jatos de cada teto para obter a estimulação máxima de descida do leite. Em seguida, garanta que o tempo de preparação total seja entre 1 a 2 minutos, antes de colocar a unidade de ordenha, para garantir taxas de fluxo de leite ideais. Certifique-se de que seu equipamento de ordenha esteja funcionando corretamente e seja revisado de maneira rotineira. Muitas propriedades negligenciam a importância da revisão do equipamento de ordenha. "

Ghislain Coppejans, especialista em eficiência de sistemas de ordenha, milkrite | InterPuls

Você pode entender facilmente como os problemas e as causas da hiperqueratose são facilmente controláveis ??por meio de: rotina de ordenha correta, uso de teteiras adequadas e máquinas de ordenha devidamente dimensionadas e revisadas. É claro que todos precisam da aplicação dos parâmetros corretos adequados à sua propriedade. Infelizmente, a hiperqueratose e outras doenças semelhantes, não podem ser totalmente eliminadas, mas ser capaz de limitar e controlar sua ocorrência já pode ser um fator importante para melhorar a eficiência do seu rebanho e a qualidade do seu leite.

Se você deseja saber mais como a teteira triangular com ventilação, Impulse Air, pode te ajudar no combate à hiperqueratose, entre em contato conosco ou visite o nosso site https://www.milkrite-interpuls.br.com/ .


Dúvidas? Entre em contato com a milkrite | InterPuls pelo Box abaixo.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint