FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

LACTOSE MICRONIZADA ALIBRA

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 03/06/2020

2 MIN DE LEITURA

1
0

A lactose, principal carboidrato do leite, é um dissacarídeo redutor, composto de galactose e glicose ligados por um ligação uma ß-1,4 glicosídica. Sua concentração varia de 4,5 a 5,0% m/v, e o leite é a única fonte conhecida significativa de lactose (MCSWEENEY & FOX, 2009).

Devido a boa solubilidade e ao baixo nível de doçura, a lactose torna-se um ingrediente bastante versátil e amplamente utilizado na indústria de alimentos. Está presente em fórmulas infantis, sopas, molhos, snacks, embutidos secos, produtos de confeitaria e de padaria, produtos lácteos, dentre outros.

A lactose para uso alimentar ou industrial é obtida pela concentração do soro do leite ou do permeado de soro, seguida de remoção e desidratação dos cristais da lactose. Processos adicionais, como a micronização, reduzem o tamanho dos cristais permitindo ampliação das possibilidades de aplicações.

Quando micronizada, a lactose adquire a propriedade de modificar o comportamento de cristalização de outros açúcares, permitindo que produtos lácteos, como o doce de leite e o leite condensado, mantenham a textura característica durante todo o shelf life.

Nos produtos lácteos mencionados, a cristalização é uma característica indesejável, especialmente quando os cristais ultrapassam o tamanho perceptível ao paladar - 16 µm.  

Tecnicamente os cristais são caracterizados como partículas sólidas dentro de uma fase homogênea e o surgimento desses cristais em produtos concentrados torna-se mais acentuado devido à grande competição por água (RENHE et al. 2011).

Para evitar este defeito tecnológico em doce de leite e leite condensado, a adição de lactose micronizada tornou-se uma técnica muito difundida e eficiente (PERRONE, 2006). Sua adição durante o processo de fabricação promove, de uma forma controlada, a nucleação secundária, na qual satura a solução, formando novos núcleos de cristalização que sensorialmente serão imperceptíveis no palato. Estes novos núcleos são desejáveis para evitar que os cristais grandes sejam formados (DOS SANTOS, 2012; PERRONE et al. 2019).

Usualmente adiciona-se 0,02% de lactose micronizada sobre o volume total dos produtos lácteos já concentrados. A adição é comumente realizada anterior a etapa de cristalização e sua eficiência está diretamente relacionada ao tempo de agitação e ao resfriamento do produto.

A lactose micronizada está presente no portifólio da Alibra Ingredientes e integra a linha de ingredientes direcionados às indústrias de alimentos e de bebidas desenvolvidos para proporcionar qualidade, segurança, redução de custos, otimização de processos e padronização.

Para desenvolver soluções inovadoras aos clientes, a Alibra Ingredientes conta com profissionais que somam conhecimento técnico específico, vivência industrial, experiência de mercado e um olhar crítico sobre tendências de consumo, além de um Centro de Inovação e Aplicação – CIA equipado com plantas piloto modernas.

Para saber mais entre em contato pelo box abaixo:

 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

DOS SANTOS, Marcelo Cerqueira. Caracterização e avaliação microscópica de leites condensados produzidos no Brasil. 2012. 73 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2012.

McSWEENEY, P. L. H., FOX, P. F. Advanced Dairy Chemistry: Lactose, water, salts, and minor constituents. 3 Ed. Cork, Ireland: Springer. v. 3, 778p., 2009.

PERRONE, Ítalo Tuler. Efeitos da nucleação secundária sobre a cristalização do doce de leite. 2006. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) – Universidade Federal Lavras, Lavras, 2006.

PERRONE, Í. T.; STEPHANI, R.; DE CARVALHO, A. F.; NETTO, G. G.; FRANCISQUINI, J. D.    Doce de leite. Química e tecnologia. CAP-LAB.  São Paulo, 2019.

RENHE, I. R. T.; PERRONE, Í. T.; DA SILVA, P. H. F. Leite Condensado: Identidade, qualidade e tecnologia. Ed. Templo, Juiz de Fora, 2011.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CARLOS DE CASTRO

NITERÓI - RIO DE JANEIRO - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 08/06/2020

Muito bons artigos cómo posso conseguir a literatura dos temas Doce de leite Quimica e tecnologia e Leite condensado, identidade, qualidade e tecnologia.