ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Como prevenir impactos ambientais da atividade pecuária?

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 23/11/2021

3 MIN DE LEITURA

0
0

Com uma extensão territorial com dimensões continentais, o Brasil é um dos líderes mundiais da produção pecuária, atendendo o mercado nacional e internacional. Neste contexto, é essencial priorizar a redução dos impactos ambientais, o que requer a adoção de ações orientadas para garantir a sustentabilidade da atividade.

Cabe ao produtor pensar continuamente na adoção de soluções para tornar a produção sustentável em todos seus aspectos. Antes de pensar em adotar soluções e manejos para reduzir os impactos ambientais na atividade pecuária, tornando-a mais sustentável, é preciso entender o que é sustentabilidade.

De uma forma simplificada, o desenvolvimento sustentável pode ser definido como ações/atividades humanas que visam suprir as necessidades do presente, mas sem que haja comprometimento das gerações futuras.

Produção sustentávelRecentemente, o desenvolvimento sustentável adquiriu um contexto bem mais amplo, com o termo representando um sistema capaz de equilibrar a viabilidade econômica, os impactos ambientais e aceitabilidade social.

Dessa forma, o conceito de sustentabilidade tem como pilares três elementos: meio ambiente, impacto social e economia. Para que uma sociedade ou sistema seja sustentável, é preciso incentivar a conservação do meio ambiente, o bem-estar social e o ganho econômico de modo que os dois primeiros elementos não sejam colocados em risco.

Dicas para reduzir os impactos ambientais na atividade pecuária

Para redução dos impactos ambientais na atividade pecuária, cabe ao pecuarista adotar diversas ações sustentáveis, sendo fundamental que a água e o solo sejam devidamente protegidos dentro do sistema de produção.

A seguir, destacamos algumas medidas importantes que contribuem para proteger os bens naturais e oferecer uma produção sustentável da pecuária:

  • Impeça que os animais entrem em áreas de reserva, delimitando essas áreas com cercas.
  • Crie barreiras físicas para que o rebanho não chegue às áreas de barrancos de lagos, nascentes ou rios.
  • Use bebedouros em concreto armado ou em outros materiais que asseguram a integridade do material consumido.
  • Instale hidrômetros que fornecem informações volumétricas sobre o consumo de água.

Outra medida importante para evitar contaminação de água e solo é o correto armazenamento de embalagens de defensivos, agroquímicos e medicamentos usados na atividade. Assim, para evitar esse dano ambiental, a propriedade deve dispor de um depósito de agrotóxico e produtos químicos com as seguintes características:

  • Estrutura sólida e segura, resistente ao fogo;
  • Ser ventilado e telado, com piso impermeável;
  • Estar trancado e ser exclusivo para tais embalagens;
  • Estar devidamente sinalizado.

Alguns locais que comercializam esses produtos podem oferecer o recolhimento do material descartado, em uma medida conhecida como logística reversa, ajudando na produção sustentável.

É importante informar-se se há logística reversa para os produtos adquiridos para uso na propriedade e como proceder para a devolução das embalagens vazias. As informações podem ser obtidas no estabelecimento de revenda ou diretamente com o fabricante.

Medidas fundamentais para uma produção sustentável na pecuária

Além das medidas aqui citadas que ajudam a reduzir os impactos ambientais da atividade pecuária, outras medidas, também são essenciais.

Os combustíveis, por exemplo, oferecem alto risco de contaminação da água e do solo. Por esse motivo, na fazenda é imprescindível que os combustíveis sejam corretamente armazenados, em locais seguros e devidamente sinalizados.

Também é importante adotar a coleta seletiva na propriedade, caracterizada por contribuir com a sustentabilidade do sistema de produção em todos seus aspectos, desde a sede até a sala de ordenha.

Portanto, a redução dos impactos ambientais da atividade pecuária passa, necessariamente, pelas seguintes medidas:

  • Buscar continuamente o equilíbrio ambiental, social e econômico da atividade pecuária.
  • Ter total controle sobre o uso da água e do solo na propriedade, protegendo-os para uso de futuras gerações.
  • Descartar embalagens de agrotóxicos e de medicamentos da forma correta.
  • Armazenar combustíveis de forma segura, evitando casos de vazamentos e acidentes.
  • Investir na coleta seletivas de resíduos.
  • Priorizar todas as regras ambientais, além de seguir todas as legislações sanitárias.

Vale destacar que o mercado está cada vez mais criterioso, principalmente em relação à produção sustentável. Neste contexto, ações sustentáveis agregam valor à pecuária, promovendo produtos mais saudáveis e transmitindo uma imagem de responsabilidade social, ambiental e econômica.

Você quer saber mais sobre as medidas sustentáveis da produção pecuária? Então confira nosso e-book exclusivo o tema!

 

Este é um conteúdo do Instituto BioSistêmico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint