ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Chances de cura da mastite clínica: usar o antibiótico correto é fundamental

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 12/05/2021

4 MIN DE LEITURA

0
2

Sendo a mastite a doença que mais afeta a produção leiteira (DE VLIEGHER et al., 2012), ela está constantemente presente na vida dos produtores e demanda a utilização de grande volume de antimicrobianos para tratamento, principalmente nos casos de mastite clínica. 

Mas nem sempre esses medicamentos são utilizados da forma correta ou a melhor opção de princípio ativo é escolhida. Isso acaba gerando dois grandes problemas: a ineficiência no tratamento e consequente prejuízo para o produtor; e a contribuição para o desenvolvimento de resistência a antimicrobianos.

A resistência bacteriana a antimicrobianos é um fenômeno natural, porém o uso irracional desses fármacos causa uma aceleração no surgimento de cepas resistentes (CLARKE, 2006). Logo, está é uma questão importante não apenas para a saúde animal, mas também para a saúde humana.

É por isso que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) recomenda o uso prudente e responsável dos princípios ativos antimicrobianos, a fim de garantir que permaneçam eficazes. Sendo assim, para o tratamento da mastite bovina, é de suma importância a escolha do medicamento mais adequado e sua correta utilização. 

Pensando nisso a On Farm produziu um relatório que ajuda os produtores rurais e veterinários a responder a seguinte questão: “Qual a chance de cura da mastite clínica em função do antibiótico intramamário utilizado”?

Para tal, foram utilizadas informações do banco de dados de 1441 casos de mastite clínica, provenientes de 137 fazendas localizadas no Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A conclusão foi que a ação sinérgica de #Ubrolexin obteve resultados superiores.

A chance de cura foi avaliada tanto em tratamentos até 4 dias como em tratamentos mais longos, maior que 4 dias. Veja os medicamentos testados, os resultados e os microrganismos causadores da doença nos casos avaliados: 

Chance de cura da mastite

Observação: Princípios ativos com letras iguais, não apresentaram diferença estatística significativa para a chance de cura.

Tratamento de até 4 dias (mastite)

Duração maior que 4 dias (mastite)

Observação: Princípios ativos com letras iguais, não apresentaram diferença estatística significativa para a chance de cura.

Tratamento com duração maior que 4 dias (mastite)

Como observado nos resultados, tanto para tratamentos de até 4 dias, quanto para tratamentos superiores a 4 dias, a combinação de Cefalexina + Canamicina foi a que obteve maior resultado, com mais de 80% de chance de cura. Essa combinação está presente no produto Ubrolexin®, da Boehringer Ingelheim. 

A Cefalexina é uma cefalosporina de 1ª geração e a combinação com Canamicina atende muito bem casos corriqueiros de mastite (como observado nos resultados do estudo). A ideia é tratar casos simples com uma combinação “simples” de antimicrobianos, contribuindo para que os princípios ativos mais recentes sejam reservados para a saúde humana, em uma abordagem de Saúde Única. 

Os dois princípios ativos atuam em sinergia, atingindo amplo espectro, o que potencializa o efeito e reduzindo a quantidade de antibiótico necessária para o tratamento (Maneke, E.; Pridmore, A.; Lang, I., 2008). 

Além disso, o Ubrolexin® possui ainda ampla distribuição em toda a glândula mamária, podendo ser encontrado em todas as camadas do úbere em até uma hora após a administração e igualmente distribuído em todo o tecido mamário em até duas horas. 

Após 24 horas, mais da metade da concentração inicial ainda está disponível em toda a glândula mamária, permitindo ótima ação bactericida (Goutalier, J.; Combeau, S.; Quillon, J. P.; Goby, L., 2012). O produto é indicado para o tratamento de vacas em lactação (duas seringas com intervalo de 24h) e pode ser armazenado em temperatura ambiente, conferindo total praticidade.

Sobre a Boehringer Ingelheim Saúde Animal

A Boehringer Ingelheim é a segunda maior empresa de saúde animal do mundo, com vendas líquidas de € 4 bilhões de euros em 2019 e presença em mais de 150 mercados.

À medida que a vida de animais e seres humanos estão cada vez mais interligadas, em todo o mundo, nossos 10.000 funcionários se dedicam a melhorar o bem-estar de ambos – por meio da ciência e inovação, bem como seu compromisso e paixão. 

O respeito pelos animais, pessoas e meio ambiente está no centro do que fazemos. Desenvolvemos medicamentos, serviços e tecnologias digitais inovadoras para proteger os animais de doenças e dores. Apoiamos nossos clientes no cuidado da saúde de seus animais e protegemos nossas comunidades contra enfermidades que ameaçam a vida e a sociedade.

Veja no documento abaixo algumas dúvidas frequentes acerca do relatório de chance de cura da mastite clínica:  

 

Clique aqui e acesse o relatório. 

 

Este é um conteúdo de Boehringer Ingelheim Animal Health.

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint