ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Boas práticas na armazenagem de rações

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 26/02/2021

3 MIN DE LEITURA

1
0

Natalia Vicentini – Gerente de Serviços Técnicos, Kemin America do Sul

 O armazenamento de grãos e rações pode ser definido como um ecossistema e mudanças qualitativas e quantitativas podem ocorrer devido às interações entre os fatores físicos, químicos e biológicos¹. Dessa forma, a importância da armazenagem deve-se ao fato de que, com o armazenamento adequado dos produtos agrícolas, evitam-se perdas e preservam-se suas qualidades, além de suprir demandas e permitir aguardar variações de preços melhores².

Os tipos de armazenagens mais comuns para rações e matérias primas são: a granel em silos (metálicos, de alvenaria ou concreto) ou em armazéns convencionais (sacarias) e o aumento da temperatura e a umidade proveniente de chuvas frequentes criam condições ideais para a proliferação de fungos principalmente nos locais onde as rações são armazenadas.

Algumas espécies de fungos podem produzir micotoxinas, substâncias nocivas que contaminam a ração, causando danos à saúde dos animais. Veja abaixo algumas dicas para ajudar a evitar esse problema.

Características necessárias do armazém para produtos ensacados:

· Lugar seco e com boa ventilação;

· Separado do armazenamento de produtos tóxicos, combustíveis, desinfetantes e defensivos;

· A ração ensacada deve ficar sobre estrados, pelo menos 15 cm do chão;

· Sacos devem ficar distantes das paredes, formando um corredor por onde possa passar uma pessoa;

· Vale verificar o estado da cobertura do depósito, se não há goteiras ou calhas entupidas.

Silos metálicos também precisam de atenção às boas práticas de uso, conforme abaixo:

· Antes de reabastecer com nova remessa de ração, recomenda-se que o silo seja totalmente esvaziado e verificado: resíduos de ração nas paredes do silo, assim como manchas, são indicativos de entrada de umidade.

· Com a tampa superior do silo fechada, inspecione pela abertura de saída do silo se há entrada de luz por algum orifício, chapas tortas, ou buracos de parafusos faltantes.

· Não se esqueça de verificar também o perfeito fechamento da tampa superior do silo.

A utilização de produtos antifúngicos pela indústria de alimentação animal visa aumentar a vida útil de ração e proteger a produção de animais, controlando microrganismos que prejudicam o desempenho e diminuem a qualidade das rações e matérias primas.

Papel dos ácidos orgânicos

Ácidos orgânicos entram em contato com a célula patogênica e moléculas não dissociadas (intactas) e penetram a membrana celular. No interior da célula o ácido se dissocia e libera ions H+, baixando rapidamente o pH intracelular. A redução do pH intracelular provoca falência nas funções internas e gasto de energia para bombear o H+ para fora da célula. Esses fatores combinados levam à morte da célula patogênica.

Papel dos surfactantes

Os surfactantes possuem a função de reduzir a tensão superficial da água e melhorar a molhabilidade da matriz de alimento a ser tratada, auxiliando na gelatinização do amido durante o processo de peletização.

Os surfactantes também ajudam na superfície de contato e penetração dos ácidos orgânicos na matriz de alimento a ser tratada.

Boas práticas e cuidados na armazenagem garantem uma ração segura.

 

Myco CURB® - Proteção de rações e grãos

É um aditivo conservante, resultado de uma mistura de ácidos orgânicos, que possui ação inibitória sobre fungos, para uso em grãos, alimentos para animais e seus ingredientes. Pode ser usado em ingredientes com menor miscibilidade e visa aumentar a vida útil de ração e proteger a produção de animais, controlando microrganismos que prejudicam o desempenho.

Myco CURB® contém ácido propiônico misturado com outros ácidos orgânicos e tem ação surfactante, sendo uma ferramenta poderosa na manutenção da qualidade nas operações.

O papel de um surfactante é reduzir a tensão superficial de um líquido, e isso afeta diretamente o ângulo de contato. Um ângulo de contato maior permite que o líquido seja espalhado mais facilmente sobre a superfície na qual ele pode penetrar.

Sendo aplicado por um sistema desenvolvido pela Kemin, a Smart Box, Myco CURB® reveste matérias primas e rações, visando fornecer proteção confiável contra uma variedade de espécies de mofo.

Quer saber mais sobre o produto? Clique aqui.

A Kemin desenvolveu um e-book exclusivo sobre QUALIDADE DAS RAÇÕES. Clique aqui para baixa-lo.

Referências:

¹ Sinha RN. Interrelations of physical, chemical, and biological variables in the deterioration of stored grains. In: Sinha RN, Muir WE. Grain storage: part of system. Westport, 1973. p. 15-47.

² Sauer DB. Storage of cereal grains and their products. 4. ed. St. Paul, MN:AACC, 1992. 615p.

Kemin Reference: GN-20-22171

Kemin Reference: REF-20-6542

 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANDREANI GOSAUVIES VIEIRA

RIO MARIA - PARÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 19/03/2021

Eu estou querendo fórmula ração para vacas de leite aqui na minha propriedade com os insumos Milio soja DDG ureia mais núcleo vc pode me ajudar
MilkPoint AgriPoint