ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Alternativa à silagem de milho ganha destaque no inverno

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 03/02/2022

4 MIN DE LEITURA

0
1

Atualizado em 14/02/2022

O material, composto por cultivares de trigo, oferece alta qualidade nutricional ao gado e será apresentado e será apresentado na Expodireto Cotrijal

 

 

Em meio à atual escassez hídrica presente em diversas regiões do país, as dificuldades na produção de alimento animal em propriedades pecuárias aumentaram consideravelmente. Com os impactos causados na atual safra de verão, fonte de grande parte da alimentação do gado, os pecuaristas começam a buscar alternativas para o estoque de conservado na propriedade. Para o produtor de gado de leite, Maurício Foletto, a possibilidade de uma segunda safra ganha ainda mais importância para o armazenamento de alimento por um longo período. E, de acordo com o pecuarista, de Pitanga (PR), o trigo vem se tornando uma boa alternativa para complementar sua produção de silagem em relação à safra de milho. “Acredito que a cultura veio para trazer economia com eficiência alimentar. O trigo é uma alternativa economicamente viável e com qualidade muito boa”, destaca o produtor.

Visando a produção de pré-secado e silagem, um novo material será apresentado na Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque/RS. Ele se junta à linha Energix, da Biotrigo Nutrição Animal, oferecendo um alimento com alta qualidade nutricional ao gado. “Em comparação ao Energix 201 e 202, esse novo material apresenta um salto muito grande em sanidade e na porcentagem de amido”, comenta Alessandro Caseri, gerente de nutrição animal da Biotrigo. Conforme ele, é de suma importância ao produtor ter um material com maior teor de amido. “Isso vai se converter em mais produtividade, maior conversão animal e, por consequência, uma maior produção de leite ou carne”, explica. Esse acréscimo de amido no pré-secado ou na silagem reflete diretamente em ganhos financeiros ao produtor. “Quando o pecuarista tem esse maior teor de amido na base da alimentação do gado, ele consegue minimizar os gastos com concentrado e rentabilizar melhor sua atividade”, diz Alessandro.

Esse foi o caso de Maurício, que incorporou a silagem de trigo, com o Energix, à de milho e observou ganhos em diversos quesitos. “O trigo entrou na dieta do meu gado muito bem e a produção se manteve, só que com um custo mais barato em comparação à silagem de milho”, relata. O pecuarista também aponta que em termos de produtividade, o material superou suas expectativas no momento da colheita. “Ele apresentou uma sanidade muito boa, além de resistência à geada e seca”, indica. A possibilidade de um material com maior teor de amido, segundo o produtor, traz ainda mais vantagens à propriedade, tanto voltada para leite, quanto para corte. “Acredito que é uma alternativa a ser buscada, visando obter a melhor relação custo-benefício, com qualidade nutricional”, destaca Maurício.

 

Mix para pastejo

Os mixes de cultivares de trigo para alimentação animal, tradicionais no portfólio da Biotrigo Nutrição Animal através dos produtos Energix, agora chegam também para a pastagem. Com isso, o produtor que possui sua propriedade em um sistema à base de pasto ganha mais uma opção no portfólio da Biotrigo, além do Lenox, cultivar já consolidada no mercado. “O novo mix para pastejo promete ser o material mais precoce a surgir no mercado, podendo ser semeado em fevereiro, cerca de duas semanas antes do Lenox, que costuma ser posicionado no início de março”, aponta Alessandro. Segundo ele, em relação à qualidade bromatológica entregue para o gado, o novo material performa tão bem quanto Lenox. “O mix para pastejo também é mais resistente a algumas doenças em comparação ao Lenox, o que permite uma facilidade no manejo a campo ainda maior ao produtor”, declara.

A qualidade nutricional de ambos os materiais é, inclusive, um dos diferenciais ao produtor. “Essa alta qualidade faz com que o animal tenha uma conversão alimentar maior. Materiais assim trazem a certeza de contar com muita produção de matéria verde por hectare e, consequentemente, mais produtividade na propriedade”, afirma Alessandro. E essa produtividade é sinônimo de maior rentabilidade. “Ter uma pastagem de alta qualidade oferece a possibilidade ao produtor em reduzir a necessidade de ter uma ração com alto teor de proteína. Assim, é possível diminuir a porcentagem de proteína da ração e pagar menos nesse concentrado em relação ao valor que estaria sendo gasto em uma pastagem de menor qualidade”, exemplifica.

Esse é o caso de Wesley Maciel, produtor de Lenox em Congonhinhas (PR). Segundo ele, o trigo para pastejo na produção de gado de leite ofereceu vantagens econômicas significativas. “Quando passamos a inserir o trigo para pastejo em 80% da alimentação dos animais, deixamos de comprar cerca de duas a três toneladas de ração. Isso trouxe bastante economia, sem queda na produção”, relata. Para Wesley, a antecipação proporcionada pelo novo mix para pastejo da Biotrigo poderá gerar uma maior eficiência na propriedade. “A entrada do material em fevereiro é interessante, pois o pastejo pode ser adiantado, sem perder tempo. Quanto mais pastejo for realizado durante o ano, mais barato fica”, afirma o produtor paranaense.

 

Biotrigo na Expodireto

Para receber os pecuaristas, a Biotrigo contará com um novo estande, localizado na Avenida A, número 508 - ao lado da Syngenta. Conforme Alessandro, o contato mais próximo entre a equipe da Biotrigo e os produtores é de grande relevância. “A troca de ideias é boa para ambas as partes, pois o produtor pode observar as parcelas e tirar dúvidas com os técnicos e nós podemos ficar melhor informados sobre as necessidades do produtor”, conta. A edição de 2020 da Expodireto contou com a participação de 573 expositores e um público de mais de 250 mil visitantes.

 
Data: 7 a 11 de fevereiro de 2022
Local: estande da Biotrigo – Avenida A, número 508 - em frente à Syngenta
Horário: 8h às 18h


 

 



Este é um conteúdo Biotrigo

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint