ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

A importância da gestão de pessoas na propriedade leiteira

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 27/01/2022

4 MIN DE LEITURA

0
0

Dispor de colaboradores motivados e comprometidos com os objetivos de uma propriedade leiteira faz toda diferença para o sucesso da atividade. É fundamental que as pessoas envolvidas na atividade tenham boas condições de trabalho e bem-estar garantidos.

No Brasil, o empregado rural tem seus direitos regulamentados em lei própria (Lei nº 5.889/73), no Decreto nº 73.626/74, no artigo 7º da Constituição Federal e em alguns artigos da CLT.

Para contribuir nessa questão, apresentamos neste artigo algumas condições, pautadas na legislação, que podem melhorar a gestão de pessoas em propriedades leiteiras.

Gestão de pessoas: chave para o sucesso da atividade leiteira

Em qualquer atividade, o investimento em equipes tem o potencial de fazer com que os profissionais trabalhem mais satisfeitos e engajados, impactando positivamente nas metas de negócio da companhia.

Situação semelhante ocorre na propriedade leiteira, principalmente por envolver uma atividade na qual a relação homem/animal é diária e constante, e um bom manejo significa maiores produtividades.

Em qualquer propriedade destinada à produção leiteira, uma boa gestão de pessoas deve se basear no seguinte tripé:

Gestão de pessoas

Para melhor entender quais são essas obrigações e deveres, confira o que diz a legislação a seguir.

Obrigações do empregador em relação aos colaboradores

Seja qual for a atividade, é dever do empregador proporcionar boas condições de trabalho e uma gestão responsável de todos os seus colaboradores.

Os funcionários devem possuir registro em carteira de trabalho e trabalhadores eventuais devem ser pagos por RPA (recibo profissional autônomo). O produtor deve ainda registrar todos os trabalhadores fixos e recolher o INSS dos diaristas, mantendo sempre vigente o contrato com a empresa dos subcontratados.

Ainda segundo a Lei nº 5.889/73, a jornada de trabalho dos funcionários deve:

  • Ter duração máxima de 44 horas semanais e 220 horas mensais;
  • Trabalho diário não poderá ser superior a 8 horas, salvo previsão de prorrogação devidamente acordada;
  • Entre duas jornadas, deve-se estabelecer um período mínimo de 11 (onze) horas consecutivas para descanso, período este conhecido como intervalo interjornada;
  • A propriedade não deve permitir o trabalho infantil.

A legislação também estabelece regras quanto ao transporte de colaboradores da propriedade rural. Para o veículo de transporte coletivo de passageiros, devem ser observados os seguintes requisitos:

  • Possuir autorização emitida pela autoridade de trânsito competente;
  • Ser conduzido por motorista habilitado e devidamente identificado;
  • Transportar todos os passageiros sentados;
  • Possuir compartimento resistente e fixo para a guarda das ferramentas e materiais, separado dos passageiros.

Moradias de colaboradores: bem-estar e qualidade de vida

Sabemos que nas fazendas leiteiras é normal que os funcionários fixos morem na própria propriedade e que o produtor rural forneça a casa. Exatamente por isso, é dever do proprietário oferecer moradias e instalações adequadas para os trabalhadores.

Cabe ao empregador rural disponibilizar aos trabalhadores áreas de vivência compostas de:

  • Instalações sanitárias,
  • Cobertura que proteja contra as intempéries;
  • Iluminação e ventilação adequadas;
  • Local adequado para preparo de alimentos;
  • Lavanderias com instalações adequadas.

O produtor deve também sinalizar todas as instalações da propriedade, como barracões e garagens, com placas de advertência de saúde e segurança do trabalho, como por exemplo: "proibido fumar".

Os equipamentos de proteção individual, por sua vez, devem ser oferecidos pelo empregador. Eles devem ser adequados aos riscos do trabalho e mantidos em perfeito estado de conservação e funcionamento.

O empregador deve exigir que os trabalhadores utilizem os EPIs (Equipamentos de proteção individual). Cabe ao empregador orientar o empregado sobre o uso do EPI e cabe ao empregado usar os EPIs indicados para as finalidades a que se destinam, além de zelar pela conservação do equipamento.

Boas condições de trabalho: por que são tão essenciais na fazenda leiteira?

Propriedades leiteiras são atividades caracterizadas por fornecer benefícios econômicos e sociais aos produtores e à comunidade como um todo. Por isso, proporcionar uma gestão de pessoas baseada em boas condições de trabalho permite que o empreendimento rural:

  • Implemente práticas de trabalho que sejam mais sustentáveis;
  • Contrate funcionários de acordo com a legislação trabalhista nacional;
  • Gerencie os recursos humanos de forma eficaz, assegurando que as condições de trabalho atendam às leis trabalhistas e às convenções internacionais;
  • Garanta que o ambiente de trabalho esteja em conformidade com as normas vigentes de saúde ocupacional e de segurança;
  • Adote práticas agropecuárias que contribuam para alcançar as metas de produtividade e/ou rentabilidade da empresa.

Além de oferecer as melhores condições de trabalho, mediante uma eficiente gestão de pessoas, cabe ao empregador capacitar regularmente a mão de obra para que cada um dos colaboradores entenda que suas funções exercem grande influência no êxito de todo sistema de produção.

Para cada meta da propriedade leiteira, deve haver o conhecimento do papel da mão de obra para a obtenção de êxito. Com isso, será possível direcionar capacitações e uma eficiente gestão de pessoas para que haja constante evolução pessoal e profissional dos colaboradores, resultando em uma produção leiteira mais eficiente e sustentável.

Quer saber mais sobre as regras e leis relacionadas à gestão de pessoas em propriedades leiteiras? Então confira nosso e-book exclusivo sobre o tema!

 

Este é um conteúdo do Instituto BioSistêmico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint