ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Protocolo de sincronização utilizando CIDR/ ECP/ PGF2 alfa/ GnRH aumenta a taxa de concepção em vacas de leite em lactação

POR JOSÉ LUIZ MORAES VASCONCELOS

JOSÉ LUIZ M.VASCONCELOS E RICARDA MARIA DOS SANTOS

EM 23/05/2003

4 MIN DE LEITURA

3
0
Neste radar estamos apresentando resultados parciais de trabalho que será apresentado na reunião do Colégio Brasileiro de Reprodução Animal.

A eficiência da detecção de estro em vacas de leite é baixa, estimada em menos de 50% (SENGER, 1994). Progressos na redução do impacto negativo da baixa eficiência de detecção de estro em vacas lactantes tem sido obtidos com o uso de protocolos de sincronização da ovulação e IA com tempo fixo, que podem ser iniciados em qualquer fase do ciclo estral. Esses protocolos aumentam a taxa de prenhez, por aumentar o número de animais inseminados, porém ainda não foram demonstrados efeitos sobre a concepção (PURSLEY et al., 1997; VASCONCELOS, et al., 2000).

Recentemente uma série de experimentos testaram a viabilidade na utilização de ECP (cipionato de estradiol) na indução de ovulação. PANCARCI et al., (2001) demonstraram que a ovulação ocorre 58,5 ± 4h após a aplicação de ECP e 27,1 ± 1,1h após o início do estro, sendo que este ocorreu 33,6 ± 4,4h após aplicação de ECP.

O objetivo desse trabalho foi avaliar se protocolos de sincronização utilizando CIDR, ECP, PGF2a e GnRH aumentam a taxa de prenhez pelo aumento na concepção em vacas de leite em lactação.

Material e Métodos

Vacas Holandesas (N=195), produzindo 30,4 ± 1,3 Kg de leite/dia com 90 ± 23 DEL foram distribuidas aleatoriamente em 5 grupos:

G1 (N=37), CIDR (Eazi-Breed T CIDR®) - 7d - retira o CIDR + PGF2a (Lutalyse®, 25mg, im)- 24h - ECP (ECP®,1mg,im) - 2,5d - CIDR - 6d - retira o CIDR + PGF2a - 24h - ECP - 44h - IATF;

G2 (N = 36), CIDR - 7d - retira o CIDR + PGF2a - 24h - ECP - 2,5d - CIDR - 6d - retira o CIDR + PGF2a - 48h - GnRH (Cystorelin®, 100mcg, i.m.) - 12h - IATF;

G3 (N = 37), CIDR - 7 d - retira o CIDR + PGF2a - 48h - GnRH - 24h - CIDR - 6d - retira o CIDR + PGF2a - 24h - ECP - 44h - IATF;

G4 (N = 35), CIDR - 7 d - retira o CIDR + PGF2a - 48h - GnRH - 24h - CIDR - 6d - retira o CIDR + PGF2a - 48h - GnRH - 12h - IATF

e

G5 (N = 50), controle, aplicações de PGF2a a cada 14 dias e IA após detecção de estro.

Os dados foram analisados pelo programa CATMOD do SAS, e foi incluído no modelo os efeitos de tratamento, ordem, ciclicidade, produção de leite, DEL e interações.

Resultados e Discussão

Não foi detectado efeitos de tratamento na taxa de sincronização e na taxa de prenhez nos grupos sincronizados,G1,G2, G3, e G4 (Tab. 1).


Quando os dados das vacas que foram efetivamente sincronizadas (regressão do CL e ovulação sincronizada) foram analisados separadamente com os dados do grupo G5, não foi detectada diferença na concepção entre o grupo controle G5 e os grupos sincronizados G1, G3 e G4, porém o grupo G2 teve maior (P =0,053) concepção que o grupo controle (Tab.2).


A concepção na segunda IA não foi afetada pelo tratamento (P=0,49), G1 (N=23; 26%); G2 (N=16; 25%); G3 (N=20; 30%); G4 (N=19; 5%); e G5 (N=25; 24%).

Este estudo sugere que o protocolo utilizando CIDR/ ECP/ PGF2a/ GnRH aumenta a taxa de prenhez de vacas Holandesas no pós-parto, através do aumento da concepção na primeira inseminação.

Referências Bibliográficas

PURSLEY, J.R., WILTBANK, M.C., STEVENSON, J.S., et al., Pregnancy rate per artificial insemination for cows and heifers inseminated at a synchronized ovulation or synchronized estrus. J. Dairy Sci., v.80, p.295-300, 1997.

SENGER, P.L. The estrus detection problem: new concepts, tecnologies, and possibilities. J. Dairy Sci., v.77, p.2745-2753, 1994.

STEVENSON, J.S., CALL, E.P. Influence early estrus, ovulation, and insemination on fertility in postpartum Holstein cows. Theriogenology, v.19, p.367-375,1983.

VASCONCELOS, J.L.M., ARAUJO, T.P.B., CERRI, R.L.A., et al., Ovulation and synchronization rates in Holstein and crossbred lactating dairy cows during two seasons when receiving the PGF2a injection on d 6 or 7 of the Ovsynch protocol. J. Dariy Sci., v.83, suppl.1, p.214, 2000.

PANCARCI, S.M. et al. Use of ECP in a timed insemination program. J. Dairy Sci., v.84, suppl.1, p.460, 2001 (abstract).

JOSÉ LUIZ MORAES VASCONCELOS

Médico Veterinário e professor da FMVZ/UNESP, campus de Botucatu

3

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ADILTON FERRAZ

POTIRAGUÁ - BAHIA

EM 06/04/2020

Gostaria de saber qual o protocolo para IATF mais recomendado para vacas multiperas mestiças leiteiras com graus de sangue variado 1/4, 1/2 e 3/4 de europeu, criadas a pasto?.
RAIMUNDO CARLOS M BERNARDES

SANTARÉM - PARÁ - PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE

EM 13/10/2007

Um artigo eminentemente técnico o que me traz certa dificuldade de entendimento, pois sou leigo no assunto, obrigado.
RENATO S. MACHADO POMPÉU-MG

POMPÉU - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 25/05/2003

Sopa de letrinha, o material e métodos de seus artigos fica parecendo sopa de letrinha. Eu sei que isto não é para leigos mas o que custa colocar pelo menos uma linha entre os tratamentos fica melhor.

<b>Resposta</b>:

Caro Renato,

Você tem razão. Já incluimos os espaços para facilitar a leitura.

Obrigado,

Marcelo P. Carvalho

MilkPoint
MilkPoint AgriPoint