ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Efeito da inclusão de eCG em protocolos de IATF na concepção de vacas de leite mestiças

Por José Luiz Moraes Vasconcelos1, Juliana Pescara 2 e Bruna Cardoso2

Diferentes tratamentos hormonais visando inseminação artificial em tempo fixo (IATF) têm sido utilizados em vacas mestiças a pasto. Nas primíparas tem sido indicado o Ovsynch com dispositivo intravaginal de progesterona (CIDR) e nas multíparas o Heatshynch com CIDR (Garcia, 2003). A eficiência de um protocolo é determinada pela concepção obtida. A gonadotrofina sérica eqüina (eCG) tem sido muito utilizada em protocolos de bovinos de corte, devido ao aumento das taxas de concepção. Estudos de nosso grupo verificaram que a dosagem de 200UI foi semelhante à de 400UI. O objetivo deste estudo foi determinar se a inclusão de eCG aos protocolos propostos por Garcia (2003), poderia melhorar a concepção em vacas de leite mestiças, mantidas em regime de pastejo rotacionado.

Foram utilizadas 121 vacas de leite mestiças, sendo estas primíparas (n = 41), multíparas sem presença de CL no dia do inicio do protocolo (n = 26) e multíparas com presença de CL (n = 54), com escore de condição corporal (ECC) entre 2,5 e 4,0, em escala de 1 a 5. Todas as primíparas mais as multíparas sem presença de CL receberam o seguinte protocolo: GnRH (Fertagyl®, 100μg) mais dispositivo intravaginal de progesterona (CIDR), após seis dias foi feita a remoção do dispositivo junto com a aplicação de PGF2α (Lutalyse®, 25mg). Após quarenta e oito horas foi realizada nova aplicação de GnRH (Fertagyl®, 100μg ), e IATF realizada doze horas após a segunda aplicação de GnRH. As multíparas ciclando foram submetidas ao protocolo: GnRH (Fertagyl®,100 μg) e dispositivo intravaginal de progesterona (CIDR) , seis dias depois houve remoção do CIDR junto com a aplicação de PGF2α (Lutalyse®, 25mg). Vinte e quatro horas depois os animais foram tratados com ECP (1 mg, cipionato de estradiol, via IM) e 48 horas após aplicação de ECP as vacas que não apresentaram cio foram submetidas à IATF. As vacas que apresentaram cio foram inseminadas 12h após a detecção do cio. Os grupos experimentais foram divididos em dois, aleatoriamente: G1 (n = 62) 2,0 ml de solução salina ou G2 (n=59) 200 UI de eCG (Folligon®) no momento da retirada do dispositivo intravaginal de progesterona. A presença de CL no inicio do protocolo e o diagnóstico de gestação aos 30 dias após a IATF foram determinados por ultra-sonografia. A variável taxa de concepção foi avaliada por regressão logística, sendo incluído no modelo as variáveis tratamento com eCG, categoria dias pós-parto (1= <100 dias, entre 100 e 150 dias e com > 150 dias), escore de condição corporal (< 2,75, entre 3, 0 a 3,25, > 3,5), protocolo utilizado, touro e inseminador.

Das variáveis analisadas apenas tratamento com eCG e escore de condição corporal influenciaram a concepção. Nas vacas que receberam eCG (200UI) a taxa de concepção foi de 40,7% e nas que não receberam eCG foi de 27,4% (P<0,10). Vacas com escore de condição corporal < 2,75 apresentaram concepção de 21,8%, enquanto nas de 3,0 a 3, 25, foi de 37,8% e nas com ECC > 3, 5, a concepção foi de 40,0% (P=0,102).

Estes dados mostram que inclusão de eCG aos protocolos pode aumentar a taxa de prenhez. Mais estudos são necessários para determinar o mecanismo pelo qual a inclusão de eCG aumenta a concepção.

_______________________________________
1José Luiz Moraes Vasconcelos é médico veterinário, professor da FMVZ/UNESP, campus Botucatu
2Juliana Pescara e Bruna Cardoso são alunas de graduação do curso de zootecnia e medicina veterinária, respectivamente, da FMVZ/UNESP, campus Botucatu

Este trabalho será apresentado no Congresso Brasileiro de Reprodução Animal em agosto de 2005.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANTÔNIO CÉSAR FERNANDES

GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/11/2005

Substituindo-se o ECG por GNRH, não teríamos o mesmo resultado?



<b> Resposta do autor: </b>



Caro Antônio César Fernandes,



Foi testado a inclusão ou não de eCG em protocolos com ECP ou GnRH, ou seja, não podemos substituir.

A função do eCG seria de melhorar a ovulação e a qualidade do CL, porém ainda não foi testado o mecanismo pelo qual eCG aumentou a concepção.



Um abraço,



Zequinha





ANTONIO VILELA CANDAL

JACAREÍ - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/06/2005

Caros colegas,



Vocês não sabem quanto é importante para nós produtores este tipo de trabalho.



Como mencionado no texto, mais estudos são necessários para a determinação do momento mais eficiente da aplicação de eCG em IATF.



Ficamos no aguardo dos próximos estudos.



Candal

MilkPoint AgriPoint